quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

As flores do jacarandá - Poema de Matilde Rosa Araújo





O jacarandá florido
Brando cantar trazia
Branda a viola da noite
Branda a flauta do dia

O Jacarandá florido
Brando cantar trazia
O vinho doce da noite
A água clara do dia

Quem o olhava bebia
Quem o olhava escutava
O jacarandá florido
Que o silêncio cantava

Matilde Rosa Araújo




19 comentários:

  1. Olá Maria,
    Que belas imagens! fantásticas.
    Ótima semana e bjs

    ResponderEliminar
  2. Um poema musical e colorido como a flor do jaracanda durante o dia

    ResponderEliminar
  3. Adoro jacarandás, até o nome acho lindo!

    Feliz dia para si

    ResponderEliminar
  4. Maria:
    De hoje não passava. Tenho andado à sua procura. Duas Marias, em vários blogs, sem nada saberem uma da outra, era demais para mim. Desculpe o descaramento. Sou velha e, as velhas são cuscas.
    Chego aqui e, vejo o meu adorado jacarandá e um poema de Matilde Rosa Araújo. Já não se livra da perseguição.
    Ainda mais uma frase de Saint-Exupery, um dos meus amores.
    Se me quiser fazer uma visita, estou nos "Alcatruzes da Roda". É lá que moro.
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Gosto da Matilde Rosa Araújo, gostei deste poema leve e belo, e sobretudo gostei da sua apresentação no blogue. Por tudo isso vou voltar.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Uma árvore linda como esta, só pode ser motivo de inspiração poética.
    Belo poema, imagem maravilhosa.
    Linda amiga, tenhas dias ensolarados e felizes.
    Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  7. Bonito poema....Adoro os Jacarandás....
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. O jacarandá não conhecia, é lindo e sou louca por flores azuis.
    Da autora, não conhecia este poema, lindo, perfumado e doce.

    Obrigada por este momento.
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Maria minha amiga

    Lindo o poema e o jacarandás.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Olá Maria!
    Que encanto para nossos olhos, este jacarandá assim florido e a poesia embeleza nossa alma! Você tem um bom gosto enorme, seja muito abençoada, querida! Bjs.

    ResponderEliminar
  11. E o jacarandá me atraiu...hum, que imagem linda! sinto-lhe o perfume das flores...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. O poema compõe com a imagem.
    Linda escolha!
    E você está bem?

    Beijos no seu coração

    ResponderEliminar
  13. "Asa no espaço, vai pensamento!
    Na noite azul, minha alma, flutua!
    Quero voar no braços do vento,
    quero vogar nos barcos da Lua!

    Fernanda de Castro

    Feliz dia...Beijos & Flores! M@ria

    ResponderEliminar
  14. Querida amiga

    Tudo ficou tão belo,
    que atá se sente
    o perfume das flores
    e das palavras...

    Que sempre existam
    sonhos a habitar teu coração.

    ResponderEliminar
  15. Gosto desta poetisa, do seu poema e dos...jacarandás! Um postal lindo, muito doce e cheio de encanto.
    Obrigada por tantas coisas bonitas que nos mostras.
    Beijos
    Graça

    ResponderEliminar
  16. O poema encanta a alma e a imagem encanta os olhos.
    Gratidão querida Maria por tudo de belo e bom que existe neste cantinho!
    Que Deus a abençoe sempre!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.