domingo, 17 de abril de 2011

Mar - Poema de Sophia de Mello Breyner Andresen



Mar, metade da minha alma é feita de maresia
Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,
Que há no vasto clamor da maré cheia,
Que nunca nenhum bem me satisfez.
E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia
Mais fortes se levantam outra vez,
Que após cada queda caminho para a vida,
Por uma nova ilusão entontecida.

E se vou dizendo aos astros o meu mal
É porque também tu revoltado e teatral
Fazes soar a tua dor pelas alturas.
E se antes de tudo odeio e fujo
O que é impuro, profano e sujo,
É só porque as tuas ondas são puras.

Sophia de Mello Breyner Andresen





19 comentários:

  1. Lindíssimo poema e sempre, sempre maravilhoso e lindo, o mar!beijos,lindo domingo! chica

    ResponderEliminar
  2. ...há que levantar sempre...ficar por terra
    é que não...
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. que lindo esse poema! que venham as ondas puras do mar a nos purificar... precisamos muito disso.
    maravilhoso!
    bom domingo

    ResponderEliminar
  4. Muito lindo o poema e a imagem, parabéns pelo bom gosto.Beijos

    ResponderEliminar
  5. Olá, Maria!
    Vir visitar-la é sempre um grande prazer. Encanto-me com suas publicações tão cheias de emoções e sentimentos nobres.
    Beijinhos
    Ceiça

    ResponderEliminar
  6. Maria
    Lindas demais estas palavras de Sophia, esta imagem então está deslumbrante. Sabes amiga onde consigo encotrar alguma tranquilidade é ao olhar e falar com o mar. Obrigado por este maravilhoso post.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. O mar,o mar sempre lembrado...
    Lindo poema.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Maria
    Este poema da Sofia, como muitos outros que ela escreveu, é muito bonito. Bela escolha.
    Beijinhos com votos duma boa semana.
    Lourdes

    ResponderEliminar
  9. que belo poema querida,a minha vida é assim como este poema, um mar e maresia. Adorei a imagem que você postou junto, é linda. Uma bela semana para ti e beijinhos carinhosos com certeza.

    ResponderEliminar
  10. QUERIDA MARIA, A PAISAGEM É LINDA E A POESIA TAMBEM, PSRABENS PELA ESCOLHA. UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

    ResponderEliminar
  11. A minha poeta preferida! em comum com ela tenho a paixão pelo mar...
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Querida Maria.

    Lindo Poema e paisagem, tudo que fala de mar é sempre perfeito.
    Parabéns.

    Fique na paz do Senhor Jesus.
    Beijos.

    http://www.acredite-emvoce.com/

    ResponderEliminar
  13. Belíssimo poema voce escolheu minha querida...
    Tenha uma ótima semana...beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  14. lindos versos e imagem..
    perfeitos!
    beijos Maria e boa semana..

    ResponderEliminar
  15. Maria,

    A ilustração é linda e ler poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen é sempre um presente! Obrigada.

    Abençoada noite e semana. Beijos com carinho.

    ResponderEliminar
  16. Na minha memória, tão congestionada e no meu coração tão cheio de marcas e poços você ocupa um dos lugares mais bonitos".

    (Caio Fernando Abreu)

    Uma semana de paz e alegrias.
    Beijo-te o coração...M@ria

    ResponderEliminar
  17. Que linda imagem e poema!

    Boa semana Maria!

    ResponderEliminar
  18. O mar, sempre inspira a um poeta belas metáforas.
    Essa percepção poética da beleza, da fúria, da pureza e da renovação do mar rendeu um bonito poema.

    ResponderEliminar
  19. Como é bom te ler Maria, lamento não estar sempre presente por causa da falta de tempo, absoluta, mas sempre que posso, venho me emocionar com as coisas que vc escreve e que encantam meu coração. Vc tem uma 'singeleza' de alma. É isso. Bjs.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo