domingo, 4 de julho de 2010

Áustria - Republik Österreich

Por vezes não é possível viajar, as razões podem ser várias, falta de dinheiro, de saúde, idade avançada, enfim podem existir diferentes factores e motivos. No entanto, isso não deve ser impeditivo de conhecer novos locais e costumes, podemos viajar sem sair da nossa cadeira, vendo fotografias que nos transportam, se assim a nossa predisposição quiser, a lugares longínquos.
Para todos os que gostam de viajar, nem que seja através da imaginação, aqui deixo fotos e informações, que nos vão permitir conhecer um pouco mais outras terras e culturas.

Hoje vamos viajar até á Áustria.

Boa viagem!

A Áustria está localizada na Europa Central. Faz fronteira com a Alemanha e com a República Checa no norte, Eslováquia e Hungria a leste, Eslovénia e Itália a sul e Suíça e Liechtenstein a oeste.

 Foto: www.zoom.net


Pradarias verdes, montanhas pitorescas, águas cristalinas, parques naturais idílicos, a magia da sua arquitectura histórica e a sua intensa vida cultural fazem da Áustria um país encantador.

Foto: hdwalppaper.com


O idioma oficial da Áustria é o alemão e a sua moeda é o euro.

O clima na Áustria, é um clima continental com invernos frios e frequentemente chuvosos ou nevados (no inverno as temperaturas mínimas variam entre 2°C e -15°C), e curto verões com temperaturas variando entre 20°C e 30°C..  No inverno a neve é frequente, o limite de neve perpétua varia entre 2.500 e 2.800 metros.

Foto:pessoal

Tipo de Governo: Áustria é uma república federal que inclui os seguintes estados: Burgenland, Carinthia, Baixa Áustria, Salzburg, Styria, Tirol, Alta Áustria, Viena e Vorarlberg.

A bandeira A bandeira nacional da Áustria é formada por três partes horizontais de igual proporção, sendo as exteriores de cor vermelha e a central de cor branca. À bandeira estatal é acrescentado o escudo nacional no centro.


O Brasão de armas da Áustria actual é utilizado desde o fim da Primeira Guerra Mundial.


Economia: A Áustria tem uma economia social de mercado bem desenvolvida e um altíssimo padrão de vida. Nos últimos anos, entretanto, a privatização diminuiu a participação estatal a um nível comparável a de outras economias europeias. Junto a uma indústria altamente desenvolvida, o turismo internacional é a parte mais importante da economia austríaca. Os sectores mais importantes da indústria são: cimento, produtos químicos, equipamentos eléctricos, madeira, móveis, vidro, ferro e aço, artigos de couro, veículos motorizados, instrumentos ópticos, papel e polpa, alimentos e bebidas, têxteis e roupas.

Foto: 1ms.net

Cultura: A Áustria, como uma grande potência europeia no passado, gerou uma grande contribuição para a cultura mundial em diversas formas de arte, especialmente a música. Desde o fim do século XVIII até a Primeira Guerra Mundial, em 1914, Viena era considerada a segunda capital cultural da Europa, superada apenas por Paris. Muitos dos mais famosos compositores eruditos do mundo nasceram na Áustria, entre os quais Wolfgang Amadeus Mozart, Joseph Haydn, Franz Schubert, Anton Bruckner, Gustav Mahler, a família Strauss, Arnold Schönberg, Anton Webern, Alexander von Zemlinsky, Siegmund von Hausegger e Alban Berg. A cidade de Viena historicamente sempre foi um dos mais importantes centros mundiais da inovação musical.

Foto: pessoal

Religião:  O Cristianismo é a religião predominante na Áustria. Os outros grupos cristãos mais significativos são os luteranos, concentrados na região da Caríntia e os ortodoxos a maioria imigrantes do Leste Europeu. Depois do Cristianismo, a religião mais numerosa é o Islamismo. Existem ainda pequenas comunidades de hindus, siks, budistas e judeus.

Gastronomia: A culinária austríaca é uma das mais multiculturais da Europa, tendo recebido influências da Hungria, República Checa, Itália e Alemanha (Baviera) e é muito conhecida internacionalmente pelos seus doces e massas folhadas. Alguns dos mais famosos pratos são o schnitzel vienense, o spätzle, um tipo de macarrão, o apfelstrudel - um tipo de torta de maçã com massa folhada e a sachertorte, um tipo de torta de chocolate.



A capital é Viena, capital mundial da música! Aqui viveram mais compositores conhecidos do que em qualquer outra cidade, e em Viena a música paira literalmente no ar. Avenidas largas e arborizadas, imponentes prédios históricos, palácios, museus e calçadas repletas de elegantes cafés e restaurantes.


O centro histórico de Viena é um dos conjuntos urbanos mais belos da Europa. Três épocas diferentes deixaram a sua marca inapagável no aspecto da antiga cidade residencial dos Habsburgo: A Idade Média, representada pela catedral gótica de Santo Estevão (Stephansdom), um dos símbolos vieneses por excelência, que parece erguer-se ao céu; o barroco, cujo legado mais importante é o palácio imperial Hofburg com as suas coloridas cúpulas; e os finais do século XIX, que ficaram imortalizados ao longo da avenida Ringstrasse, rua de traçado circular, em cujo percurso se pode contemplar magníficas edificações como a Staatsoper (ópera nacional) e o Museu de Belas Artes (Kunsthistorisches Museum), que estão localizados onde antigamente ficava a antiga muralha urbana.

Opera nacional
Foto: wikipedia_Jarbas

As inúmeras igrejas, palácios e parques contribuem para reerguer esse ar imperial próprio do centro histórico de Viena, acentuado ainda mais, se é possível, pelas valiosíssimas colecções compiladas pelos ricos governadores, e a centenária tradição musical da banda imperial da corte, além da música clássica de Mozart e das valsas da dinastia Strauss.


Foto: Wikipedia_Heinz

A Stephansdom, catedral dedicada a Santo Estêvão, pode ser considerada como o coração de Viena, bem na junção das principais áreas de pedestres, onde estão os melhores cafés, restaurantes e principais lojas da cidade. A torre de 137 metros de altura é o ponto mais alto da cidade. O seu telhado é formado por 250 mil azulejos vitrificados e o seu interior possui uma valiosa colecção de esculturas artísticas.

Foto: Wikipedia_davi

Schönbrunn, é o principal palácio de Viena. Ele é para Viena o que Versalhes é para Paris. Concluído em 1713, foi a residência de verão dos imperadores da Áustria. O imperador Francisco José (que governou de
1848 a 1916) nasceu aqui em 1830 e passou os seus últimos anos de vida neste palácio.

 Foto: Wikipedia_Airin

O palácio, o parque e o zoológico são Património Cultural da Humanidade desde 1996. Dos 1141 quartos 40 podem ser visitados.  A visita ao interior do palácio revela o ambiente de luxo, esplendor e riqueza da dinastia Habsburg, é como um passeio pela história gloriosa das cortes europeias daquela época.

Principais capitais:
Klagenfurt (Caríntia)
Klagenfurt, a Rosa de Wörthersee, está situada nas margens de um dos maiores lagos alpinos e de temperatura mais quente da Europa.

Foto: Wikipedia_Johann Jaritz

Um clima mediterrânico no verão, dias claros e ensolarados no Inverno, um Outono dourado e cheio de cor e uma suave primavera estão à sua espera na cidade de 90.000 habitantes. Klagenfurt possui um dos mais belos centros antigos da Áustria e por isso já foi merecedora do prémio “Nossa Europa” em três ocasiões. Na praça Neuer Platz, o dragão, símbolo de pedra característico da cidade, lembra da lenda do princípio de Klagenfurt.

Foto: wikipedia

Em Minimundus, o mundo em miniatura do Wörthersee, pode-se viajar por todo o mundo em poucas horas. Também é importante destacar que, como capital austríaca de eventos, Klagenfurt já foi premiada em duas ocasiões com o prémio austríaco “Event-Award Österreich”.

Foto: Wikipedia_Johann Jaritz

O Parque Nacional de Nockberge, é o coração da Áustria. Suaves cumes de rochas cristalinas, chamadas "Nocken" (gemas), caracterizam esta parte da paisagem da Caríntia.
O parque se situa entre os 1.300 e 2.440 metros de altura.

Eisenstadt (Burgenland)
Eisenstadt, a capital de Burgenland, situada aos pés de Leithagebirge, é a mais pequena capital da Áustria.
O monumento artístico de maior interesse em Eisenstadt é o Palácio Esterházy, originalmente um castelo de estilo gótico (1364) que o Príncipe Esterházy mandou derrubar e reconstruir de maneira magistral (1663-1672), transformando-o no centro da vida na corte. Hoje o Palácio é um lugar de cultura viva. Na Sala de Haydn, com motivo de celebrações e concertos, tocam-se as melodias de Joseph Haydn sob os maravilhosos frescos pintados no tecto.

Foto: placesonline,net

Merece também uma visita a montanha Kalvarienberg, a catedral Martinsdom, cujas origens remontam ao século XIII, a praça e também o Parque do Palácio, que foi um jardim barroco e, após a sua reconstrução em 1880, transformou-se em um jardim inglês.

Foto: wikipedia

O Parque Nacional do Lago Neusiedler See-Seewinkel é o único Parque Nacional de estepe da Europa central. A beleza deste parque nacional pode ser apreciada de diversas formas, tanto em excursões guiadas a pé, como em circuitos de carroça com cavalo, passeios a cavalo ou excursões de bicicleta.

Foto: fanpop.com

Bregenz (Vorarlberg)
A capital de Vorarlberg está situada nas margens do terceiro maior lago da Europa Central e possui um variado programa de actividades desportivas e culturais.

Foto: austria.info

Os 1.064 metros de altura do monte Hausberg Pfänder oferecem vistas únicas, enquanto os barcos do lago convidam a fazer passeios românticos.

Foto: wonderfull-tourism.com

Os Festivais de Bregenz ocupam a primeira posição no que se refere à cultura. Nele, há mais de um século e meio, grandes directores colocaram em cena óperas com a orquestra "da casa", a Sinfónica de Viena, num impressionante cenário sobre o lago.

Foto: amazingwordl.net

Os aventureiros podem apreciar um amplo leque de actividades como andar de bicicleta, praticar mountain bike, fazer trilhas, parapente e ainda praticar todo o tipo de desportos aquáticos.
Do monte Pfänder, por onde circula um comboio panorâmico, poderá desfrutar de belíssimas paisagens para as montanhas suíças, o lago Constaza, a região de Allgäu e o topo do Bregenzerwald até Widderstein, na fronteira com o Tirol.

Foto: 1zoom.net

Linz (Alta Áustria)
Linz, no coração da Áustria, é uma cidade surpreendente em que o ultra-moderno está presente em simultâneo com alguns dos elementos mais antigos da Europa. A cidade situada às margens do Danúbio oferece uma riqueza de monumentos que são testemunha da sua  história centenária.
Foto: ds-lands.com

O estilo renascentista está fortemente presente em várias obras arquitectónicas como no grande edifício do Landhaus ou na antiga Prefeitura, erguida em 1509. Vestígios do Renascimento também podem ser encontrados no terceiro andar da Casa de Mozart, onde Wolfgang Amadeus compôs em 1783 a "Sinfonía de Linz”.
No Jardim Botânico, é possível admirar mais de 10.000 espécies de plantas diferentes ou fazer excursões no comboio amarelo, o Linz City Express,  ou no Pöstlingbergbahn, o comboio de montanha com o percurso mais íngreme da Europa, ou ainda dar um passeio num barco pelo Danúbio.

Foto: wikipedia

Outro atractivo são os eventos culturais, como as importantes apresentações dos teatros Linzer Landestheater e Kammerspiele. Festivais como o Ars Eletrônica ou o de Bruckner fizeram de Linz uma cidade conhecida internacionalmente.

Graz (Estíria)
A"cidade antiga" de Graz é um dos centros de cidade mais bem preservados da Europa Central. Classificada como Património Mundial da UNESCO em 1999, Graz tem preservado monumentos que datam da Idade Média. Uma profusão de edifícios grandiosos, mosteiros, igrejas, palácios burgueses, praças e estátuas dão conta dos diversos períodos históricos, desde o Gótico à Renascença Italiana, passando pelo Barroco, numa harmoniosa combinação de estilos que deixam o visitante completamente maravilhado.

A imagem da segunda cidade mais importante da Áustria, ao redor do Schlossberg com a famosa torre do relógio, vem consolidando-se há séculos. Actualmente uma paisagem urbana impressionante onde convivem desde a Idade Média mostras dos mais importantes estilos arquitectónicos, como o gótico ou o renascentista, o barroco, o histórico, sem esquecer da arquitectura moderna, como a Ilha flutuante do rio Mur, a Casa da Literatura, o elevador de cristal da coluna de Santa Maria, o pavilhão de congressos de List e a sombra da torre do relógio que acompanha o símbolo da cidade desde 2003.

Foto: Fanpop.com

Festivais culturais de prestígio, como o de "Styriarte", dedicado especialmente à música clássica, ou o Outono da Estíria (Steirischer Herbst), festival que gira em torno do teatro, arte pictórica, cinema, literatura e música, serão outra atracção da cidade, assim como os seus Verões de Jazz ou concertos no castelo de Eggenberg.

Innsbruck (Tirol)
Innsbruck é a capital do Estado do Tirol, localizada no vale do Rio Inn, no meio dos Alpes Austríacos. Ela é atravessada por esse rio, de onde vem o seu nome, já que a palavra bruck tem origem na palavra de língua alemã Brücke, que significa "ponte", o que leva a cidade a chamar-se "Ponte do Rio Inn".
No coração dos Alpes misturam-se o passado e o futuro: em Innsbruck os seus monumentos de fama mundial são testemunhas de uma grande história e convivem com a sua notável e internacional arquitectura pós-modernista. Centro de fabricação de peças de cristal é internacionalmente conhecida pelos seus desportos de inverno.

Foto: Innsbruck.info

O Palácio Imperial de Hofburg, o Castelo Ambras, a torre Ottoburg e a Basílica Wilten narram a vibrante história de Innsbruck, ligada a nomes como Philippine Welser ou Andreas Hofer. Mas, sem dúvida, foi o Imperador Maximiliano I a personalidade mais conhecida mundialmente, que deixou uma herança de jóias culturais na cidade, como o “Goldenes Dachl” (Telhado Dourado), que foi colocado na Igreja da Corte.

Foto:wikipedia_Taxiarchos228

Innsbruck também causa admiração pela impressionante paisagem montanhosa dos seus arredores. Para chegar aos pastos alpinos, onde o silêncio da montanha só pode ser quebrado pelo som de um riacho próximo ou do sino de alguma vaca, é preciso caminhar durante muitas horas ou até mesmo dias.

Foto: FreeWalpapper.net

Innsbruck oferece a combinação singular do ski durante o dia e da ópera à noite. Em qualquer canto da cidade é possível apreciar a paisagem de tirar o fôlego das montanhas alpinas de Nordkette.

Salzburgo
Salzburgo encontra-se num quadro natural único, um importante lugar de história e de beleza. A cidade antiga é uma verdadeira jóia artística na qual se encontram edifícios da Idade Média, do Românico, do Renascimento do Barroco... todos os períodos e todos os estilos parecem ter deixado a sua marca em Salzburgo.

Foto: 1zoom.net

Quando formava uma Cidade-Estado governada pelos seus Príncipe-Arcebispos, a arte gótica se expandia por toda a cidade por conta de inúmeros artistas, antes que a sua luz brilhasse ainda mais intensamente com a intervenção dos arquitectos italianos, Vincenzo Scamozzi e Santini Solari, a quem o centro de Salzburgo deve, em grande parte, seu marcado carácter barroco.


Este encontro entre o Norte e o Sul da Europa, não é nada desconhecido para o génio mais ilustre dos seus filhos, Wolfgang Amadeus Mozart, nascido na mundialmente conhecida rua dos cereais “Getreidegasse”, e cuja figura evoca na cidade uma atmosfera incomparável, viva, mesmo do distante terraço da Fortaleza Hohensalzburg, ao contemplar os telhados dos edifícios do centro antigo.

Foto: 1zoom.net

Devido o seu valor artístico e histórico e a harmonia da cidade antiga, Salzburgo foi declarada em 1997, patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO.

Hallstatt-Dachstein
O ambiente histórico de Hallstatt-Dachstein, que compreende as cidades de Hallstatt, Gosau, Obertraun e Bad Goisern, forma o núcleo do Salzkammergut interior.

Foto: 1hdwallpapers.com

As imponentes montanhas que rodeiam as cidades fascinam pela sua rara fauna e flora e pela sua importância como lugar arqueológico, mas acima de tudo, pelo testemunho de seus 2.500 anos de contínuo património cultural.

Foto: 1zoom.net

A actividade humana nesta esplêndida paisagem natural começou na época pré-histórica com a exploração dos seus depósitos de sal, 2000 anos antes de Cristo. Esta fonte de riqueza constituiu a base da prosperidade da região até meados do século XX e vê-se reflectida na bela arquitectura da cidade de Hallstatt, onde o sal foi "o ouro branco”. É tal a importância que teve na época pré-histórica do Bronze que um de seus períodos foi denominado “Idade de Hallstatt”.

Foto: 1zoom.net

A localidade de Hallstatt está integrada num conjunto classificado Património Mundial pela UNESCO denominado Área de Paisagem Cultural de Hallstatt-Dachstein Satzkammergut.

Lagos
A Áustria possui vários lagos, grandes, famosos e, merecidamente, muito populares, entre eles podemos salientar:

Carinthia - Feldsee/Brennsee
Este lago pitoresco está localizado a 739m acima do nível do mar, incrustado entre os suaves topos de Mirnock e Wöllaner Nock. No mês de Agosto de cada ano, a cidade situada nas margens do lago, promove a maior Festa do Peixe de Caríntia.

Foto: Wikipedia_Johann Jaritz

Alta Áustria - Oberinnviertler Seenplatte
O “Oberinnviertler Seenplatte” compreende três lagos de terreno turfoso, 350 milhões de m² de florestas e é o maior pântano de esfagno da Europa, bem como uma reserva única de natureza e de pássaros. A região fica perfeitamente encaixada entre turfeiras, exuberantes pastos e florestas frondosas oferecendo ao visitante uma paisagem realmente impressionante.

Foto: 1ms.net

Salzburger Land – Hintersee
Este pequeno lago está localizado perto dos famosos lagos Wolfgangsee e Fuschlsee e é perfeito para os românticos que procuram paz e tranquilidade. O Lago Hintersee possui apenas 1,7km de comprimento e 700m de largura e possui uma profundidade máxima de 22 metros.

Foto: Wikipedia_Batschi47

Almsee
Almsee é um lago, situado no vale Almtal, 11 km a sul da aldeia de Grünau im Almtal.


Foto: wikipedia_Michael Gredenberg


Irrsee
Irrsee é um lago em Salzkammergut. A sua superfície é de aproximadamente 3,5 km ² e a sua profundidade máxima é de 32 metros.

Foto: wikipedia_Tshinbum


A Áustria, é um país para se visitar em qualquer época do ano, pois oferece uma infinidade de pontos de interesse, desde a música, ao património histórico, desportos de Invernos, ou Viver a natureza em pleno.


Fontes e Fotos: “Manualdoturista”; “Viagensimagens”; “Wikipedia”; “destinoseviagens”; “Viagenspelomundo”; “áustria.info”; 1zoom.net; 1ms.net; outros net


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.


Foto: 1ms.net

“Viajar é estar aberto ao novo, aos outros e a ver a vida com outros olhos.” (Cristiane Galvão)

18 comentários:

  1. Querida Maria
    Obrigado por este passeio à Áustria, país que pouco conheço e que nem sonho poder visitar.
    Fiquei encantado com toda esta organização. Aqui a política é outra, sem a ganância dos gestores depravados e corruptos.
    Em contrário não se veria a conservação de todas as obras antigas onde reina o bom gosto, história e encantos naturais.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns!maravilhosas fotos e adorei conhecer a Austria contigo, cada detalhe bem mostrado!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Minha querida Maria

    Vou viajando contigo, nas tuas belas fotos e descrições, adoro sempre as tuas postagens.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  4. Maria

    Que passeio fascinante!

    Nossa,lembre-me do filme "The Sound of Music", Esse filme sempre me despertou a vontade de conhecer esse lugar lindo.

    Obrigada por nos dar essa oportunidade!

    Bjs

    Chris

    Em tempo, convido você para ver um vídeo que postei que mexe muito com a gente,
    deixe la um comentário.

    ResponderEliminar
  5. Simplesmente demais... adorei a viagem que nos proporcionou...

    Shalon!!!

    ResponderEliminar
  6. Obrigada pela viagem guiada...gostava de um dia poder realizar essa viagem...a um dos meus países de sonho...Austria e Itália.
    um abraço
    tulipa

    ResponderEliminar
  7. Que passeio maravilhoso vc nos proporcionou, obrigada.

    Tenha uma linda semana.

    Tomara que essa semana seja
    para você um ínicio de vida
    inteiramente azul...

    Que o mau humor e as coisas
    ruins fiquem bem longe de
    você...

    Que você comemorar cada novo
    dia...

    E aceite cada momento como um
    presente especial da vida para
    você.

    Você possa declarar, demonstrar
    e receber muito amor...

    Que sonhe e voe cada vez mais
    alto, e alcance seus sonhos!

    Que você possa e saiba trabalhar
    e estudar, e fazer tudo com prazer.

    Que saiba descansar, se divertir
    e fazer o que você gosta!

    Seja sempre essa Pessoa Especial
    que é!

    Que você tenha uma Linda Semana!!!

    (texto da net).

    beijooo.

    ResponderEliminar
  8. Maria,
    a cada visita em teu blog,saio mais culta.Obrigada!

    Excelente semana,com boas energias sempre!
    bjs,
    Mari

    ResponderEliminar
  9. Contemplar essas paisagens me propocionou grande alegria, estive passo a passo dentro delas.
    Muito obrigado por causar tanta felicidade, realizando meus sonhos e de minha pequena Yasmin
    que é morar na beira de um lago.
    reginakarate@hotmail.com
    yasminkarate@hotmail.com

    ResponderEliminar
  10. tudo sempre é parte de um todo.
    Aquele que completa e se vai.
    Aquele que buscar, sem saber se encontraras.
    aqule que é sem saber o que seras, enfim tudo é um todo
    Abraços mui obrigado pelas paisagens...
    Mariano - Brasil Minas Gerais.

    ResponderEliminar
  11. Lindo o seu trabalho, em especial, este sobre a Austria.
    Parabéns.
    Lídio Araujo - Balneario Camboriu/Brasil
    lidiojosearaujo@hotmail.com

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde, viajo para Viena dia 28 de Outubro, e esta viagem virtual ajudou-me a tirar as dúvidas de onde teria mesmo que passar. Obrigado e continuação de bom trabalho

    ResponderEliminar
  13. Imagens maravilhosas! adorei! Amo a Austria!

    ResponderEliminar
  14. Amei seu cantinho Maria, sou Ambientalista e amo a natureza Obrigada Débora

    ResponderEliminar
  15. OI QUERIDA ADOREI A VIAGEM , AMO A NATUREZA E A AUSTRIA É TUDO DE BOMMMM

    ResponderEliminar
  16. Maravilhosoooo é tudo que dá pra dizer ... sem palavras ... adoro a Austria !!!

    ResponderEliminar
  17. Maria, adorei conhecer a Áustria a partir do seu olhar sensível e elegante. Foi maravilhoso fazer essa viagem a um pais tão rico culturalmente, quanto belo. Parabéns pelo blog. Um abraço desde o Brasil.

    Gersilene

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.