sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Ouvir Estrelas - Poema de Olavo Bilac





Ora ( direis ) ouvir estrelas!
Certo, perdeste o senso!
E eu vos direi, no entanto
Que, para ouví-las,
muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto

E conversamos toda a noite,
enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto,
Cintila.
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas?
Que sentido tem o que dizem,
quando estão contigo? "

E eu vos direi:
"Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e e de entender estrelas 


Olavo Bilac

 

24 comentários:

  1. A sensibilidade de ver estrelas é em si um privilrgio,mas ouvir e entender só para os iluminados
    Brlo
    Maria . Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Maria , o poema foi muito bem escolhido .
    Ouvir e falar com as estrelas é dom dos poetas , não é ?
    Gostei bastante da imagem que colocou .Ficou perfeito o pano de fundo .
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Olá Maria,

    Poema lindo e marcante de Olavo Bilac, que me remeteu à época em que eu estudava literatura.
    Bela imagem.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Lindíssima poesia! Bom reler! bjs, tudo de bom! chica

    ResponderEliminar
  5. E tentar entender as estrelas...é pura magia e muito mistério! Bj

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia, e é muito bonito.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Que maravilha de poema. Parabéns pela escolha.

    Um excelente sábado. Beijinhos


    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Ouvem-se estrelas... sempre que o coração, se sobrepõe à razão... ouvem-se estrelas... descobrem-se novos universos... perdemo-nos em tantas outras galáxias...
    Como sempre, uma bela e preciosa partilha, Maria!
    E cá estou eu, hoje com mais tempo, vendo o que andei perdendo por aqui, por estes dias...
    Beijinhos! Bom fim de semana! E um bom domingo de Carnaval, para todos! Divirtam-se!... :-D
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Maria, sempre demonstras boa sensibilidade poética. Na verdade, evocar Olavo Bilac é sempre boa opção.
    Bom carnaval
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. bonito poema...

    Isabel Sá
    http//brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Gostei de ouvir Olavo Bilac! Com um abraço da Figueira da Foz.

    ResponderEliminar
  12. Lindo ouvir!

    Bom fim de semana Maria.

    Beijinho com carinho

    ResponderEliminar
  13. Maravilha.....Captei profundamente....
    Um abraço

    ResponderEliminar
  14. É pelo amor que entramos em sintonia com o infinito.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  15. OI MARIA!
    LINDO LER OLAVO BILAC, ETERNO EM SEUS ESCRITOS.
    ABRÇS
    -
    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderEliminar
  16. Querida amiga
    Lindo e muito verdadeiro. Só quem ama pode ouvir e conversar com as estrelas.

    Bom domingo e alegre Carnaval.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar

  17. As estrelas são dos poetas!
    Amo as poesias de Olavo Bilac.

    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    ❤ه° ·.

    ResponderEliminar
  18. Foi muito bom reler, mais uma vez, esse maravilhoso poema.
    Beijos, Maria!

    ResponderEliminar
  19. Desconhecia este poema tão bonito de Bilac

    Grato abraço pela partilha

    ResponderEliminar
  20. Belo poema! Os insensíveis jamais entenderão as conversas com as estrelas... Rsss...
    Beijinhos. Bom domingo...

    ResponderEliminar
  21. Olá, querida!
    Muito obrigada pela visita ao meu blog e pelo carinho!
    Vim aqui conhecer o seu. Que poema lindo! E que lugares lindos tem Portugal! Tenho um sonho de conhecer esta terra, pois tudo que vejo daí é sempre bonito!
    Bjs e ótima semana!
    http://dedeartes-denise.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde, Maria.
    Belíssima escolha.
    Um poema reluzente, verdadeiro, de um encanto magnífico.
    Parabéns pela sensibilidade da escolha.
    Lindo feriado.
    Beijos na alma.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo