domingo, 9 de maio de 2010

Açucena - A flor da altivez e elegância




As Acuçenas são as flores que representam a "Tristeza e Angústia" pela falta da pessoa amada. O seu nome derivado do latim significa frescura, brilho e planta de grandes e belas flores.


Foto: Pessoal


Na mitologia grega a Açucena (Amarílis ou flor-da-imperatriz) representa altivez, elegância e graça, e está relacionada ao deus olímpico Apolo, famoso por seu orgulho. Açucena é o nome genérico de várias plantas das famílias das Amarilidáceas e das Liliáceas. A branca está muitas vezes associada à pureza.


Foto: wikipedia_Kenpei


Nomes populares: Amarílis, açucena, flor de açucena, flor-da-imperatriz
Nome Científico: Hippeastrum hybridum
Pertence à Família: Amarilidáceas


Foto:Pessoal 

Foto: Pessoal

Em criança a minha avô tinha lindas açucenas brancas espécie Lilium candidum (Madonna Lily).


Foto: Pessoal

Sempre associei as açucenas a apenas esta espécie, mas existem cerca de 50 espécies de açucenas, sendo a maior parte originária da América do Sul e muitas nativas do Brasil.


Foto: www.gardenliliums.com.au

Foto: wikipedia_Stan Shebs

Foto: Pessoal

Esse tipo de flor desperta grande interesse para o cultivo ornamental, é uma óptima opção para quem gosta de um jardim bem colorido. Pode ainda ser utilizada em interiores, porém requer boa quantidade de luz.


Foto: sunsetmeadowslilygarden.com

Foto: Pessoal
 
Foto: Pessoal

Planta herbácea, bolbosa, com uma floração vistosa, podendo florir mais do que uma vez por ano. Para isso a planta deve passar por um período de repouso, sem rega nem adubação e num lugar fresco e escuro. A sua folhagem é também bastante ornamental, podendo chegar até 40 cm de altura, em algumas espécies desaparece no Inverno.


Foto: Pessoal

Esta planta foi sujeita a inúmeras hibridações, principalmente pelos holandeses, responsáveis pelo seu melhoramento genético. Possui flores cónicas, grandes, muito belas e de coloração branca, rosa, laranja, salmão ou vermelha. Existem flores multicolores, raiadas ou manchadas. Existem também variedades anãs, de flores pequenas e de flores dobradas.


Foto: 1ms.net


Plantação: Adquirir os bolbos e plantá-los no final do Inverno. Caso se pretenda guardar os bolbos temporariamente antes da plantação, estes devem ser armazenados num local fresco a uma temperatura de cerca de 9 Cº. Plantar em vasos ou floreiras ou em canteiros, enterrando cerca de 2/3 do seu tamanho, deixando a parte superior ou a ponta de fora do substrato. Regar logo de seguida.

Luz: Necessita de boa luminosidade. Evitar o sol directo.


Foto: Pessoal


Floração: 2-3 meses após a plantação. Floresce desde a Primavera até ao princípio do verão. Os bolbos forçados florescem no Inverno.

Temperatura: é uma planta muito sensível ao frío, não suportando temperaturas abaixo de 5-6 Cº. Necessita de calor para a floração. Prefere temperaturas perto dos 20Cº.


Foto: cowperhill.com

Solos: Leves, frescos, arenosos, bem drenados e ricos em matéria orgânica.

Multiplicação: Semente ou por divisão a partir de bolbos os quais devem ser separados da planta-mãe após o desaparecimento da folhagem. Pode-se também cortar o bolbo em gomos pequenos, plantá-los de seguida, no Outono, em areia.




Rega: Regar com moderação na altura da plantação até ao aparecimento da haste e das folhas. Aumentar a rega na altura da floração. 2 a 3 regas semanais devem ser suficientes. Parar de regar quando as folhas murcharem (período de repouso).

Adubação: Adubar com um fertilizante líquido para plantas de flor, de preferência rico em Ferro e Magnésio, a cada 10-15 días, na altura da floração e do aparecimento das folhas. Adubar até que as folhas murchem por completo para que o bolbo possa acumular reservas para o período de repouso.


Foto: 1ms.net

Período de Repouso: Neste período deve-se cortar as flores murchas e a haste floral. Continuar a regar e a adubar até as folhas murcharem para que acumule reservas. Manter a planta num lugar com muita luz. Cortar as folhas quando estas secarem por completo. Manter o bolbo seco, num local fresco e escuro, sem ser necessário retirá-lo da terra. Deve-se substituir a camada superficial do substrato por outro mais fresco.


Foto: 1ms.net

Foto: 1ms.net


Trasplante: Transplantar para outro vaso ou floreira a cada 3-4 anos.

Pragas e doenças: Tripés, ácaros, cochonilhas, afídeos, caracóis, lesmas.

Estas belissimas flores são muito apreciadas  pois o seu colorido e charme dão côr e alegria ao local onde se encontram.


Foto: Pessoal

Fontes e Fotos: “Mundodeflores”, “Wikipedia”, PlantasdeInterior”, “JardimdeFlores”, "Jardicentro". Artigos de André M. P. Vasconcelos, Márcia de Nazaré Ribeiro, Patrícia Duarte Paiva (Engenheiros Agrónomos); http://cowperhill.com/; www.bulbsdirect.com; davesgarden.com; www.freewalpaper.net; lilyflowerstore.com; www.hdwallpapersb.com; www.gardenliliums.com.au; outros net

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Foto: Pessoal


" Determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela." (Antoine de Saint-Exupéry)

7 comentários:

  1. Oh Maria....que trabalheira para nós
    descansadamente bebermos toda essa informação.
    Excelente trabalho....
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Uma aluna me perguntou se conhecia a flor açucena,e respondi q não,mas pesquisei e me surpreendi q tenho essa flor em meu jardim e não conhecia pelo nome,só sinto q depois de dar flor são perseguidas por alguns bichinhos q querem comer os bolbos o q fazer p proteger?Adorei as cores.

    ResponderEliminar
  3. Respondendo a anónimo
    Eu gostaria muito de ajudar, mas eu não sou expert neste assunto. Adoro flores e para além das fotografias gosto de incluir alguma informação sobre elas.
    Procurei na net e deixo abaixo 2 links de sites especialistas em plantas que talvez a possam ajudar.

    http://www.jardimdeflores.com.br/consultas.htm
    http://www.cultivando.com.br/duvidas_e_sugestoes.html

    Espero que consiga obter resposta às suas dúvidas.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  4. adorei tudo que voce me ensinou sobre açucena. ganhei um bulbo dela ,e amei mais ainda,depois de saber detalhes sobre ela. eu quando ganhei o bulbo,nao sabia de que flor seria. a minha ja nasceu ,algumas folhas ,estou ,ansiosa para ela nascer logo,para eu ver como e a minha. obrigada .bjossssssss denise manso21 de novembro de 2011

    ResponderEliminar
  5. Parabéns, realmente é um um trabalho maravilhoso.

    ResponderEliminar
  6. Qual a diferençaentre a açucana e o lírio?

    ResponderEliminar
  7. Respondendo a Anónimo
    Açucena é nome dado a algumas espécies de Lírios.
    Um abraço
    Maria

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo