sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O Pintor Louis Aston Knight


Louis Aston Knight foi um artista franco-americano conhecido pelas suas pinturas de paisagens.





Filho do artista norte-americano expatriado Daniel Ridgway Knight, nasceu em Paris em 1873.




Foi criado e educado na Europa, tendo frequentado a Escola Louis Chigwell na Inglaterra para a sua educação em artes liberais, iniciou a sua formação artística, sob a orientação de seu pai. Mais tarde, estudou formalmente, com os grandes pintores franceses Romântico, Robert-Fleury e Jules Lefebvre.




Aston Knight exibiu o seu primeiro trabalho no Salão de Paris em 1894 iniciando aí uma brilhante carreira.




Os seus temas preferidos eram as casas e jardins nas cidades vizinhas da sua casa em Beaumont-le-Roger.




Ficou particularmente impressionado com os jardins de Monet, e esforçou-se por cultivar um jardim tão bonito como o do mestre. Knight premiava todos os anos os camponeses vizinhos que mantinham os mais bonitos jardins, garantiu-lhe isso excelentes modelos para as suas pinturas.




Entre os seus muitos prémios, ganhou uma medalha de Bronze na Exposição Universal de Paris em 1900, uma menção honrosa no Salão de Paris em 1901, uma medalha de ouro em Lyon em 1903, uma medalha de ouro em Genebra e em Nantes em 1904 e medalhas de ouro nas Salão de Paris em dois 1905 e 1906, o que lhe valeu o título de Hors concours como o primeiro americano a ganhar duas medalhas de ouro no Salão em dois anos consecutivos.




Casou com Caroline Ridgeway Brewster na casa do senador Joseph Sherman Frelinghuysen, Sr. em Raritan, Nova Jersey, em 1907.




Aston Knight tornou-se conhecido pela sua arte e viajou para os Estados Unidos muitas vezes, pintando cenas em Nova York, Flórida e Califórnia. Em 1911, Knoedler e Co. realizou uma exposição com as suas paisagens dos EUA e de França.




Em 1922, o Presidente Warren G. Harding comprou a Aston Knight o quadro intitulado “The Afterglow”, para pendurar na Casa Branca.




Knight, foi feito Cavaleiro da Legião de Honra, em 1924, tornando-se oficial em 1928 e, comandante em 1934. Faleceu em 1948.




Muitos dos seus trabalhos tiveram reconhecimento internacional e estão alojados em coleções de arte espalhadas por todo o mundo, incluindo: o Museu do Luxemburgo; Musée des Colonies, Paris, o Museu de Belas Artes, Toledo, Ohio e do Museu Delgado, New Orleans.




Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.rehsgalleries.com/; outros net




“A pintura nunca é prosa. É poesia que se escreve com versos de rima plástica.” (Pablo Picasso)

8 comentários:

  1. Olá Maria, você me traz coisas bonitas.
    Belíssimas telas!
    Obrigada!

    Abração
    Jan

    ResponderEliminar
  2. Coisa mais linda essas pinturas, Maria.O brilho das águas, a capelinha, as flores... tudo!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga,embora eu conheça bem essas telas é sempre um prazer vê-las em qualquer blog,pois são lindas,portanto estás de parabéns amiga.
    Para ti e família um bom fim de semana.
    Um beijão.
    Miuíka

    ResponderEliminar
  4. Olá,Maria!!

    Adoro pinturas de paisagens!!!
    Elas tem o poder de me transportar para o lugar...e mergulho na tela como num livro...é mágico!!
    Bela partilha!!Este pintor é maravilhoso!
    Beijos!!Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  5. Que paisagens lindas! tomar visitar cada local que deu inspiração ao pintor.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Maria querida!
    Que paisagens lindas!Que pintura perfeita!
    Amo paisagens!
    Bom fim de semana!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  7. Olá Maria !
    Gostei de ver e ficar a conhecer um pouco mais.
    Obrigada.
    M. Emília

    ResponderEliminar
  8. fantastico o realismo so fica legal quando se sabe fazer.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.