segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Aqui na orla da praia, mudo e contente do mar


Aqui na orla da praia, mudo e contente do mar,
Sem nada já que me atraia, nem nada que desejar,
Farei um sonho, terei meu dia, fecharei a vida,

E nunca terei agonia, pois dormirei de seguida.


A vida é como uma sombra que passa por sobre um rio

Ou como um passo na alfombra de um quarto que jaz vazio;

O amor é um sono que chega para o pouco ser que se é;
A glória concede e nega; não tem verdades a fé.

Por isso na orla morena da praia calada e só,

Tenho a alma feita pequena, livre de mágoa e de dó;

Sonho sem quase já ser, perco sem nunca ter tido,
E comecei a morrer muito antes de ter vivido.

Dêem-me, onde aqui jazo, só uma brisa que passe,

Não quero nada do acaso, senão a brisa na face;

Dêem-me um vago amor de quanto nunca terei,
Não quero gozo nem dor, não quero vida nem lei.

Só, no silêncio cercado pelo som brusco do mar,

Quero dormir sossegado, sem nada que desejar,

Quero dormir na distância de um ser que nunca foi seu,
Tocado do ar sem fragrância da brisa de qualquer céu.


Fernando Pessoa



14 comentários:

  1. Não sei se li um sonho,se voei numa praia deserta ou se me embriaguei nas palavras.
    Poemas que se lêem e se bebem num silêncio lento.

    ResponderEliminar
  2. Excelente poema do Fernando Pessoa.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  3. Poema fantástico! Parabéns

    Beijinho e uma excelente semana
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Que bom encontrar aqui este poema de Fernando Pessoa. Gostei imenso de o ler. "Não quero nada do acaso, senão a brisa na face". Uma maravilha.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  5. que belo poema de Fernando Pessoa com uma foto a condizer.
    uma boa semana.
    um beijo
    :)

    ResponderEliminar
  6. Un bonito y nostálgico poema el sufrimiento no pertenece al amor, el amor es solo eso amor.
    Besos amiga que tengas una feliz semana.

    ResponderEliminar
  7. Olá querida Maria!
    Que maravilha de postagem para o início do mês e semana!
    Lindo texto!

    Bjs, ótima semana! ♥

    ResponderEliminar
  8. Simplesmente belo Fernando Pessoa ,linda partilha querida amiga ,muitas felicidades

    ResponderEliminar
  9. Sei que estou com algumas dificuldades...
    Se puder passar pelo meu blog para me dar uma opinião, ficaria muito grata. Bjo

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga gosto de tudo que Fernando Pessoa escreve, assim como tudo que você escolhe para conosco compartilhar.
    Beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  11. Cara Amiga Dª Maria, Sonhar sempre... na praia,campo ou cidade em qualquer sítio ou hora! O sonho é um alimento de alma. Grata pelas suas sempre maravilhosas publicações.
    consegui...upy ;-)
    Beijinhos, beijinhos,beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Este poema está fantástico e por isso uma boa escolha...bj

    ResponderEliminar
  13. Maravilhoso o poema de Pessoa... conjugado com um incrível suporte de imagem...
    Resultado... um post soberbo!
    Sempre óptimas escolhas, Maria!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.