quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Olha-me rindo uma criança




Olha-me rindo uma criança
E na minha alma madrugou.
Tenho razão, tenho esperança
Tenho o que nunca bastou.
Bem sei. Tudo isto é um sorriso
Que e nem sequer sorriso meu.
Mas para meu não o preciso
Basta-me ser de quem mo deu.
Breve momento em que um olhar
Sorriu ao certo para mim…
És a memória de um lugar,
Onde já fui feliz assim.


Fernando Pessoa




10 comentários:


  1. Acho que conheço esse belo sorriso. :)

    Belíssimo o poema de F. Pessoa e é linda a foto com que a ilustrou.

    Obrigada, querida Maria.

    Bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  2. O poema adequa-se perfeitamente ao rostinho tão simpático do seu filho.

    Felicidades para ela e para vós, amiga.

    ResponderEliminar
  3. Belo sorriso , que nos enchem de esperança!
    bjss

    ResponderEliminar
  4. Maria

    Bonito sorriso de criança, muito adequado a ilustrar o belo poema de Fernando Pessoa.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. ESTA HECHO UN HOMBRECITO
    SALUDOS Y ABRAZOS

    ResponderEliminar
  6. Poema lindo mas o menino e sorriso o ganham! beijos,chica

    ResponderEliminar
  7. oi minha amiga,

    nada se compara ao sorriso de uma criança,
    linda postagem...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Um poema que vala e pena ler. Fez parte de mim.
    Um abraço amiga minha.
    Biejos.

    ResponderEliminar
  9. Lindo sorriso do teu filho, Maria!
    Também um bonito poema que expressa o valor do sorriso...

    Beijinhos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo