quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Eu sou feito – Poema de Martha Medeiros




Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante

Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.

Martha Medeiros


9 comentários:

  1. Uma excelente escolha minha amiga, adoro a poesia de Martha Medeiros, inspiradora sempre.

    Beijinhos e BOM ANO!

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema e estamos todos sempre aprendendo...beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Esse poema é perfeito pois resume o ser humano em um todo.
    Bela escolha minha flor.
    Amei seu comentário,muito obrigado.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. OI, Maria
    Poema cheio de profundidade!!!
    Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
    Cheguei hoje de viagem...
    Curta mesmo as férias... as minhas foram deliciosas...
    Bjs com gostinho de início de ano

    ResponderEliminar
  5. Um poema magnífico! Exelente escolha minha amiga! Deixo carinhos e um abraço apertadinho de amizade pra você, viu? Bjsss

    ResponderEliminar
  6. Olá prezada Maria, prazer em contatá-la... Vim lhe desejar um 2011 repleto de conquistas, muita saúde, paz e tudo o mais de que precisamos para seguir em frente com esperança...Bj com carinho e grata por sua amável visita em meu cantinho.

    ResponderEliminar
  7. QUERIDA MARIA, QUE O ANO QUE ORA SE INICIA, TRAGA PARA VC SAÚDE PAZ, ESPERANÇA E MUITAS REALIZAÇÕES. EU ADMIRO MUITO AS POESIAS DE MARTA MEDEIROS E SUAS CRÕNICAS TAMBEM. ESTA POESIA NOS TOCA MUITO. UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

    ResponderEliminar
  8. Olá, viva!

    Como tem passado?

    Já com algum atraso venho retribuir

    os seus amáveis votos de

    BOM ANO de 2011!

    Beijinho

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo