sexta-feira, 29 de junho de 2012

Divagar por Kuala Lumpur


Por vezes não é possível viajar, as razões podem ser várias, falta de dinheiro, de saúde, idade avançada, enfim podem existir diferentes factores e motivos. No entanto, isso não deve ser impeditivo de conhecer novos locais e costumes, podemos viajar sem sair da nossa cadeira, vendo fotografias que nos transportam, se assim a nossa predisposição quiser, a lugares longínquos, conhecendo outras culturas, outras realidades.

Hoje vamos viajar até Kuaka Lumpur.

Boa viagem!

Foto: Skyscape (photograph by KL Photography Contest


Kuala Lumpur tem as suas origens na década de 1850, quando o chefe malaio de Kelang, Raja Abdullah, contratou alguns trabalhadores chineses para abrirem novas e grandiosas minas de estanho. Eles desembarcaram na confluência de Sungai Gombak e Sungai Klang (Rio Kelang ) para abrir minas em Ampang. Sungai Gombak era antes conhecida como Sungai Lumpur, que significa rio enlameado. A cidade, portanto, derivada do nome Kuala Lumpur, que significa literalmente "confluência enlameada", em Bahasa Melayu.
Kuala Lumpur, é a maior cidade da Malásia e a sua capital. Recebeu o estatuto de cidade, em 1972, tornando-se o primeiro assentamento na Malásia a ser reconhecido com o estatuto após a independência. Em 1 de fevereiro de 1974, Kuala Lumpur tornou-se Território Federal.


Foto: wikipedia_author Daniel Berthold

A geografia de Kuala Lumpur é caracterizada por um enorme vale conhecido como Vale Kelang. Esse vale é margeado pelas Montanhas Titiwangsa a leste, várias extensões menores no norte e no sul e o Estreito de Malaca a oeste. Kuala Lumpur é um termo malaio que é traduzido como "confluência confusa" assim como está localizado na confluência dos rios Kelang e Gombak.
Protegida pelas Montanhas Titiwangsa e no leste da Indonésia, na Ilha de Sumatra, a oeste, Kuala Lumpur tem um ano inteiro de clima equatorial, que é quente e ensolarado, com chuvas abundantes, especialmente durante as monções. As temperaturas tendem a permanecer constantes.
Devido ao rápido desenvolvimento da Malásia e concretamente de Kuala Lumpur o que requer uma grande quantidade de mão-de-obra, deslocaram-se para aqui muitos trabalhadores estrangeiros da Indonésia, Nepal, Mianmar, Tailândia, Bangladesh, Vietname e China.


Foto: http://www.malaysia.com

Kuala Lumpur é formada por uma mistura de diferentes culturas. Diferente de toda a Malásia, onde o povo malaio compreende a maioria étnica, a maior parte dos habitantes de Kuala Lumpur são malaio-chineses. As outras principais culturas são representadas pelos malaio-indianos, euro-asiáticos, assim como os Kadazans, Ibans e outras raças indígenas do Leste da Malásia e da Península da Malásia.


Foto: http://www.misviajes.comyr.com/

A cidade tem muitos lugares de adoração para as multi-religiões da população. O Islamismo é praticado primariamente pelos malaios e pelas comunidades indianas muçulmanas. Há outras religiões como Budismo Maaiana, Confucionismo e Taoísmo (principalmente entre os chineses), Hinduísmo (entre os indianos) e Cristianismo.

A visitar

Petronas Twin Towers
As Petronas Twin Towers ou Torres Petronas dois arranha-céus com 88 andares e 452 metros de altura, concluídos em 1998. As torres foram projectadas pelo arquiteto Cesar Pelli, configuradas por estrutura de aço e vedação em vidro, e desenhadas de forma a lembrar motivos encontrados na arte islâmica, um reflexo da herança muçulmana malaia.


Foto: wikipedia_Autor Someformofhuman


Sultan Abdul Samad Building
Foi construído entre 1894 – 1897 e desenhado por A.C. Norman. O edificio alberga os escritórios do Ministério da Informação, Comunicação e Cultura da Malásia.


Foto: http://www.richard-seaman.com

Royal Palace (Istana Negara)
O Palácio do Rei, Istana Negara encontra-se rodeado por um belo parque verde com lagoas e é a residência oficial do rei da Malásia.

Sri Maha Sakthi Mohambigai Amman Temple
Adjacente ao Mid Valley Megamall é o ornamentado Sri Maha Sakthi Mohambigai Templo de Amã. O que torna este templo tão especial e único é a sua localização - este santuário 100 anos de idade, está situado bem no centro da Cidade do Vale do Médio movimentada. Ladeada por duas estátuas imponentes que atuam como guardiões do templo, este santuário também tem no interior uma enorme árvore “Bodhi” com uma estátua de um Buda meditando sob ela.


Foto: http://www.malaysiakltour.com

Chinatown
O colorido de Chinatown é bem conhecido. Profundamente imerso no Oriental cultura, património e história, Chinatown é sem dúvida um dos pontos turísticos mais populares na Malásia. À noite, a sua rua principal - Rua Petaling - é transformada num mercado animado e vibrante, repleto de centenas de barracas que oferecem todos os tipos de mercadorias em baratíssimo preços, pechinchar é o modo de vida aqui.


Foto: www.1zoom.net

Orchid Park (Taman Orkid)
Fica em frente ao Kuala Lumpur Bird Park (parque de pássaros), faz também parte do Lake Garden Park. Compreende um 1 ha floral paraíso, onde se pode admirar as orquídeas e e pegar dicas sobre como cultivar essas flores magníficas.




Hibiscus Garden
O jardim das orquídeas (Orchid Park), vai dar ao Garden Hibiscus. Este é um pequeno jardim com terraço, que fornece um panorama surpreendentemente colorido de inúmeras variedades de hibisco. O hibisco é a "Rainha das Flores Tropicais”. No Jardim Hibiscus existem mais de 2.200 variedades de flores raras e exóticas que vão desde a variedade única pétala a pétala múltiplas variedades em uma gama de cores e tonalidades.


Foto: http://shailsnest.com

Kuala Lumpur Butterfly Park
Está situado perto Lake Garden Park. O parque é uma imitação do habitat natural da borboleta e das florestas tropicais.


Foto: www.panoramio.com_Andrey Solitskiy

Para evitar que as borboletas saiam todo o parque é coberto por uma rede. O Parque abriga cerca de 6.000 borboleta borboletas de mais de 120 espécies. Neste belo parque existem mais de 15.000 plantas e várias lagoas.



Fotos: www.flickr.com_Jia Ren

Thean Hou Temple
O Thean Hou Temple é um dos mais antigos templos do sudeste asiático. O templo chinês é dedicado a Tian Hou, a deusa que protege os pescadores. É um local habitual de muitos devotos que vêm adorar Guan Yin - Deusa da Misericórdia.


Foto: wikipedia_ Author Gryffindor

Com imponente pilares, entalhes e pinturas murais nas paredes, esta estrutura de grandiosa tem uma sala de oração com três altares.

Batu Caves
Uma das atrações mais frequentadas de Kuala Lumpur é Batu Caves, um morro de calcário composto por três cavernas principais e outras mais pequenas. Com ídolos e estátuas erguidas dentro da caverna principal e em torno dele, este templo tem formações calcárias disse ser cerca de 400 milhões de anos.


Foto:http://www.malaysia.com

Considerado um importante marco religioso pelos hindus, a caverna mais popular em Batu Caves, Gruta da Catedral, casas de vários santuários hindus sob o seu tecto de 100 metros em arco. Os visitantes podem escalar 272 degraus para acessar as cavernas, durante milhares de devotos hindus Thaipusam vir a este site para executar rituais religiosos.

Kuala Lumpur é uma cidade fantástica com muito para oferecer a quem a visita.

Poderá ver este post completo no meu blogue " Viajar é Alargar o s nossos Horizontes " em: Divagar por Kuala Lumpur

Fontes e Fotos: wikipedia; http://www.goldentorch.com.my/; http://www.sunwaylagoon.com/; http://shailsnest.com/tag/kuala-lumpur/; http://www.malaysiasite.nl/; http://kualalumpurhotels.travel/; Trekearth; www.1zoom.net; http://www.199countries.com; http://www.malaysia.com; http://www.misviajes.comyr.com/; http://www.richard-seaman.com, http://beautifulmosques.com, Outros.


quinta-feira, 28 de junho de 2012

♫ Amigos para siempre ♫ José Carreras & Sarah Brightman






I don't have to say  a word to you
You seem to know  Whatever mood
I'm going through Feels as though
I've known you forever 

You
Can look into my eyes and see
The way I feel  And how The world is treating me
Maybe I have known you forever

Amigos para siempre
Means you'll always be my friend
Amics per sempre
Means a love that cannot end
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre 

I feel you near me
Even when we are apart
Just knowing you are in this world
Can warm my heart
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

We share memories
I won't forget
And we'll share more,
My friend,
We haven't started yet
Something happens
When we're together

When I look at you
I wonder why
There has to come
A time when we must say goodbye
I'm alive when we are together

Amigos para siempre
Means you'll always be my friend
Amigos per sempre
Means a love that cannot end
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

I feel you near me
Even when we are apart
Just knowing you are in this world
Can warm my heart
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

When
I look at you
I wonder why
There has to come
A time when we must say goodbye
I'm alive when we are together
Amigos para siempre
Means you'll always be my friend
Amics per sempre
Means a love that cannot end
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

I feel you near me
Even when we are apart
Just knowing you are in this world
Can warm my heart
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

Amigos para siempre
Means you'll always be my friend
Amics per sempre
Means a love that cannot end
Friends for life
Not just a summer or a spring
Amigos para siempre

Amigos para siempre




quarta-feira, 27 de junho de 2012

Tulipas e Provérbios Holandeses




"Saiba a respeito do que você diz, mas não diga tudo o que você sabe."




"Uma pessoa de compreensão necessita unicamente de meia palavra."




"Aprende-se com o passar do tempo."




"Você pode viajar o mundo, mas o melhor lugar é sua casa."




"Onde há uma vontade, há um caminho."

terça-feira, 26 de junho de 2012

Almoço em Família


Junho é o mês das sardinhas e mantendo a tradição os meus primos e amigos Fernando’s fizeram questão de nos convidar para irmos almoçar a casa deles. É sempre um imenso prazer estar em familia, e para a minha mãe é um dia muito especial, pois quebra a sua rotina e sente-se sempre feliz na companhia de todos.




Nós temos um coelhinho de animal de estimação, mas aqui os coelhinhos são apenas animais de criação, mas continuam a ser uma gracinha e os meus filhos não resistiram à tentação de os tirar da casota deles e de lhe fazerem festinhas.




O terreno dos Fernando’s é numa colina e por isso inclinado, mas está divinamente arranjado por patamares, podendo-se subir por um caminho bem preparado e de fácil acesso, por onde a minha mãe foi, ou através de escadas.




Ao longo de todo o caminho as hortênsias encantam o nosso olhar, dando-nos a ideia de estarmos no Norte do país.




A Lucília com o nosso apoio conseguiu subir até ao cimo do terreno, depois foi descansar, conversar e apreciar a paisagem.




Tal como a Lucilia o esforço foi grande também para a Mobby, que andou sempre a seguir-nos e por isso, aproveitou a sombra para descansar.




A casa da Fernanda tem um toque pessoal e especial em todos os seus cantinhos.




As flores encontram-se espalhadas por todo o lado dando côr e alegria a todo o espaço.





As dálias de várias cores também aqui estão presentes.





Outra das minhas flores preferidas os gladíolos, vejam como são lindos...



Foi uma tarde magnifica como sempre. Muito OBRIGADO meus amigos, por serem como são, umas pessoas extraordinárias.




"A melhor parte da vida de uma pessoa está nas suas amizades." Abraham Lincoln

sábado, 23 de junho de 2012

Uma ilha jardim - Garnish Island


Foto: http://www.paintings-and-poems-of-ireland.com

Garinish Island (também conhecida por Ilnacullin) está localizada em Bantry Bay perto de Glengarriff, West Cork, no sudoeste da Irlanda.


Foto: http://www.invectis.co.uk/

É uma pequena ilha de 15 hectares conhecida pelos amantes da natureza de todo o mundo como uma ilha jardim de rara beleza.


Foto: http://www.harbourqueenferry.com


Foi originalmente usada pelo Ministério da Guerra britânico como uma defesa contra a invasão napoleónica. Os jardins são o resultado da parceria criativa de John Annan Bryce e Harold Pets, arquiteto e designer de jardim.

O projeto incorporou caminhos pela floresta, um Jardim italiano, uma torre de relógio e um templo grego.

Garinish já tinha uma "Torre Martello" bem preservada, que se dizia ser a primeira do género a ter sido construída na Irlanda.


Foto: http://westcorkislands.com

Uma quantidade considerável de solo e turfa foi trazida para os jardins de Garinish, que crescem aninhados no interior da protecção de florestas plantadas há mais de 100 anos.


Foto: http://www.garnishisland.com/

Toda esta combinação aliada com as condições climáticas húmidas causadas pela corrente do Golfo e da configuração original Glengarriff Harbour formam um micro clima único permitindo que uma incrível variedade de espécies exóticas florescem.

Existem plantas exóticas de todo o mundo numa variedade quase infinita de árvores, arbustos e flores, oferecendo um caleidoscópio de cores e uma extraordinária variação de folhagem, num oásis de tranquilidade absoluta.


Foto: http://www.invectis.co.uk/


Ilnacullin é conhecida pela riqueza da sua flora, que dá à ilha um colorido diferente consoante as estações do ano. As cores vivas dos rododendros e azaléias atingem o seu pico em maio e junho, enquanto as centenas de cultivares de plantas trepadeiras, plantas herbáceas perenes e arbustos dominam o período de verão de junho a agosto. Durante setembro e outubro os tons ficam dourados com a chegada do outono.

A ilha foi legada ao povo irlandês em 1953, e foi posteriormente entregue aos cuidados do Serviço de Património do Estado.


Foto: http://www.garnishisland.com/


Está aberto aos visitantes a partir de 1 de Março a 31 de Outubro. O acesso à ilha é feito por pequenos barcos.


Foto: http://www.harbourqueenferry.com


Poderá ver este post completo no meu blogue de viagens “Viajar é alargar os nossos Horizontes” em: Uma ilha jardim - Garnish Island 


Fontes e Fotos: Wikipedia; ; http://www.invectis.co.uk/cork/gi_italian.htm; http://www.garnishisland.com/; http://www.cork-guide.ie/garnish.htm; http://www.westcorktravel.com/Features/Garnish.htm: http://www.harbourqueenferry.com; http://www.discoverireland.ie; http://westcorkislands.com; http://www.invectis.co.uk/; outros Net

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Peónia




As peónias são plantas com grandes e belíssimas flores perfumadas que encantam um jardim.




São originárias da Ásia, Sul da Europa e Oeste da América do Norte , sendo hoje cultivadas em todo o mundo.

O género Peónia compreende dezenas de espécies, de plantas herbáceas e arbustos. Existem também diversas variedades resultantes de hibridizações e seleções de peónias, principalmente na China, onde ela é uma importante planta ornamental, sendo considerada, inclusive, como símbolo nacional.




As espécies que se encontram nos viveiros não são espécies botânicas, mas os híbridos e cultivares, obtidos a partir da intersecção de determinadas espécies de floração peónias são geralmente divididos em dois grupos principais: as peónias árvore e peónias herbáceas.




A partir destes grupos de grandes através de sucessivos cruzamentos e híbridos dessas variedades foram obtidas interseccional, graças ao Sr. híbridos Toichi Itoh, estes peónias combinar as características de peónias de árvores e plantas herbáceas.

São plantas perenes, possuem uma folhagem verde escura recortada, bonita e abundante. O caule das flores pode exceder um metro de comprimento. As suas flores são exuberantes e de cores e formas variadas.




Quando as flores são muito grandes o caule pode ter tendência para dobrar, para ajudar a planta e proteger as flores pode colocar-se um tutor no centro do aglomerado de folhas onde se encontram as flores maiores e mais pesadas.

Periodicamente deve-se retirar as flores desbotadas e murchas. A peónia é uma flor que pode ser cultivada quer em vasos quer em jardins.

Pode ser plantada individualmente ou formando conjuntos de várias cores, dando assim cor, graça e alegria ao local onde se encontram.

A peónia pode crescer muito por isso, precisa de espaço para se espalhar.

Ao contrário das peónias herbáceas,as peónias árvore têm troncos de madeira, bem ramificados, que podem chegar a 150-200 cm de altura, estas peónias perdem as suas folhas no inverno, deixando o caule nu.




Solo: O solo deve ser fértil e húmido, com boa drenagem, ao qual se deve adicionar composto antes de plantar. As suas raízes não podem ser plantadas a mais de 2 cm de profundidade.

Luz: Preferem sol directo, embora também se possam desenvolver em sombra parcial. Gostam de crescer ao abrigo dos ventos frios e secos.

A situação ideal para o seu bom desenvolvimento consiste em estar numa posição intermediaria entre a sombra e o sol, procurando mais exposição ao sol em climas mais frios e menos exposição ao sol em climas quentes. Se colocadas em locais com sombra ou muito escuro, tendem a não dar flores.

Rega: Deve ser irrigada, no mínimo, duas vezes por semana em condições de muito calor, de forma a evitar que a terra fique seca.

Podar: as hastes das peónias arbustivas que deram flor no ano anterior e os ramos velhos devem ser podados para fomentar a emissão de novos lançamentos.


Foto: Net

Extremamente atraentes, elas são verdadeiras obras primas da natureza.

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://flores.culturamix.com/; http://plantasonya.blogspot.pt/; http://www.jardineiro.net/; http://davesgarden.com/; http://www.thegracefulgardener.com/; http://flowerpics.net/; outros

"Nós podemos conceber o que a humanidade seria se não conhecesse as flores?" ( Maurice Maeterlinck )

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Quando o ego se vai, fica Deus - Osho





A oração nada tem a ver com o que se conhece no mundo como oração. A verdadeira oração não é um ritual.

A verdadeira oração não tem a ver com igreja, tempo ou mosteiro. A verdadeira oração não é cristã, nem hindu, nem maometana.

A verdadeira oração nada tem a ver com as palavras, ela não é verbal. É a gratidão silenciosa. É uma reverência silenciosa à existência.

Portanto, esteja onde estiver, sempre que você sentir vontade de se curvar em reverência à terra, às árvores, ao céu, curve-se. Essa reverência ajudará você a lentamente, lentamente, desaparecer.

A oração é um dos melhores métodos para destruir o ego. E, quando o ego se vai, fica Deus. É o ego que esconde Deus em uma nuvem escura.

Quando a nuvem se dissipa, o sol brilha em toda a sua glória, beleza, grandeza, esplendor.

Osho



"Um simples pensamento de gratidão elevado ao céu é a mais perfeita oração." (G. E. Lessing)
Topo