quarta-feira, 30 de maio de 2018

Como Nuvens pelo Céu - Poema de Fernando Pessoa




Como nuvens pelo céu
Passam os sonhos por mim.
Nenhum dos sonhos é meu
Embora eu os sonhe assim.

São coisas no alto que são
Enquanto a vista as conhece,
Depois são sombras que vão
Pelo campo que arrefece.

Símbolos? Sonhos? Quem torna
Meu coração ao que foi?
Que dor de mim me transtorna?
Que coisa inútil me dói? 


Fernando Pessoa



21 comentários:

  1. Nice poem which I translated and it makes sense:)

    ResponderEliminar
  2. Lembrei uma bela canção brasileira - "Eu sou nuvem passageira, que com o vento se vai".
    Conhece?

    ResponderEliminar
  3. I love to lay on my back, watch the clouds and dream.
    Thanks and a huge hug for you!

    ResponderEliminar
  4. Gorgeous picture and this poem I like a lot!

    ResponderEliminar
  5. Hello dear Maria!
    Such a lovely poem and a gorgeous image!
    Thank you for sharing! Have a lovely day! Hugs!
    Dimi...

    ResponderEliminar
  6. Excelente poema!! :)

    Beijo e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  7. Um poema muito bonito e que refletir faz bem.
    Sonhar é muito bom, os planos de Deus são melhores e reais!...
    Abçs

    ResponderEliminar
  8. Amiga, como adorei reler Pessoa. ..
    Muito grata pela partilha, viu? !...
    Adoro receber a sua atenção, carinho
    e generosidade no seu comentário no
    meu blog, Maria. Grata! !
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Los sueños...sueños son. El despertar nos vuelve siempre a la realidad.

    Besos

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Maria,
    Pessoa sempre a encantar-me.
    Um belo poema que não conhecia.
    Obrigada pela partilha.
    Um beijinho.
    Ailime

    ResponderEliminar

  11. Belo poema de Fernando Pessoa.
    Quem não sonha um sonho lindo, almejando uma vida cheia de amor e alegria?
    Os sonhos passam e a vida continua, é verdade.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  12. Lindo. Gosto muito de Fernando Pessoa.Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Que bela escolha Maria.
    Gosto das suas escolhas poéticas na partilha aqui no cantinho.
    Valeu reler.
    Bom fim de semana para vocês com belos olhares por aí.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  14. Fernando Pessoa sempre em grande.
    Obrigada por me dares a ler um poema que desconhecia. Lindo!!
    Beijo.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo