terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Dia dos Namorados - Amo-te sem Saber como




Para o meu eterno Namorado, o meu companheiro, o meu amigo, o meu Marido, desejo um DIA Maravilhoso. Que o infinito seja o nosso limite.
 



Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou seta de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te directamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono.


Pablo Neruda, in "Cem Sonetos de Amor"



19 comentários:

  1. Bom dia querida amiga,muito linda a sua partilha ,amor é assim mesmo um doar mútuo permante ,pois ele é entrega, é paixão,é carinho, é partilha ,é simplesmente estar presente em todos os momentos, querida amiga que o amor seja sempre uma constante na vossa vida, muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo soneto amor. É lindo, assim como o blogue que está com um aspecto fantástico.
    Ainda bem que continuamos a ter a oportunidade de estar juntos e de celebrar este dia como se fosse o primeiro.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Lindo post e carinho! Felicidades aos dois! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Pablo Neruda,o poeta do amor
    mas as suas palavras também dizem o que significa "AMOR"
    NAMORADO- COMPANEIRO- AMIGO
    abraços

    ResponderEliminar
  5. Que linda homenagem a esse dia dos namorados Maria Rodrigues!
    Aqui no Brasil,comemoramos no dia 12 de junho.
    Desejo um feliz dia dos Namorados a você e ao marido.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Parabéns então para ambos.
    Excelente esta escolha para presentear o seu Marido. Amei

    Beijo e um dia de S. Valentim muito feliz.

    ResponderEliminar
  7. Que lindos, muito amor e paz pra vocês.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  8. Esse amor-raiz que Pablo se propõe a descrever nesse belíssimo e reflexivo poema é aquele que cresce para dentro, para o profundo da terra do coração a que ninguém vê, mas que está ali, semeado, fortalecido, vivo e abundante. É uma grande declaração a quem se ama! Parabéns aos dois. Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Feliz Dia Dos Namorados p vcs, Maria! O amor deve ser cativado mais e mais!!!
    Lindo poema...
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Boa Tarde, querida Maria!
    Sejam felizes e abençoados!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  11. "Amo-te sem saber como",
    mas sei como bem te amar
    nesta vida que tanto amo
    para sempre te acompanhar!

    Que esses sorrisos vos acompanhe toda a vida.
    Muitas felicidades, boa noite e bons sonhos,
    Abraços.

    ResponderEliminar
  12. O amor precisa ser celebrado. E você escolheu versos tão intensos para comemorar a data
    Adoreiiii
    Feliz Dia dos Namorados
    Beijokinhas

    ResponderEliminar
  13. Maria
    O segredo, do namoro para sempre estará sempre em o alimentar em permanência. Vale o soneto de Pablo Neruda.
    Agradeço que veja, por favor, leia e comente BRASIL - O SORRISO DE DEUS.
    Florianóplis - Floripa
    http://amornaguerra.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. O importante é permanecer namorando, Maria.

    ResponderEliminar
  15. Lindíssimo poema amiga Maria!..
    Demonstra que as rosas
    só se plantam em bom chão,
    e brotam sempre de amor
    num lindo coração!
    Essa imagem fala por mil palavras.
    Obrigada querida Maria
    por todas as suas maravilhas e gentileza.
    Beijinho Querida.
    Luisa Fernandes
    https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Olá Maria, beleza de escolha fizeste, um poema que expressa o amor compartilhado em versos.Parabéns, que esse amor perdure pra sempre!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  17. Uma bela homenagem, Maria. Que sejam felizes por toda a vida!
    E Pablo Neruda, na minha opinião, é o poeta do amor. Como gosto, do que escreve.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.