26/07/2021

5 Vida no Campo vista através da Arte Chinesa



Divagar o olhar pela arte, leva-me para além da minha realidade e pela sua delicadeza e encanto, alivia sempre as preocupações que estejam presentes no meu coração.

Hoje deixo como tema da Arte chinesa a:

Vida no Campo













Fontes: Pinterest


24/07/2021

18 A Linda e colorida Flor-da-fortuna




De cores vivas e que contrastam de forma espetacular com as suas folhas verdes e brilhantes, a Flor-da-Fortuna é uma planta que dá cor e alegria a qualquer lugar onde se encontre.




Kalanchoe ou Flor-da-fortuna



A Kalanchoe é um género de plantas suculentas da família Crassulaceae. É originária de África e é conhecida como Kalanchoe, Erva-da-Costa, Coerana, flor-da-fortuna ou kalandiva.





Possui folhas largas, grossas e em tom de verde escuro. Pode alcançar até 30 centímetros de altura. As suas flores, agrupadas em inflorescências, podem ser de diversas cores, como vermelhas, rosas, laranjas, brancas ou amarelas. O período de floração vai em geral do início do inverno ao fim da primavera. É conveniente ir retirando as hastes à medida que as flores vão murchando.





É uma planta resistente e fácil de cultivar. Gosta de solo solto bem drenado e fértil. Prefere lugares bem iluminados (varandas e jardins). Pode ser cultivada à meia-sombra, desde que receba luz solar direta algumas horas por dia. Exposta ao sol, as suas flores duram mais tempo.





A rega deve ser feita apenas sobre o solo, sem molhar as folhas ou as flores, pois caso contrário a planta pode apodrecer.
Deve-se deixar o solo secar antes de regar novamente. No verão pode ser regada apenas duas vezes semanalmente e no inverno apenas uma ou quando o substrato estiver começando a ressecar.





É muito apreciada no paisagismo, pela sua facilidade de cultivo e pelo colorido efeito que dá aos jardins devido à sua grande variedade de cores, podendo ser utilizada em bordaduras ou canteiros.
Também fica espetacular em vasos para decorar a casa.




Fonte explicativa: Wikipedia
Fotos: Pessoais

20/07/2021

25 Poema Rosas - Florbela Espanca




Rosa! És a flor mais bela e mais gentil
Entre as flores que a Natureza encerra;
Bendito sejas tu, ó mês d’Abril
Que de rosas inundas toda a terra!

Brancas, vermelhas ou da cor sombria
Do desespero e do pesar mais fundo,
Sois símbolos d’amor e d’alegria
Vos sois a obra-prima deste mundo!

Ao ver-vos tão bonitas, tão mimosas
Esqueço a minha dor, minha saudade
Pra sô vos contemplar, ó orgulhosas.

Eu abençoo então a Natureza,
E curvo-me ante vos com humildade
Ó rainhas da graça e da beleza!


Florbela Espanca



Topo