sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Talvez ...



Talvez eu venha a envelhecer rápido demais.
Mas lutarei para que cada dia tenha valido a pena.

Talvez eu sofra inúmeras desilusões no decorrer de minha vida.
Mas farei que elas percam a importância diante dos gestos de amor que encontrei.

Talvez eu não tenha forças para realizar todos os meus ideais.
Mas jamais irei me considerar um derrotado.

Talvez em algum instante eu sofra uma terrível queda.
Mas não ficarei por muito tempo olhando para o chão.



Talvez um dia o sol deixe de brilhar.
Então irei me banhar na chuva.

Talvez um dia eu sofra alguma injustiça.
Mas jamais assumirei o papel de vítima.

Talvez eu tenha que enfrentar alguns inimigos.
Mas terei humildade para aceitar as mãos que se estenderem em minha direção.

Talvez numa dessas noites frias, eu derrame muitas lágrimas.
Mas não terei vergonha por esse gesto.


Talvez eu seja enganado inúmeras vezes.
Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar alguém merece a minha confiança.

Talvez com o tempo eu perceba que cometi grandes erros.
Mas não desistirei de continuar trilhando meu caminho.

Talvez eu perca grandes amizades.
Mas irei aprender que aqueles que realmente são meus verdadeiros amigos nunca estarão perdidos.

Talvez algumas pessoas queiram o meu mal.
Mas continuarei plantando a semente da fraternidade por onde passar.


Talvez eu fique triste ao concluir que não consigo seguir o ritmo da música.
Mas então, farei que a música siga o compasso dos meus passos.

Talvez eu nunca consiga enxergar um arco-íris.
Mas aprenderei a desenhar um, nem que seja dentro do meu coração.

Talvez hoje eu me sinta fraco.
Mas amanhã irei recomeçar, nem que seja de uma maneira diferente.

Talvez eu não aprenda todas as lições necessárias.
Mas terei a consciência que os verdadeiros ensinamentos já estão gravados em minha alma.


Talvez eu me deprima por não ser capaz de saber a letra daquela música.
Mas ficarei feliz com as outras capacidades que possuo.

Talvez eu não tenha motivos para grandes comemorações.
Mas não deixarei de me alegrar com as pequenas conquistas.

Talvez a vontade de abandonar tudo torne-se a minha companheira.
Mas ao invés de fugir, correrei atrás do que almejo.

Talvez eu não seja exatamente quem gostaria de ser.
Mas passarei a admirar quem sou.


Porque no final saberei que, mesmo com incontáveis dúvidas, eu sou capaz de construir uma vida. E se ainda não me convenci disso, é porque "ainda não chegou o fim".

Porque no final não haverá nenhum "talvez" e sim a certeza de que a minha vida valeu a pena e eu fiz o melhor que podia.

Autor: Aristóteles Onassis
Fotografias: Josephine Wall


"Se, apesar de tudo, os homens não conseguem fazer com que a história tenha significado, eles podem sempre agir de uma maneira que faça suas vidas terem um." (Albert Camus)

23 comentários:

  1. Maria ! Obrigada pelo comentário ! Essas suas imagens estão lindas !

    Bom Fim de Semana

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. “Se derem ao teu amor um acolhimento pouco carinhoso, pouco afável, suporta-o e mantém-te firme; em breve se tornará mais doce. Se curvares cuidadosamente um galho de árvore, vergar-se-á, mas parti-lo-ás se empregares todas as tuas forças.” Ovídio

    ResponderEliminar
  3. Ao fim de um dia de queimar pestanas e neurónios é muito bom passar pelo teu blog.

    Carlos

    ResponderEliminar
  4. Olá, Maria.
    Não fiz a visita atenta que percebi que o seu blogue merece, mas a que fiz permite-me dizer-lhe que o seu bom gosto e sensibilidade sobressaem em cada post.
    Gosto muito das imagens que escolhe.
    Parabéns!
    Vou voltar mais vezes e descobrir mais deste seu cantinho.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria! É muito bom passarmos aqui porque sempre aprendemos mais. Grande Aristóteles Onassis, além de ser rico em bens materiais, era também rico em sabedoria. Adorei as imagens, lindas. Parabéns pela escolha.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  6. Este poema é algo de sensacional! As imagens também!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. oi amiga, vim deixar um bom fim de semana.bju tere.

    ResponderEliminar
  8. Boa noite Maria,
    muito grata pela partilha deste poema que não conhecia. É simplesmente fabuloso. Convém que não se leia só, e sim que se medite no que se leu.

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  9. Talvez...Talvez, o futuro está repleto dessa palavra Talvez. No entanto o texto termina com uma afirmação carregada de positivismo.

    ResponderEliminar
  10. Depois de certo tempo vivido, concluímos que nada é novo para nós mesmos. Sofrimentos? – sofremos muito. Amores? – tivemos alguns. Paixões? – algumas já se foram.
    Aguardamos sempre algo novo neste mundo tão igual.

    Adorei o conteúdo do texto e também as belíssimas obras de arte expostas aqui. Uma bela escolha!
    Parabéns!
    Obrigado sempre pela sua grande companhia que me faz bem!
    Beijos!...

    ResponderEliminar
  11. MInha amiga, as imagens estão combinando com as maravilhosas reflexões.
    Um obra de arte que s tua alma é capaz de criar.
    Isto tudo já é uma demonstração de que nossas vidas vale a pena ser vivida com muita intensidade.
    Abraços, beijos.

    ResponderEliminar
  12. Viver a vida um dia de cada vez e, saber vivê-la é uma virtude. Nada de pressas, a vida é para ser vivida e, não bebida...
    Desejo-vos um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Oi Maria, estou com tempo escasso mas não podia deixar de passar por aqui e agradecer sua gentileza lá no Sempre Poesia... Bj e grata pelo carinho. Volte sempre !

    ResponderEliminar
  14. Olá Maria,
    Vim lhe convidar para o Aniversário do Guardados e Achados. Ficarei feliz com a sua presença.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. Olá Maria querida!!! Que belíssimo poema,muito profundo,gostei muito.Tenha um lindo emaravilhoso domingo ,bjos.

    ResponderEliminar
  16. Poxa, lindo, Maria, lindo mesmo. Temos tanto o que aprender, não é? A caminhada é longa e dura... mas Deus está sempre ao nosso lado, sempre.

    Beijão!

    ResponderEliminar
  17. "Sorria para a vida,encante-se com ela,trate-a com respeito
    E com carinho.Conquiste-a com teu sorriso.Ela também
    Sorrirá para você.O sorriso alegra,liberta,aproxima,contagia,
    Provocando um mundo de alegria".(Mari Amorim)
    Essa é minha mensagem para que você tenha uma nova semana cheia de boas energias e luz!

    ResponderEliminar
  18. Querida amiga, ao entrar aqui parece que estou entrando no paraíso, em ver tão lindas imagens, mas depois reflecti e vi, que afinal não podia ser, pois eu nunca iria merecer ter um paraíso tão lindo e ainda tenho de ver coisas bem feias que não tardaram em chegar de frente dos meus olhos. A vida bem que só nos podia dar coisas belas como as paisagens que Deus criou para nosso deleite, mas o bicho homem infelizmente destrói tudo pensando e ser mais forte.
    Sempre aprendendo e sempre ignorante, beijinhos de luz e imagens coloridas.

    ResponderEliminar
  19. Amiga,a vida são também estas maravilhas que nos dás a conhecer.Boa escolha a tua.Um biji e boa semana.

    ResponderEliminar
  20. Olá Maria, muito bonito este poema de Onassis , desconhecia esse lado poeta dele e pelo poema muito bom, Maria querida só temos que agradecer tanto presente bonito que vc envia para o nosso deleite. Deus te cubra de muita felicidades, da amiga Celina.

    ResponderEliminar
  21. Tão lindo esse lugar e a reflexão que se leva na passagem ? igualmente!!!!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo