quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

♫ The Beginning Song ♫ Rita Redshoes




The Beginning Song

You came to this world
To see what I've done
And it's fine

So come and let's start
I'll give you all my heart
This time

Don't walk away
Cause baby I will love you more
I have this feeling
You're who I've been looking for
So close your eyes
And read the signs
It's time to sore

You came to this world
To change what I've done
It's all right

But now you must stare
You can pretend you're there
If you're mine

Don't walk away
Cause baby I will love you more
I have this feeling
You're who I've been looking for
Don't turn away
It's time to stay
There's nothing more



quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Reflexão





Há certas almas como as borboletas,
cuja fragilidade de asas não resiste
ao mais leve contato, que deixam ficar
pedaços pelos dedos que as tocam.

Em seu vôo de ideal, deslumbram
olhos, atraem as vistas:
perseguem-nas, alcançam-nas, detêm-nas
mas, quase sempre, por saciedade
ou piedade, libertam-nas outra vez.

Elas, porém, não voam como dantes, ficam
vazias de si mesmas, cheias de desalento...
Almas e borboletas, não fosse a tentação
das cousas raras; - o amor de néctar,
- o néctar do amor, e pairaríamos nos cimos
seduzindo do alto, admirando de longe!...


Gilka Machado


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Catedral de Sal de Zipaquirá


Foto: Flickr_Robert Schrader


Zipaquirá é uma das mais antigas cidades da Colômbia, no departamento de Cundinamarca, conhecida principalmente pela sua Catedral de Sal, uma igreja subterrânea construída dentro de um depósito de sal num túnel feito como resultado da escavação das salinas.


Foto: TrekEarth_Roland Monsegu


A acumulação salina no meio da cordilheira oriental colombiana formou-se há mais de 70 milhões de anos quando ainda existia um mar que ocupava toda a região. Ao formar-se a Cordilheira Oriental, esse mar secou e deixou um enorme depósito de sal sepultado que se solidificou até chegar à formação de rochas de sal. A acumulação dos depósitos de sal formaram montanhas acima do nível do altiplano, o que facilitou a escavação de túneis para a sua extração.


Foto:wikipedia_Remi Jouan


Em 1932, Luis Ángel Arango teve a ideia de construir uma capela subterrânea levado pela devoção que os operários demonstravam antes de iniciar a sua jornada de trabalho. Estes enfeitavam os socavões com imagens religiosas dos seus santos aos que pediam bênção e protecção.


Foto: wikipedia_Tequendamia


A construção da catedral antiga começou a 7 de Outubro de 1950 e foi inaugurada a 15 de Agosto de 1954 nas antigas galerias cavadas pelos muiscas dois séculos antes. A mina possuía então quatro níveis de escavação, cada um de eles com um comprimento de 80 m . A Catedral Salina estava situada no segundo nível da montanha.


Foto: Wikipedia_Novoaparra


A Basílica foi dedicada a Nossa Senhora do Rosário, Padroeira dos Mineiros e tinha um comprimento de 120 m, uma superfície habitável de 5.500 m² e uma altura de 22 m . No seu interior podia albergar 8.000 pessoas. Ao fundo da basílica localizava-se uma grande cruz de madeira, iluminada desde a sua base e que projectava sobre o teto uma sombra que simbolizava a um Cristo com os braços abertos. Na nave direita encontravam-se o coro e as estações do Via Crucis decoradas com grandes números romanos dourados. No fundo desta nave situava-se a capela da Virgem do Rosário, em cujo altar lavrado na rocha estava a imagem da Virgem, moldada por Daniel Rodríguez Moreno, transferida posteriormente para a capela nova.


Foto:wikipedia_Remi Jouan


Com o passar dos anos a primeira Catedral começou a ser insegura e foi fechada em 1990. Em Dezembro de 1995 foi inaugurada a actual Catedral, que se situa 60 m por baixo da Catedral antiga, a cerca de 180 metros sob a terra. Para construí-la extraíram-se 250 mil toneladas de rocha de sal. Esta mina é a maior reserva de rocha salina do mundo.


Foto: Email recebido


É um projeto do arquiteto Roswell Garavito Pearl. O desenho compreende as seguintes três secções principais:

♦ O Via Crucis: A porta de ingresso que conduz ao túnel, ao longo do qual se encontram as estações do Via Crucis, que consistem em pequenos altares talhados em rocha de sal. O túnel conduz até à Cúpula.


Foto: wikipedia_Remi Jouan


A Cúpula, a rampa de descenso e as varandas: A seção intermédia parte desde a Cúpula e daí se pode descer para as varandas sobre as câmaras, o coro e as escadas do labirinto do Nártex.


Foto: Wikipedia_Novoaparra


♦ As naves da Catedral: O trecho final conduz ao centro da Catedral onde se dividem as estruturas espaçais da mesma. Estas estruturas estão intercomunicadas por uma fenda que simboliza o nascimento e morte de Cristo. Na nave central está a cruz de 16 m, o altar-mor e o comungatório que separa o santuário da Assembléia; na profundeza da nave encontra-se "A Criação do Homem", homenagem a Michelangelo, obra talhada em mármore do escultor Carlos Enrique Rodríguez Arango.

Foto:Email recebido


Quatro imensas colunas cilíndricas simbolizam os quatro evangelistas e estas estão atravessadas por uma fenda que simboliza a Natividade. O sistema de iluminação azul colocado nas paredes acentua o ambiente religioso das grutas.

A Catedral faz parte do complexo temático O Parque do Sal, o qual tem uma área de 32 ha e constitui uma reserva natural.


Foto: wikipedia_Remi Jouan


Para conhecer mais informações sobre este local incrível pode visitar o site Oficial: Catedral de Sal

Fontes e Fotos: Wikipedia, Flickr, http://www.catedraldesal.gov.co/, http://www.colombia.travel/, TrekEarth, outros net


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Não desista




Quantas vezes estamos tristes, desmotivados, meio perdidos ou até estamos passando por algum período de muito sofrimento.

Coisas assim acontecem com todos, mas tenho algo a dizer para você: Não desista!




Depois de toda chuva não vem o sol?
Depois de toda noite não vem o dia?
Motive-se.
Seja lá pelo período que você esteja passando agora as coisas vão melhorar.
Sempre melhoram, é só aguardar.
Olhemos para trás e vejamos tudo o que já aconteceu.
E se tivéssemos desistido bem no inicio, estaria onde está hoje? Não.
Você ganhou o que tem e está aqui hoje porque não desistiu.
Então não desista agora, continue em frente.
Peça ajuda a Deus para que lhe guie e dê sabedoria, porque Ele pode te ajudar quando você estiver triste e desmotivado.
Peça a Ele para te dar mais força para você aguentar esse período difícil e para que não desista.
Vamos, sei que você consegue.
Fale com Ele.
Agora levante a cabeça e olhe em frente.
Pense em todas as coisas boas que podem acontecer quando o sol brilhar forte novamente.
Siga em frente, espere o melhor e não desista.
Jamais desista.
Sempre adiante.

Texto - SITE: Momento de Reflexão
Fotos: Net




"E provável que o Senhor tenha criado a esperança no mesmo dia em que criou a primavera." (Bern Williams)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Nova Zelândia - New Zealand


Por vezes não é possível viajar, as razões podem ser várias, falta de dinheiro, de saúde, idade avançada, enfim podem existir diferentes factores e motivos. No entanto, isso não deve ser impeditivo de conhecer novos locais e costumes, podemos viajar sem sair da nossa cadeira, vendo fotografias que nos transportam, se assim a nossa predisposição quiser, a lugares longínquos.

Hoje vamos viajar até à … NOVA ZELÂNDIA

Boa viagem!

Foto: wallpapers.varjati.com


A Nova Zelância é um país insular no sudoeste do Oceano Pacífico formado por duas ilhas principais e um algumas ilhas menores, situadas perto do centro do hemisfério de água. As principais ilhas do Norte e do Sul são separadas pelo Estreito de Cook, com 22 km de largura no seu ponto mais estreito. Além das duas ilhas principais, as cinco maiores ilhas habitadas são a Ilha Stewart, Ilhas Chatham, Ilha Grande Barreira (no Golfo de Hauraki), Ilha D'Urville e a Ilha Waiheke.


Foto: Email recebido


Por causa de suas distantes ilhas periféricas e de seu longo litoral, o país tem extensivos recursos marinhos. É notável pelo seu isolamento geográfico, está situada a cerca de 2 000 km a sudeste da Austrália, separados através do mar da Tasmânia e os seus vizinhos mais próximos ao norte são a Nova Caledônia, Fiji e Tonga.

Foi uma das últimas terras a serem colonizadas por seres humanos. Estudos feitos sugerem que a Nova Zelândia foi fundada pelos polinésios do leste entre 1250 e 1300, concluindo uma longa série de viagens pelas ilhas do Pacífico sul. Ao longo dos séculos que se seguiram, esses colonos desenvolveram uma cultura distinta agora conhecida como māori.


Foto: Wikipedia_ TamatekapuaMeetingHouse_Photograph James Shook


Os primeiros europeus conhecidos por terem alcançado a Nova Zelândia foram o explorador holandês Abel Tasman e a sua tripulação em 1642, tendo havido confrontos nesse primeiro contacto. Os europeus não voltaram à Nova Zelândia até 1769, quando o explorador britânico James Cook mapeou quase todo o seu litoral.

A sua capital é Wellington. A cidade está situada ao lado de um porto natural, em colinas pendulantes e verdes. Devido aos fortes ventos que sopram na cidade vindos do Estreito de Cook, a cidade é conhecida pelos neozelandeses como Windy Wellington (a Wellington dos ventos). Wellington tornou-se capital da Nova Zelândia em 1865, substituindo Auckland.

As Principais Cidades de Nova Zelândia são: Auckland, Christchurch, Wellington, Hamilton, Rotorua.

Cultura
A Nova Zelândia é famosa pelas suas leis sociais e pelo respeito aos direitos humanos. Foi o primeiro país de governo autônomo a dar às mulheres o direito ao voto (1893), e aos idosos o direito às pensões. A cultura da Nova Zelândia é derivada de raízes européias e da adaptabilidade da cultura polinésia aos desafios associados com um ambiente maior e mais diversificado tendo os maoris desenvolvido assim a sua própria cultura. A cultura e hábitos Maoris são ricos e portadores de extrema espiritualidade onde se mantém toda a tradição de suas artes, lendas, tatuagens (moko), danças e roupas. Para eles, tudo o que está presente na natureza é sagrado, representa deuses e está vivo.


Foto: www.orthogonalthought.com


A Arte Maori é muito desenvolvida e predominan desenhos geométricos com significados espirituais. A Dança e a Música Maori estão sempre presentes. A Haka um mantra de guerra, é uma dança ensaiada para afugentar o inimigo, ou dizer que não se está com medo dele. Uma dança coordenada, em que as palavras são cantadas num tom forte e incitando o inimigo a aproximar-se. São utilizadas expressões faciais, caretas, mostram os músculos e fazem movimentos com os braços, dão um passo à frente, com uma postura de quem está prestes a arremessar uma lança e distendem a língua completamente para fora de forma ameaçadora, com signficado apenas de amedrontar. A Haka é cantada também, pela selecção de rugby da Nova Zelândia, os All Blacks.


Foto: Wikipedia_Avenue


Relativamente à Religião o cristianismo é a religião predominante na Nova Zelândia, cerca de 55% da população identifica-se como cristã, enquanto que 34% não tem qualquer religião. Outras religiões minoritárias significativas incluem o hinduísmo, o budismo e o islamismo.

A maior parte da população é de ascendência europeia, sendo os nativos māoris actualmente apenas uma minoria.


Foto: Wikipedia_Andrew Turner

Asiáticos e polinésios não-māori também são grupos de minoria significativa, especialmente em áreas urbanas. O país é predominantemente urbano, com 72% da sua população vivendo em 16 áreas urbanas principais e 53% vivendo nas quatro maiores cidades de Auckland, Christchurch, Wellington e Hamilton.

Relevo
O território da Nova Zelândia é longo (mais de 1 600 km ao longo de seu eixo norte-nordeste) e estreito (largura máxima de 400 km), com cerca de 15 134 km de costa e uma área total de 268 021 quilómetros quadrados.


Foto: Email Recebido (desconheço o autor)

Natureza - Flora
O Isolamento geográfico da Nova Zelândia, fez com que o país desenvolvesse uma única variedade de flora nativa. No entanto, a migração humana levou à importação de muitas outras plantas (geralmente referidos como 'exóticas' na Nova Zelândia).

 


Enquanto a maioria dos fetos do mundo crescem em climas tropicais, a Nova Zelândia abriga um número incomum de fetos para um país de clima temperado. O feto koru, é considerado um símbolo da Nova Zelândia. Existe uma grande variedade de fetos com as mais diversas formas.

Natureza - Fauna
Devido ao seu relativo isolamento a Nova Zelândia desenvolveu um ecossistema único, cuja característica mais distinta consistia na ausência, até à colonização polinésia, de quaisquer mamíferos terrestres, exceto aqueles que pudessem nadar lá (focas e leões marinhos) ou voar para lá (morcegos).


Foto: TrekEarth_Neroli

Aotearoa, a terra das nuvens longas e brancas, como é denominada pelos maoris, com as suas paisagens espectaculares, lagos transparente de águas cristalinas, picos cobertos de neve, belas praias, extensas florestas virgens, uma natureza magestosa, que aliada a uma fascinante cultura, torna este país um local único e a visitar, já que mais não seja virtualmente.

Fontes e Fotos: Wikipedia; email Recebido; toptravellists.net_New-Zealand-Lake-Wallpaper; http://wallpapers.varjati.com/; http://www.orthogonalthought.com/blog/index.php/2009/01/photo-of-the-day-maori-wood-carver/ ; http://discoverthetrip.com/city/image-gallery/rotorua.html ; http://www.travelandescape.ca/destination/fiordland-national-park/, http://www.forestwalks.com/ecotours.php; http://blogs.scientificamerican.com/; http://www.1zoom.net/Nature/wallpaper/303713/z1946.3/; http://www.deshow.net/travel/; http://wallpaperweb.org; outros

Poderá ver este post completo no meu blogue de viagens “Viajar é alargar os nossos Horizontes” em: Nova Zelândia - New Zealand

 

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

A Felicidade


Pintor: Daniel Ridgway Knight

 
Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei ou de pirata ou jardineira
Para tudo se acabar na quarta-feira

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor

A felicidade é uma coisa boa
E tão delicada também
Tem flores e amores
De todas as cores
Tem ninhos de passarinhos
Tudo de bom ela tem
E é por ela ser assim tão delicada
Que eu trato dela sempre muito bem

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A minha felicidade está sonhando
Nos olhos da minha namorada
É como esta noite, passando, passando
Em busca da madrugada
Falem baixo, por favor
Pra que ela acorde alegre com o dia
Oferecendo beijos de amor
 
 
Vinicius de Moraes


terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Clématis


Foto: http://www.compagniadelgiardinaggio.it/clematis


A Clemátis, é um género de plantas trepadeiras com flores maravilhosas e com um suave perfume natural.

É originária do hemisfério norte especifícamente da Europa, Ásia e America do Norte.

A clematis silvestre originária da China surgiu nos jardins japoneses por volta do século XVII. As selecções de exóticas clematis, dos jardins japoneses foram as primeiras a chegar aos jardins europeus, no século XVIII, muito antes das espécies chineses que foram identificadas nos seus locais nativos só no final do século XIX.

Existe grande diversidade de espécies, são cerca de 290 espécies diferentes de Clematis, e mais de 500 variedades resultantes de hibridizações e melhoramento genético.



Foto: Wikipedia_UpstateNYer

Algumas espécies são arbustivas, enquanto outra são plantas herbáceas perenes.

As espécies temperadas frias são caducas, mas muitas das espécies de clima mais quente mantêm a folha o ano todo.

Pode ser utilizada ao longo de muros cercas e vedações dando um lindo e encantador visual quando florescem.


Foto: www.cadysfallsnursery.com


Podem ser também plantadas para crescer através de outras plantas, nomeadamente arbustos e árvores.

As suas flores variam muito em cor, forma e tamanho consoante a variedade.


Foto: thegardencentregroup.co.uk


Podem ser simples ou dobradas, abertas(planas) ou campanuladas, com pétalas estreitas ou muito largas, nas mais diversas cores,com estames longos, ou com um tufo no centro das flores.

Os tons degrades dão-lhe um charme muito especial.

É necessário que a planta seja fertilizada de forma anual para que continue a crescer de forma saudável.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente, não suporta secas nem encharcamento do terreno.


Foto: www.gardenbuddies.com

Não aceita bem as temperaturas em excesso, frio ou calor. Embora sendo uma planta do Hemisfério Norte adapta-se ao clima temperado.

As suas flores possuem grandes concentrações de óleos essenciais, e este é um dos motivos pelo qual algumas espécies de Clematis são usadas na Aromaterapia.


Foto: www.compagniadelgiardinaggio.it


Fontes e Fotos: wikipedia; http://www.plantasonya.com.br/; http://www.jardineiro.net/; http://www.allvaso.com.br/; http://davesgarden.com/; http://www.thegracefulgardener.com/; http://www.mundodeflores.com/; http://flores.culturamix.com/; http://www.taylorsclematis.co.uk/; http://www.compagniadelgiardinaggio.it; www.thetreefarm.com ; www.gardenbuddies.com ; www.libriscrowe.com; perryhillnurseries.co.uk; Raymond Evison; www.degroot-inc.com.; fotocommunity.de; outros


Foto: fotocommunity.de

"Criar uma pequenina flor é um trabalho de eras." (William Blake)

domingo, 20 de janeiro de 2013

Janelas da alma




O sentimento e a emoção normalmente se transformam em lentes que filtram os acontecimentos, dando-lhes cor e conotação próprias.

De acordo com a estrutura e o momento psicológico, os fatos passam a ter significação que nem sempre corresponde à realidade.

Quem se utiliza de óculos escuros, mesmo diante da claridade solar, passa a ver o dia com menor intensidade de luz.





Na área do relacionamento humano as ocorrências também assumem contornos de acordo com o estado de alma das pessoas envolvidas.

É urgente, portanto, a necessidade de conduzir os sentimentos, de modo a equilibrar os fatos em relação a eles.

Uma atitude sensata é um abrir de janelas na alma, a fim de observar bem os sucessos da caminhada humana.



De acordo com a dimensão e o tipo de abertura, será possível observar a vida e vive-la de forma agradável, mesmo nos momentos mais difíceis.

Há quem abra janelas na alma para deixar que se externem as impressões negativas, facultando o uso de lentes escuras, que a tudo sombreiam com o toque pessimista de censura e de reclamação.


Coloca, nas tuas janelas, o amor, a bondade, a compaixão, a ternura, a fim de acompanhares o mundo e o seu cortejo de ocorrências.





O amor te facultará ampliar o círculo de afetividade, abençoando os teus amigos com a cortesia, os estímulos encorajadores e a tranquilidade.

A bondade irrigará de esperança os corações ressequidos pelos sofrimentos e as emoções despedaçadas pela aflição que se te acerquem.

O perdão constituirá a tua força revigoradora colocada a benefício do delinquente, do mau, do alucinado, que te busquem.

A ternura espraiará o perfume reconfortante da tua afabilidade, levantando os caídos e segurando os trôpegos, de modo a impedir-lhes a queda, quando próximos de ti.

As janelas da alma são espaços felizes para que se espalhe a luz, e se realize a comunhão com o bem.

Fontes - SITE: Momento de Reflexão
Fotos: Net



"A alma sensível é como harpa que ressoa com um simples sopro." (Beethoven


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Lithia Park


Foto: Panoramio_memphismike

Lithia Park é o maior e mais central parque de Ashland, Oregon, nos EUA.

É composto de 93 hectares (380.000 m2) de floresta ao redor de Ashland Creek.


Foto: thewallpapers.org

O seu nome tem a origem a partir de óxido de lítio (Li2O) ou "lithia", que se encontra no fluxo de água bombeada para o parque.

Lithia Park foi listado no Registro Nacional de Locais Históricos em 1982.

O parque tem dois enormes campos verdes, um coreto para apresentações musicais públicas, um bosque de plátanos, um jardim japonês e um jardim de rosas, duas lagoas com patos, campos de ténis, edifícios da comunidade e, no inverno, uma pista de patinagem no gelo. Também oferece áreas para piquenique e quilómetros de trilhas para caminhadas.


Foto: satsumabug.com-deer

Começou em 1892, quando a Associação de Chautauqua comprou oito hectares de terra dentro da área que é hoje Lithia Park, e neles construiu um edifício de cúpula para os seus shows. A sua ideia era trazer entretenimento e cultura para Southern Oregon.

Em 1908, a pedido do Clube das Mulheres para Melhoria Civica, o povo de Ashland aprovou uma medida para incluir a manutenção do parque na Carta da Cidade.


Foto: traveljapanblog.com

Ao longo dos anos o parque continuou a crescer junto com a comunidade que o rodeia.

Em 1910, foram construídas a lagoa pequena dos patos e o sistema de alimentação da cascata.

Lithia Park incorpora características distintas de um parque projectado segundo a tradição de Frederick Law Olmsted.


Foto: Wikipedia_VISITOR7

O desenvolvimento do parque começou em 1914, com a contratação de John McLaren (também designer de Golden Gate de San Francisco Park) como arquitecto paisagista.

O plano paisagístico de McLaren para Lithia Park pretendia seguir o desfiladeiro natural do curso de água.


Foto: designsalononline.com

Os plantios foram naturalistas na medida em que às plantas e árvores nativas como os amieiros, carvalhos, e coníferas foram incorporadas, outras plantas, como salgueiros, e numerosas variedades ornamentais que foram selecionadas pela sua resistência, forma e cor.

O plano, de McLaren, ainda hoje constitui o núcleo do parque, com muitas árvores, agora com cerca de cem anos de idade e ainda em vigor. Também ainda se mantêm trilhas para caminhadas, o lago superior, campos de ténis, o jardim japonês, bosques, bem como o terraço da fonte de mármore italiana.


Foto: Panoramio_redbeardthefierce

As plantações no parque ao longo dos últimos cem anos são uma mistura exuberante e diversificada, refletindo os ecossistemas do sul do Oregon, e incluindo espécies não-nativas e exóticas de todo o mundo a partir de canteiros cuidadosamente tratados.


Foto: people.tribe.net

Dentro do Parque, o visitante pode caminhar ao longo da trilha, do lado leste de Ashland Creek até à sede do Parque e obter um mapa mostrando a localização dos principais pontos, como a Fonte de Lithia (Lithia Water Fountain), Butler-Perozzi Fountain Terrace, Grove Sycamore ou ainda o Lago superior dos patos (Duck Pond superior).


Foto: miswallpapers.net

Muitos caminhos seguem ao longo do parque e o visitante pode acompanhá-los através de um guia de trilhas, que mostra as árvores mais significativas e importantes ao longo de todo o parque.


Foto: wallpapers5.com

Lithia Park é um local lindíssimo que mesmo só em fotografia alegra a nossa alma.

Mais informações em: Lithia Park

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.ashland.or.us/; http://www.nps.gov/nr/travel/ashland/lit.htm; http://lifeinashlandoregon.blogspot.pt/2012/02/lithia-park.html; http://www.city-data.com/; skyceremonies.com; wallpaper/Maple-Tree-in-Autumn-Lithia-Park-Ashland-Oregon/; miswallpapers.net_Lithia-Park-in-Autumn-Ashland-Oregon; wallpapers5.com_lithia-park-ashland-oregon; http://dustinkeirstead.blogspot.pt/; satsumabug.com-deer; traveljapanblog.com_lithia park; solangeabril.blogspot.com_Lithia_Park; designsalononline.com_Ashland; outros net.


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

♫ The Power Of Love ♫ Celine Dion






The Power Of Love


The whispers in the morning
Of lovers sleeping tight
Are rolling like thunder now
As I look in your eyes


I hold on to your body
And feel each move you make
Your voice is warm and tender
A love that I could not forsake


'Cause I am your lady
And you are my man
Whenever you reach for me
I'll do all that I can


Lost is how I'm feeling lying in your arms
When the world outside's too
Much to take
That all ends when I'm with you


Even though there may be times It seems I'm far away
Never wonder where I am
'Cause I am always by your side


'Cause I am your lady
And you are my man
Whenever you reach for me
I'll do all that I can
 

We're heading for something
Somewhere I've never been
Sometimes I am frightened
But I'm ready to learn
 
 
Of the power of love

 
The sound of your heart beating
Made it clear
Suddenly the feeling that I can't go on
Is light years away


'Cause I am your lady
And you are my man
Whenever you reach for me
I'll do all that I can







Topo