sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A hora da partida


Foto: Deviantart

A hora da partida soa quando
Escurece o jardim e o vento passa,
Estala o chão e as portas batem, quando
A noite cada nó em si deslaça.

A hora da partida soa quando
as árvores parecem inspiradas
Como se tudo nelas germinasse.

Soa quando no fundo dos espelhos
Me é estranha e longínqua a minha face
E de mim se desprende a minha vida.



Sophia de Mello Breyner Andresen



10 comentários:

  1. Bom dia minha querida !!!!
    Imagem linda,como todas as imagens que escolhes.Poema tbm muito gratificante e de bom gosto...
    bjsssssssssssssss

    ResponderEliminar
  2. Coisa mais linda de se ler e de se ver!!

    Tenha um dia encantador, querida!
    Beijos!!♥

    ResponderEliminar
  3. Maria, amiga,
    Sophia sabe tudo da vida e sabe descrevê-la em poemas belíssimos. Só ela poderia dizer:"Soa quando no fundo dos espelhos
    Me é estranha e longínqua a minha face
    E de mim se desprende a minha vida."
    Todos o sentimos, mas só ela, o diria assim.
    Abraço grande
    Maria

    ResponderEliminar
  4. Belo poema.Bela escolha.A hora da partida soa diferentemente para cada um de nós.Depende do contexto e do envolvimento com o momento.A vida é recheada de chegadas e de partidas, umas boas outras doridas, mas todas elas é que dão movimento a vida.
    Brisas e dias lindos.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  5. Hora da partida
    Com alegria ou tristeza
    Para onde desconhecia
    A viagem da incerteza!

    A sua pátria deixando
    Para destino desconhecido
    Lágrimas dos olhos derramando
    De rosto entristecido!

    Bom fim de semana para você,
    amiga Maria, beijinho
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  6. Adoro e admiro Sophia, logo acho excelente a escolha...
    Bom fim de semana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Amiga Maria!
    Belo poema sobre a hora da partida!
    Desejo-lhe um agradável fim de semana!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Lindo como só tu sabes nos presentear com os teus posts!
    Já conhecia, mas adoro ler, nunca é demais ler Sophia.
    Bom fim de semana querida

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Maria
    Linda poesia como só Sophia sabia fazer. Apesar de ter partido, a sua poesia tornou-a imortal.
    Beijinhos com votos de bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  10. Belíssima imagem para um não menos belo poema!
    Boa semana.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.