sábado, 30 de abril de 2011

Divagar pela Natureza com Pensamentos de Madre Teresa de Calcutá


Quanta pressa e correria enche os nossos dias, as horas parecem não chegar para tudo o que gostaríamos de fazer. Para aliviar todo esse stress, para aliviar a nossa alma de alguma amargura que a esteja a inquietar, paremos por alguns instantes e vamos divagar pela natureza apenas acompanhados pelos sábios pensamentos de Madre Teresa da Calcutá.



Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.



Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las.

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.

O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá.


Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiracão, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação.




As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.


5 comentários:

  1. Olá Maria
    Um post bem a meu gosto, relaxante e digo de uma boa reflexão.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Pensamentos profundos....para meditar...
    Compostos por Belas Imagens...
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga, quantos provérbios sábios que essa mulher nos legou.
    Confesso que ela, madre Teresa, é uma de minhas heroínas.
    Te aplaudo por este poste, muito bonito por sinal. Porque há beleza na tua alma.
    Um abraço, beijos em teu coraçao.

    ResponderEliminar
  4. Olá Maraia! Adorei os belos e profundos pensamentos da Madre Teresa de Calcutá, como também as belíssimas imagens.

    Beijos e ótimo domingo pra ti e para os teus.

    Furtadp.

    ResponderEliminar
  5. Preciosas y lindas imagenes , geniales.
    Saludos y abrazos.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo