sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Amo-te como quem ama a rosa






Amo-te como quem ama a rosa
Me aproximo
Sinto teu perfume
Rego-te
Te admiro
Mas não te tomo para mim
Pois ao tomar-te para mim
Eu veria tua beleza dissipando-se diante de mim
Faço-me, portanto, beija-flor
E beijo-te apenas
Nunca te carrego comigo
- Levo-te apenas dentro de mim...


Augusto Branco


22 comentários:

  1. Sensibilidade perfumada.
    Gostei muito.
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  2. Boa noite, querida amiga Maria!
    Que lindo poema dum autor que meu pai gostava muito!
    Muito obrigada por compartilhar tal beleza.
    Tenha dias felizes e abençoados junto aos seus amados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  3. Beautiful coloured rose and a nice poem to go with it.

    ResponderEliminar
  4. Me encanta el verso y la foto, Maria!
    Buen fin de semana!

    ResponderEliminar
  5. Profundo e perfumado poema... A foto é impressionante e bela...
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Uma escolha sublime:))

    Do nosso amigo Gil António, com : Amor reflectido na cor das águas do mar

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira.

    ResponderEliminar
  7. Um poema tão bonito...
    Excelente escolha. Obrigado pela partilha.
    Maria, um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. A beautiful rose and a wonderful poem.
    Happy weekend:)

    ResponderEliminar
  9. Linda poesia, meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Bom dia Maria
    Que lindo e sensível poema. A foto belíssima. Um abençoado final de semana. Enorme abraço.

    ResponderEliminar
  11. un poema franco
    que penetra en la lozanía de la rosa
    y se hace poderosa como su perfume

    muy lindo!

    ResponderEliminar
  12. Uma cor perfumada e brilhante.

    Obras brilhantes.
    Obrigado pela sua visita sempre.

    Desejo a todos o melhor.
    Saudação e abraço.

    Do Japão, ❃

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo