sexta-feira, 28 de julho de 2017

As Borboletas - Poema de Vinícius Moraes




Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas.

Borboletas brancas
São alegres e francas.

Borboletas azuis
Gostam muito de luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então...
Oh, que escuridão!



Vinícius Moraes


11 comentários:

  1. Acho simplesmente belo esse poema de Vinicus de Moraes! Beijos, Lúcia

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema, Maria. Adoro borboletas.
    Bom final de semana. Beijos

    ResponderEliminar
  3. Uma belíssima escolha poética.
    Maria, um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Coloridas, bonitas e trazem tanta leveza...
    Abraços esmagadores e dias felizes!

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, belo poema do Vinícius que pode ser interpretado de varias maneira.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar
  6. Uma janela aberta para as borboletas de Vinícius.
    Lindo

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso poema querida amiga ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  8. Oh, Maria! Quase não há borboletas por aqui!...
    At´r as borboletas morrem neste inferno de fogos!...

    ResponderEliminar
  9. Linda, essa poesia, simples, mas de uma ternura, coisas de Vinícios, que dá um toque especial a tudo que escreve.
    As imagens são lindas.
    Beijos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.