sábado, 29 de abril de 2017

Noite de Saudade - Poema de Florbela Espanca




A Noite vem poisando devagar
Sobre a Terra, que inunda de amargura...
E nem sequer a benção do luar
A quis tornar divinamente pura...

Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que é cheia de tortura...
E eu oiço a Noite imensa soluçar!
E eu oiço soluçar a Noite escura!

Porque és assim tão escura, assim tão triste?!
é que, talvez, ó Noite, em ti existe
Uma saudade igual à que eu contenho!

Saudade que eu sei donde me vem...
Talvez de ti, ó Noite!... Ou de ninguém!...
Que eu nunca sei quem sou, nem o que tenho!


Florbela Espanca

16 comentários:

  1. Uma excelente escolha.
    Amiga, gostaria que passasse hoje pelo Sexta, se tiver um tempinho livre. É dia de aniversário, ele está homenageando os amigos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Gratificante ler tão belo momento de poesia querida amiga, desejo-lhe um sábado cheio de felicidade, beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, lindo poema da Florbela Espanca, o mesmo é maravilhoso, esta é frase da minha ultima publicação "A saudade é a dor com que o coração preenche um pedaço perdido de si..." talvez esta em sintonia com o poema.
    Bom fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar
  4. Passei, gosto dos poemas de Florbela Espanca e aproveito, para lhe desejar bom fim de semana!
    Com o meu abraço.

    ResponderEliminar
  5. Poema maravilhoso, adoro a poesia de Florbela Espanca!
    Beijinhos, bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  6. Florbela Espanca: a minha poetisa preferida!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Bom dia, Maria!
    Gosto muito da poetisa portuguesa, Florbela Espanca...assisti ao filme sobre sua vida, impactante.
    Bjs!

    ResponderEliminar
  8. Maravilhoso poema!Obrigada pela partilha.:)

    Beijos e um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. Belo poema da note, Maria!
    Beijos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  10. Florbela Espanca,sempre maravilhosa.
    Uma ótima escolha Maria Rodrigues.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. °.♪♫╮
    Lindo demais!

    Bom fim de semana com tudo de bom!
    Beijinhos.
    ╰⊰✿⊰ه° ·.

    ResponderEliminar
  12. Belo momento, triste como a vida dos infelizes.
    beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Uma escolha divinal, as palavras de Florbela...
    Olá, Maria! Finalmente hoje com tempo e calma, para apreciar devidamente os seus posts... como gosto de fazer... vou espreitar o que andei perdendo, por aqui, nos últimos tempos...
    Beijinhos! Bom fim de semana, pata todos!...
    Ana

    ResponderEliminar
  14. Bonito poema y bien acompañado por una imagen muy bonita.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  15. Belíssimo poema. Obrigada pela deliciosa leitura .

    Bfs.

    Bjs no coração.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.