domingo, 29 de abril de 2018

No teu rosto - Mia Couto





No teu rosto
competem mil madrugadas

Nos teus lábios
a raiz do sangue
procura suas pétalas

A tua beleza
é essa luta de sombras
é o sobressalto da luz
num tremor de água
é a boca da paixão
mordendo o meu sossego 



Mia Couto, in 'Raiz de Orvalho'




17 comentários:

  1. What a gorgeous photo/post and poem. Thank you for sharing this!

    ResponderEliminar
  2. Mia Couto, para mim o melhor poeta da atualidade... esse poema é belissimo,como tudo que ele escreve...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  3. Hi Maria,

    Beautiful painting and words!
    I wish you a nice Sunday.
    Hugs

    ResponderEliminar
  4. Hello dear Maria!
    A lovely poem and beautiful words!
    Have a happy Sunday!
    Dimi...

    ResponderEliminar
  5. Lindo.Reli com prazer.
    Hoje há festa no Sexta. Se puder passe por lá.
    Abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  6. Lindo, lindo, lindo!!!
    Amo Mia Couto!
    Bom domingo, Maria.

    ResponderEliminar
  7. Uma declaração de amor... Não conheço muito bem a obra de Mia Couto... Obrigada pela partilha...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  8. La imagen es un bello collage que acompaña bien a la poesía.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Maria, que luxo Mia Couto, meu poeta preferido, e este poemeto é por demais soberbo e lindo!Parabéns pela linda escolha!

    Feliz domingo. Bjs!

    ResponderEliminar
  10. Linda poesia querida Maria Rodrigues. grata pela visita, serás sempre bem vinda. Abraços

    ResponderEliminar
  11. Olá Maria!
    Um lindo poema e uma ótima foto.

    Saudações da primavera na Polônia.
    Lucja

    ResponderEliminar
  12. Marria,
    Encantada com o poema.

    Besos y una buena semana.
    Blog DMulheresInstagram

    ResponderEliminar
  13. Adoro Mia Couto!
    Grata por esta partilha, tão bela!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo