domingo, 19 de maio de 2019

Hora Lilás - Poema de Anrique Paço D’Arcos






Hora lilás, da cor desta saudade
Que não me deixa mais o coração,
Hora em que a alma toda se me invade
Só de tristeza e de desolação ...

Hora em que eu lembro a minha pouca idade
E a minha tão cruel desilusão ...
Tudo se esvai na bruma da saudade,
Essa tão doce e triste cerração ...

Hora lias, da cor que me entristece,
Desta saudade que jamais esquece
Meu coração cansado de sofrer;

Hora em que eu vivo a vida já vivida,
Hora lilás, da cor da minha vida,
Pois é saudade só o meu viver.


Anrique Paço D’Arcos
in Poesias Completas


12 comentários:

  1. Olá, Maria!
    Mais uma excelente escolha de poema e imagem.
    Gostei de ler "Hora lilás", do poeta português Anrique Paço D’Arcos. Pouco conheço da sua obra. Vou pesquisar.
    Beijo, feliz domingo.

    ResponderEliminar
  2. Significant poem 😊 thanks for your sharing 😊

    ResponderEliminar
  3. Mt bonito este poema a tua ela é linda com cor que gosto m bjs bd

    ResponderEliminar
  4. Lindos versos permeados de saudades! Bela poesia! beijos, linda semana,chica

    ResponderEliminar
  5. Gostei de ler.
    Abraço e resto de bom domingo

    ResponderEliminar
  6. A imagem já diz tudo nessa poesia.
    Uma linda escolha amiga Maria Rodrigues.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso poema. Boa escolha!

    Beijinhos. Boa noite!

    ResponderEliminar
  8. Oi Maria,
    O poema é lindo. Eu não gosto da cor lilás por isso, eu realciono lilá à tristeza. É uma cor triste.
    Beijos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo