sexta-feira, 22 de julho de 2011

Amor-Perfeito uma flor delicada






Amor-Perfeito representa a recordação, a reflexão, o pensamento






Dedicado a deusa Minerva, o Amor-Perfeito é o símbolo da glorificação do trabalho mas também está associado ao amor romântico, duradouro, amor para toda a vida.


Apenas no século XIX começaram a surgir em jardins as primeiras espécies.

Foi na década de 1820, que 2 jardineiros amadores ingleses se dedicaram ao melhoramento desta planta. A selecção foi feita no sentido de conseguir formas cada vez maiores e melhores. Alguns anos mais tarde já se encontravam identificadas cerca de 400 variedades.

Uma das características mais apaixonantes desta flor é a possibilidade de visitar o arco-íris: violeta, azul, lavanda, amarelo, pêssego, laranja, rosa, vermelho, e o preto (um púrpura muito escuro) e alguns bicolores e em degrade podem ser encontrados.



Existem dois grupos: aqueles mais tradicionais com “face” (aquela mancha escura no centro), ou os de cor pura.

Variedades de flor pequena, média e grande e também algumas de flores com as bordas crespas. Poucas outras flores chegam a tanta diversidade.




De origem europeia e asiática, o amor-perfeito é também conhecido por viola tricolor. É uma planta herbácea que mede entre 15 e 30 centímetros de altura com flores solitárias arredondadas, que podem ter até 15 centímetros diâmetro.



As suas cores são imensas o que provoca um belíssimo efeito visual.


Do branco ao violeta, passando pelo amarelo, roxo e alaranjado, são um verdadeiro prazer para a vista tanto em jardins como nos interiores das casas.




A sua época de floração é de Abril a Junho ou Julho, mas algumas espécies florescem no Outono e muitas espécies sobrevivem durante o Inverno.




Plantação: Precisam de um solo fértil, rico em húmus e com boa drenagem.





Rega: Regular, não encharcar o terreno, regando sempre que o solo ficar levemente seco.




Adubação: Durante o início do crescimento e floração.




Sementeira : Março-Abril ou entre Maio-Setembro

Transplantação: Março-Junho ou Outubro-Novembro.

Luz: O local ideal é em pleno sol. Em regiões mais quentes a meia-sombra é o ideal, protegido do sol forte.




São flores que, pela sua resistência e lindo colorido, são colocadas em entradas de muitas cidades e vilas. Dificilmente conseguimos passar por um canteiro destas lindas flores e não as contemplar.

Fontes e Fotos:"Mundodeflores”, “Wikipedia”, PlantasdeInterior”, “JardimdeFlores”, Flickr, outros e pessoais.


"Ilumine sua vida com a delicadeza das flores"

9 comentários:

  1. Boa noite, Maria!
    A delicadeza e as cores fortes dessa flor me encanta.
    Gostei muito do post.
    Beijos,
    Mara

    ResponderEliminar
  2. Maria,
    A primeira vez que vi um jardim dessas flores fiquei tão encantada que a visão delas ficaram gravadas na minha mente. Eram de um violeta quase negro se misturando ao verde escuro da folhagem e outras tantas mais claras.
    Uma pena que naquela época ainda não haviam as máquinas digitais. Foi numa praça na cidade de Alegrete, no Rio grande do Sul, aqui no Brasil.
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  3. A paixão pelas flores aqui bem expressa.
    Belísima selecção de imagens bem acompanhada pela história do(s) amor(es).

    Um beijo

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigada minha querida amiga,pelo comentário carinhoso,tão importante para mim nestas alturas,a dor está mais calma,mas a saudade é imensa.
    Para ti amiga e família,um bom fim de semana.
    Um grande beijinho.
    Miuíka
    Mandei-te um email,com meu novo endereço (está no blog)
    A minha flor preferida é o amor perfeito,tenho muitos gifs também.Obrigada

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, Maria! sou apaixonada pelas flores.Ta linda as cores. Sua história e sua característica e bem interessante. Bem legal saber detalhes assim. Deixo um beijo e ótimo fim de semana.Smareis

    ResponderEliminar
  6. Unas imagenes llenas de color, espectacular.
    un placer pasar por tu casa.
    que tengas un feliz fin de semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  7. Que blog mais lindo,minha amiga!
    Claro,florido e pleno de conteúdo.
    Voltarei sempre,pois,já está entre meus favoritos. bjs

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria! Achei teu blog numa pesquisa para achar uma imagem desta flor! FIquei encantada com teu blog... Achei amigas aqui tbem! Estarei te seguindo! Beijos e parabéns pelo blog!
    Rosana

    ResponderEliminar
  9. En la zona donde yo vivo -no sé lo que pasa en el resto de España- esta flor la plantamos para que florezca durante el invierno. Gracias por compartir toda la información de cómo se gestó la amplia gama de colorido de esta especie porque es una cuestión que ignoraba. Suponía que para que pétalos tan delicados resistieran las bajas temperaturas invernales alguna resistencia especial tendrían, sus palabras acaban de confirmarlo. Muchas gracias. Un abrazo.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo