terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Gira, Gira, Girassol - Poema de Jorge Linhaça


Amanhece o dia e eles se erguem
Buscando nos raios de sol o seu norte
A luz solar as flores perseguem
Ao meio dia assume todo seu porte

Girassóis amarelos e reverentes
Para da luz retirar seus nutrientes
Girassóis assim sempre a girar
Como gira a vida sem nunca parar

Somos também girassis ansiosos
Buscando da luz os raios dadivosos
Nos nutrindo de energia divinal
Na vida afastando de nós o mal

Girassóis humanos a nos nutrir
Da dadiva da vida a aprender
Na esperança de um eterno porvir
Em outro lugar onde iremos viver.


Jorge Linhaça


9 comentários:

  1. Poema e imagens lindas!!! bjs praianos, tuuuuuuuuuuuuudo de bom!chica

    ResponderEliminar
  2. Um belo poema.
    Minha querida amiga, espero de coração que a sua mãe se recupere.
    Não há nada que mais doa, que ver a dor nos olhos daquela que nos deu a vida.
    Deixo um beijo e forte abraço, para si e para a sua mãe. Que tudo corra pelo melhor.

    Sónia

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo!

    São fantásticos os girassóis na sua adoração ao astro-rei.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  4. São as flores do verão. Parabéns pela escolha da poesia e da flor.
    beijos.
    (Estimo a melhora de sua mãezinha).
    ´Léah

    ResponderEliminar
  5. Adoro Girassóis! Está entre as minhas flores preferidas.Belo poema querida.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  6. ¸.•°♡♡♫° ·.

    Super lindo!
    Boa semana!
    °º✿♫ Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Lindo esse poema Maria, olhar e absorver a energia desses girassóis é alegria, é vida que pulsa.
    Beijos e lindo dia!

    ResponderEliminar
  8. Somos flores lindas, que giram e sempre se viram para a luz.

    gostei.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. A imagem nos encanta e o poema traz uma linda reflexão da vida!
    Beijinhos, Maria... Sempre lembrando de você e torcendo pela sua rotina/lutas e conquistas...

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo