segunda-feira, 30 de março de 2020

PINTURAS - Vestidas de AMARELO


Pintor:James Griffin


O amarelo é a cor do sol, representa o ouro, a energia, inspira confiança, optimismo e alegria. É a cor da criatividade, da inteligência e da vitalidade.

Hoje para dar mais cor e alegria ao dia de cada um, deixo:

Vestidas de Amarelo em Pinturas



Pintor:Pedro António

Pintor: Jiang Guofanf

Pintor: Élisabeth Sonrel

Pintor:Vickie Wade

Pintor: Edmond Aman-Jean

Pintor: George Arthur Gaskell

Pintor:  Julio Vila Prades

Pintor: Max Kurzweil


"A arte lava da alma a poeira da vida quotidiana "  Pablo Picasso


sábado, 28 de março de 2020

🌼 Cores da PRIMAVERA para colorir o olhar


Flores da Primavera


Toda a natureza renasce com a chegada da ....

Primavera


Olhares do ano passado, pois para já, só dá mesmo para recordar, não para sair e fotografar.

Flores para alegrar o nosso olhar 


Flores da Primavera


Flores da Primavera

Flores da Primavera

Flores da Primavera

Flores da Primavera

Flores da Primavera

Flores da Primavera



Saibamos agradecer e preservar a natureza, que em cada primavera  nos oferece toda a beleza, cor e perfume das flores.

Fiquem bem, em segurança, EM CASA e com saúde.


sexta-feira, 27 de março de 2020

Saudades - Casimiro de Abreu




Nas horas mortas da noite
Como é doce o meditar
Quando as estrelas cintilam
Nas ondas quietas do mar;
Quando a lua majestosa
Surgindo linda e formosa,
Como donzela vaidosa
Nas águas se vai mirar!

Nessas horas de silêncio,
De tristezas e de amor,
Eu gosto de ouvir ao longe,
Cheio de mágoa e de dor,
O sino do campanário
Que fala tão solitário
Com esse som mortuário
Que nos enche de pavor.

Então — proscrito e sozinho —
Eu solto aos ecos da serra
Suspiros dessa saudade
Que no meu peito se encerra.
Esses prantos de amargores
São prantos cheios de dores:
— Saudades — dos meus amores,
— Saudades — da minha terra!



Casimiro de Abreu




quarta-feira, 25 de março de 2020

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia




Divagando o olhar por Chiang Mai na Tailândia, para conhecer um dos seus lindos templos budistas:

Wat Buppharam


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


Wat Buppharam é um templo budista em Chiang Mai, Tailândia. Fundado em 1497 pelo rei Mueang Kaeo, o templo foi onde Kawila iniciou uma circunvolução ritual de Chiang Mai para reocupá-lo após dois séculos de governo birmanês. A maioria dos edifícios do templo data do final do século XIX.


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


A primeira visão que temos é de uma enorme imagem de walking Buddha 


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


O complexo do templo consiste em um ubosot (sala de ordenação), dois viharns (salões da assembleia - lugar de cerimónias budistas), um Dhamma hall (local para a pregação dos monges seniores), um chedi (também conhecidos como stupas ou pagodes, são estruturas altas em forma de cone que consagram relíquias importantes) e um poço que fornece água benta.


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


Logo na entrada e por detrás da imagem de Buda encontra-se a maior estrutura do Wat Buppharam e o edifício mais bonito do complexo do templo, o Dhamma Hall. Difere da construção típica da Tailândia, uma vez que é em forma de cruz, por um lado, e não orientada para o leste, por outro. Em vez disso, o Dhamma Hall está voltado para o norte e a sua construção é mais uma reminiscência dos templos birmaneses.


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


A escadaria para o segundo andar é linda sendo a entrada guardada por Makaras, criaturas da mitologia hindu retratada em parte como animal marinho, em parte animal terrestre. 


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


Quando fomos visitar o templo apenas o segundo andar estava aberto. No salão encontram-se várias imagens de Buda. Uma delas é considerada, segundo a lenda, a maior estátua de Buda feita em madeira de teca da Tailândia, trata-se da imagem de Phra Phutthra Naret Sakchai Phairi-Phinat, um Buda sentado na postura de Bhumisparsha. As esculturas em madeira atrás da imagem representam a história da imagem de Buda.


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


Uma das estruturas remanescentes mais antigas é o chedi (pagode), que foi construído há mais de quatro séculos. O chedi branco com uma torre de ouro é guardado por quatro leões de estilo birmanês, chamados Singha em tailandês. A base do chedi contém uma imagem de Buda nos quatro lados.


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia

Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


O entardecer em Wat Buppharam


Wat Buppharam - Chiang Mai - Tailândia


Fontes explicativas: Wikipedia; http://thailandforvisitors.com/; http://www.chiangmai.bangkok.com/ Fotos: Pessoais de visita a CHIANG MAI


segunda-feira, 23 de março de 2020

As DANÇAS Orientais do Pintor Fábio Fabri (1861-1946)




Hoje vamos conhecer um pouco da vida e obra do pintor:

Fábio Fabri - Danças





Fábio Fabbi é um pintor italiano, nascido em Bolonha em 18 de julho de 1861. Foi aluno (pintura e escultura) na Academia de Belas Artes de Florença, tendo sido nomeado professor em 1893. Especializou-se em pintura orientalista. 






Expôs as suas obras na Sociedade de Artes Plásticas de Turim, na Exposição de Belas Artes de Milão. Foi nomeado Cavaliere della corone d'Italia em 1898. Pintou um Sacro Cuore para a Igreja de Sant'Antonio Abate em Bolonha em 1902. 






Morreu em 24 de setembro de 1946 em Casalecchio di Reno. 




"Não se trata de pintar a vida, trata-se de fazer viva a pintura." Paul Cézanne

sábado, 21 de março de 2020

Margaridas - As flores da Simplicidade e Gentileza


Margarida e Joaninha


Delicadas, simples e lindas, as Margaridas simbolizam a inocência, a sensibilidade, a gentileza, a pureza e a paz.

De um dos meus passeios, ficam alguns "olhares" sobre as Margaridas Gigantes Brancas, e dois dos seus "amiguitos": uma joaninha e um caracol.




As Margaridas são plantas herbáceas perenes, originárias da Europa. Pertencem à família botânica Asteraceaetêm e têm como nome cientifico Chrysanthemum leucanthemum. Entre outros nome populares são conhecidas por: bem-me-quer, bonina, margarida, margarita, margarita-maior, malmequer ou malmequer-maior.






As margaridas são inflorescências chamadas capítulo, as marginais (pétalas) são brancas que abrigam as flores femininas, o disco central (amarelo) que é composto de diminutas flores hermafroditas amarelas. A sua folhagem é verde escura.




Devem ser cultivadas a pleno sol, em solos ricos em matérias orgânicas e as regas devem ser regulares. Para um melhor florescimento devem-se arrancar as flores secas.

Pode ser cultivada em vasos, floreiras ou canteiros. No paisagismo é muito utilizada em jardins, ficando linda em maciços e bordaduras.




Estes "olhares" iluminaram e deram mais cor e alegria ao meu dia, espero que estas fotos, consigam também, colorir o vosso dia.


Topo