sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Para onde vão os Sonhos - Poema de Cecilia Meireles




Para onde é que vão os versos
que às vezes passam por mim
como pássaros libertos?

Deixo-os passar sem captura,
vejo-os seguirem pelo ar
─ um outro ai, de outros jardins...

Aonde irão? A que criaturas
se destinam, que os alcançam
para os possuir e amestrar?

De onde vêm? Quem os projeta
como translúcidas setas?
E eu, por que os deixo passar,
como alheias esperanças?



Cecília Meireles





13 comentários:

  1. Um dia que começo a ler Cecília Meireles, só pode correr muito bem.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Adoro Cecília.Linda escolha! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Que bonito! Excelente escolha.

    Beijo. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Também escolhi esta poetisa para "os pensamentos da gracinha"!!!
    São sempre belíssimas escolhas!
    Bom fim de semana!!!

    ResponderEliminar
  5. Adoro Cecilia Meirelles.
    Lindo poema.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Versos que nos encantam Maria Rodrigues.
    Bjs ,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. No hay que dejar escapar los besos, Maria. Que pases un buen fin de semana!!!

    ResponderEliminar
  8. Os sonhos são como aves. Ora pairam, ora volteiam... muitas vezes vão poisar
    a lugares que não esperamos. Mas isso, é só sonhar.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  9. Muito bonito este poema de Cecília Meireles!
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Um belíssimo poema de Cecília Meireles.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  11. Olá Maria,

    É sempre prazeroso ler Cecília Meireles.
    Lindíssimo poema e excelente partilha.

    Ótimo final de semana!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. Muito lindo, Cecília Meireles é tudo de bom.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo