domingo, 17 de março de 2019

11 Catedral de Santo Isaac - S. Petersburgo




A Catedral de Santo Isaac é a maior e mais sumptuosa catedral ortodoxa de São Petersburgo, Rússia. A catedral, dedicada ao padroeiro de Pedro, o Grande, foi construída em estilo predominantemente neoclássico, com a inserção de adornos bizantinos.




Antigamente, na zona do Almirantado existia uma pequena igreja de madeira dedicada a Santo Isaac da Dalmácia, que se substituiu por outra de pedra, que ficou imprestável em meados do século XVIII. Por último, no princípio do século XIX, decide-se erguer uma nova catedral. Participam no concurso destacados arquitectos da época. Saiu vencedor o jovem arquitecto francês Auguste de Montferrand. As obras prolongaram-se de 1818 até 1858. Tem capacidade para 14 mil pessoas.




Um dos conjuntos de esculturas é o encontro de Santo Isaac de Dolmácia com o Imperador Teodósio. 




Na decoração da Catedral de Santo Isaac empregaram-se 43 tipos de minerais. O zimbório foi revestido de granito, e o interior, paredes e chão de mármores russos, italianos e franceses. 




O seu interior é especatcular, decorado com ícones de mosaicos incrivelmente detalhados, pinturas e colunas revestidas de malaquita e lápis-lazúli. 




Um grande vitral de cores vivas do "Cristo ressuscitado" ocupa um lugar de destaque dentro do altar principal.





Adornam a catedral quase 400 obras entre esculturas, pinturas e mosaicos. 






O domo principal da catedral da cúpula mede 101,5 metros, tem 21,8 m de diâmetro e empregaram-se cerca de 100 kg de ouro. A cúpula é decorada com doze estátuas de anjos por Josef Hermann. Esses anjos foram provavelmente os primeiros grandes esculturas produzidas pelo novo processo, que era uma alternativa para fundição de bronze tradicional de esculturas. O projeto de Montferrand de a cúpula é baseada numa estrutura de ferro fundido.






Pode-se subir até à base da cúpula, de onde se desfruta de uma magnífica vista de São Petersburgo. 





Desde 1931 que a catedral é um museu.




Texto Explicativo: Wikipedia
Fotos: Pessoais

sexta-feira, 15 de março de 2019

34 🌼 Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


A tramazeira (Sorbus aucuparia) ou sorveira (em inglês: Rowan ou Mountain Ash), pertence à família das Rosáceas e distribui-se por toda a Europa, da Islândia à Rússia, passando pela Península Ibérica.


Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


É uma árvore de tamanho mediano, raramente ultrapassando os 15 metros de altura. Tolera o frio, podendo encontrar-se em elevadas altitudes. Os seus frutos são semelhantes às cerejas e ricos em vitamina C. 


Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


As suas bagas amadurecem entre setembro e outubro, atingindo entre 4 a 8 mm de diâmetro, de cor vermelha-alaranjada. Existem também algumas variedades rosadas, amarelas e brancas, entre as espécies asiáticas.


Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


Se as bagas forem comidas sem serem cozinhadas, podem provocar problemas digestivos, diarreia ou vómitos, devido a conterem ácido parasorbinico. Podem ser consumidas em xarope, chá (infusão), geleia ou licor.


Tramazeira (Sorbus aucuparia) ou Sorveira


Texto explicativo: Wikipedia; www.criasaude.com.br
Fotos: Pessoais

Topo