segunda-feira, 31 de agosto de 2020

🌼 Flor-de-viúva (Trachelium caeruleum L.)




Num dos meus passeios, encontrei estas flores nas rochas do Castelo de Torres Novas. Silvestres, simples e delicadas, deixo hoje os meus "olhares" sobre as:

Viúvas, ou Flor-de-viúva (Trachelium caeruleum L.)



Da família Campanulaceae é uma planta herbácea, perene de base lenhosa. As folhas são ovadas com margens dentadas. As suas flores são com forma tubular, pequenas e muito numerosas, agrupadas em inflorescências em corimbo, podendo ser de cor branca, azul ou roxa.






A natureza está sempre a surpreender-me.


sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Tens o dom de ver estradas




Tens o dom de ver estradas
Onde eu vejo o fim
Me convences quando falas
Não é bem assim
Se me esqueço, me recordas
Se não sei, me ensinas
E se perco a direção
Vens me encontrar

Tens o dom de ouvir segredos
Mesmo se me calo
E se falo me escutas
Queres compreender
Se pela força da distância
Tu te ausentas
Pelo poder que há na saudade
Voltarás

Quando a solidão doeu em mim
Quando meu passado não passou por mim
Quando eu não soube compreender a vida
Tu vieste compreender por mim

Quando os meus olhos não podiam ver
Tua mão segura me ajudou a andar
Quando eu não tinha mais amor no peito
Teu amor me ajudou a amar

Quando o meu sonho vi desmoronar
Me trouxeste outros pra recomeçar
Quando me esqueci que era alguém na vida
Teu amor veio me relembrar

Que Deus me ama, que não estou só
Que Deus cuida de mim
Quando fala pela tua voz
Que me diz: Coragem

Que Deus me ama, que não estou só
Que Deus cuida de mim
Quando fala pela tua voz
Que me diz: Coragem

Padre Fábio de Melo 



quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Wat Arun, que significa "Templo do Amanhecer" ou "Templo da Alvorada", fica localizado na margem do rio Rio Chao Phraya.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Deve o seu nome ao deus hindu Aruna, que é frequentemente representado como raios do sol nascente. Embora exista desde pelo menos o século XVII, a Torre central, Phra Prang, foi construída no início do século XIX, durante o reinado do rei Rama II. 


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


A Phra Prang (torre principal) é a característica mais distintiva de Wat Arun. De estilo Khmer, é um pagode em forma de estupa com incrustações de faiança colorida. Tem mais de 70 metros de altura e representa Mount Meru, a residência dos deuses. Ao redor da sua base há várias figuras de antigos soldados e animais. Por cima do segundo terraço há quatro estátuas do deus hindu Indra montado no seu elefante de três cabeças, Erawan. 




O seu exterior é decorado por conchas e pedaços de porcelana que foi proveniente de duas fontes diferentes, uma parte, foi usada como lastro por navios que chegavam a Bangkok vindos da China e outra é composto pelo famoso produto de benjarong tailandês doado pela população local.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Ao redor da Torre central há quatro Torres (prangs) mais pequenas e quatro mondops ou pavilhões que consagram imagens de Buda, representando quatro ocorrências importantes na vida do Buda, a saber: nascimento, primeiro sermão em Sarnath para cinco monges, iluminação e passagem para o nirvana final. Nas torres mais pequenas, dentro de nichos encontra-se a estátua de Phra Pai, o Deus do vento, a cavalo.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


O complexo tem duas áreas distintas, a área das Torres (Prangs) e uma outra lateral com várias estruturas, pavilhões, estátuas e jardins. 


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Mesmo junto ao rio há vários pavilhões abertos em estilo chinês.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Um lugar particularmente lindo em Wat Arun é a entrada do Ubosot, onde duas enormes estátuas, os Yakshas, lindamente decoradas, guardam o acesso à sala de ordenação dos monges, o Ubosot.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Esta área do complexo do templo é considerada a parte mais sagrada de Wat Arun. 


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Existe primeiro um pátio externo que serve como zona tampão do mundo exterior e depois um pátio interno onde se encontra o Ubosot.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)

Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


A serenidade reina no pátio interior. Um claustro coberto circunda o Ubosot e nele encontram-se alinhadas junto as paredes 120 estátuas de Buda na posição sentada. Estas estátuas são do reinado do rei Rama II. 


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


No pátio, numerosas esculturas de pedra importadas da China, mostram leões mitológicos, dragões, guerreiros e outras figuras místicas. 


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Phra Ubosot ou salão de ordenação (ordination hall)
Possui um teto de duas camadas com chofares, molduras de portas e paredes de porcelana colorida, forradas com bordas douradas. Nele se encontra uma imagem de Niramitr Buddha supostamente projetada pelo rei Rama II.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)

Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)

Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Mondop (santuário), uma estrutura quadrada com um telhado piramidal e contém cópia da pegada de Buda.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Para além das Torres (Prangs) e de todas as lindas estruturas arquitectónicas há que referir também os bem cuidados e espectaculares jardins que circundam o complexo.


Wat Arun o Templo do Amanhecer (Bangkok - Tailândia)


Fontes: Wikipedia; https://www.touristbangkok.com/wat-arun-temple-dawn/
Fotos: Pessoais

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Vestidas de BRANCO - Pinturas




Delicados, suaves e harmoniosos ...


Vestidos BRANCOS


Pintor: Charles Courtney Curran

Pintor: John Simmons

Pintor: Maria Boohtiyarova

Pintor: George Romney

Pintor: William Maw Egley

Pintor: Charles Courtney Curran

Pintor: An He

Pintor: Andrey Belichenko e Mariya Boukhtiyarova

Pintor: Guillaume Seignac

Pintor: Vladimir Volegov


sábado, 22 de agosto de 2020

Diana a fazer Bungee Jumping da Macau Tower

 


A minha filha Diana sempre teve um espírito muito aventureiro e como muitos amigos sabem vivem em Macau. Há alguns dias atrás quando falou comigo, disse que tinha uma novidade para me contar. Ainda bem que só me contou após a aventura, pois caso contrário, eu tinha tido certamente um colapso cardíaco.

A Diana e a amiga Cláudia foram fazer:  

Bungee Jumping da Torre de Macau






É o maior Bungee Jump do mundo a partir de um edifício e segundo maior do mundo em altura, sendo o local mais alto para saltar, a ponte Royal Gorge Bridge no Colorado, Estados Unidos com 321 metros. É um salto de 233 metros de altura, um voar sem asas.








Fica também o vídeo para sentirmos um pouco da adrenalina da Diana.

 

 

Diana e Cláudia, duas mulheres super corajosas.


sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Ninguém - Poema de Alphonsus Guimarães Filho





Ninguém se engane se soar a hora,
se todos os relógios, de repente,
gaguejarem nem sei que dor fremente
que nunca veio e não se foi embora.

Ninguém se engane se souber quem chora,
que um grande choro convulsivo e quente
virá das coisas como espada ardente
atravessando a carne ontem, agora.

Ninguém se engane se dos seus papéis,
dos seus livros inertes, um lamento
terrível se levante como um vento
de maldição e de intenções cruéis.

Tudo, a este instante, é como um grande grito
quase a romper as cercas do infinito.


Alphonsus Guimarães Filho 

in '"Discurso no Deserto" 

 

Topo