sexta-feira, 2 de março de 2012

A Secreta Viagem - Poema de David Mourão Ferreira




No barco sem ninguém, anónimo e vazio,
ficámos nós os dois, parados, de mão dada...
Como podem só dois governar um navio?
Melhor é desistir e não fazermos nada!

Sem um gesto sequer, de súbito esculpidos,
tornamo-nos reais, e de madeira, à proa...
Que figuras de lenda! Olhos vagos, perdidos...
Por entre nossas mãos, o verde mar se escoa...

Aparentes senhores de um barco abandonado,
nós olhamos, sem ver, a longínqua miragem...
Aonde iremos ter? — Com frutos e pecado,
se justifica, enflora, a secreta viagem!

Agora sei que és tu quem me fora indicada.
O resto passa, passa... alheio aos meus sentidos.
Desfeitos num rochedo ou salvos na enseada,
a eternidade é nossa, em madeira esculpidos!

David Mourão-Ferreira





13 comentários:

  1. Querida amiga, linda poesia, o importante é sempre ter ao nosso lado alguém que amamos. Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Olá, Maria. Que linda imagem! Lindos versos. Obrigada pela partilha! òtima sexta feira pra vc. Todo meu carinho! Bjos.

    ResponderEliminar
  3. Maria, o meu gostoso abraço...
    Poema bonito, denso e profundo... Sim, é A Secreta Viagem!

    Um Bom Dia Para Você!!!

    ResponderEliminar
  4. Maria querida
    Lindo demais, amei.

    Beijinho e um flor

    ResponderEliminar
  5. oi minha amiga,

    que delicioso poema,
    adorei, e você sempre coloca
    lindas imagens...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Amiga Maria.Adoro David Mourão Ferreira,este poema é lindíssimo a foto bem sugestiva ao momento,um barco pode representar muita coisa.
    Beijinho bfs

    ResponderEliminar
  7. Boa noite Maria!
    Mais uma bela escolha poética, parabéns!
    Beijo e bom final de semana.
    Com carinho,
    Mara

    ResponderEliminar
  8. Linda amiga, que bela escolha fizestes publicando este poema de David Mourão Ferreira! A imagem ilustrativa do barco é divina.Saio daqui encantada.
    Fique com Deus e tenhas um final de semana feliz.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  9. Querida Maria!

    Linda poesia!
    Muita simbologia nas entrelinhas...

    E você como está passando, tudo bem?
    Um bom final de semana.

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Uma imagem perfeita para um poema delicioso!
    Bom fim de semana querida amiga
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Aí está alguém que começou

    como neo-realista e acabou a roçar o surrealismo!

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  12. Querida Maria: lindo poema e imagens deslumbrantes.
    O verão aqui está a 40º, o remédio é mergulhar nas verdes aguas do mar da Barra da Tijuca, e querer dormir embaixo do chuveiro,kkkkkkkkkk.
    O Rio de Janeiro é assim mesmo, afinal vivemos num pais tropical onde a temperatura nesta época é assim mesmo.
    Beijos bom fim de semana,
    Léah

    ResponderEliminar
  13. Lindíssima essa poesia, a imagem é encantadora...Escolheste muito bem!
    Depois de alguns dias ausente, estou de volta tentando colocar tudo em dia.
    Ja estava com saudades de passar aqui.
    Abraço grande!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo