sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Soneto XXXV de William Shakespeare





Não chores mais o erro cometido;
Na fonte, há lodo; a rosa tem espinho;
O sol no eclipse é sol obscurecido;
Na flor também o inseto faz seu ninho;

Erram todos, eu mesmo errei já tanto,
Que te sobram razões de compensar
Com essas faltas minhas tudo quanto
Não terás tu somente a resgatar;

Os sentidos traíram-te, e meu senso
De parte adversa é mais teu defensor,
Se contra mim te excuso, e me convenço

Na batalha do ódio com o amor:
Vítima e cúmplice do criminoso,
Dou-me ao ladrão amado e amoroso.

William Shakespeare



13 comentários:

  1. Não conhecia.
    Obrigada pela partilha
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Só mesmo a poesia romântica de Shakespeare para trazer esse belíssimo soneto de perdão por amor, tema hoje tão controverso. Não o conhecia. Belíssimo. Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Acabamos por chorar sempre o erro cometido...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela escolha. Soberbo poema!

    Beijo
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. Willian Shakespeare,sempre maravilhoso!
    Lindo Maria Rodrigues.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Grande poeta!!
    Beijinho
    https://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Há quem diga que na literatura, depois de Shakespeare, nada foi dito de novo.
    Excelente escolha, Maria, reveladora duma alma sensível e preocupada com o equilíbrio das coisas.

    Um bom FDS :)

    ResponderEliminar
  8. Maria
    Sendo um poema clássico de Shakespeare, de erudição, está tudo dito. Nunca será demais ler e reler.
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde Maria,
    Muito obrigada por ter partilhado este soneto.
    Também não conhecia.
    Muito bem ilustrado.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  10. No lo habia leido, Maria...Precioso!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  11. Belíssimo soneto acompanhado de uma imagem deslumbrante!
    Grata pela partilha que espelha sempre o teu bom gosto e
    sensibilidade, querida Maria.
    Um final de semana alto astral para ti!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Belo, mas com uma chave bizarra,
    atendendo à autoria...
    Ótimo final de fim de semana.
    Beijo
    ~~

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo