quarta-feira, 27 de agosto de 2014

JANELAS DE ITÁLIA - o final - Roma




Da minha visita a Itália mostrei as janelas que vi em MILÃO,   VERONA e VENEZA, FLORENÇA, SIENA e ASSIS.  Hoje vou terminar mostrando as JANELAS que vi em ROMA.




Fiquei pensando em como a vida se pode comparar a uma janela. Umas vezes as janelas estão abertas interligando-se com o mundo exterior, outras elas se fecham quebrando essa comunicação. Assim é na vida, à alturas em que tudo à nossa volta parece aliar-se para tornar os nossos dias bem dificeis, nada corre bem e no meio do nosso caos, vamos fechando as janelas do nosso coração para o exterior que tanto nos magoa, procurando um caminho apenas no nosso interior. Nessas alturas somos envolvidos completamente pelo silêncio tortuoso dos nossos pensamentos e medos.






Mas o nosso isolamento não pode, ou não deve ser permanente, chega uma altura em que devemos repensar a nossa atitude de solidão, pois se mantivermos fechadas as janelas do coração, com medo de sofrer, com medo dos infortúnios, com medo do amanhã, não estamos realmente a viver, estamos apenas a deixar passar os dias por nós, e se há dias de fortes tempestades, também há outros de sol, de luz e de primavera ...




... e então vamos lentamente ganhando forças e gradualmente começamos a abrir as janelas da esperança em dias melhores...









E um dia, conseguimos abrir completamente as janelas do nosso coração, deixando novamente entrar a brisa dos novos amanheceres e a luz da esperança do dia presente. Viver um dia de cada vez e o melhor possível é o meu lema atual.

Umas vezes abertas, outras fechadas as janelas são a forma de nos conectarmos com a vida que nos rodeia.









No equilibrio do fechar e abrir as janelas do nosso coração para a vida,  reside o segredo de bem viver, mas conseguir alcançar esse balanço nem sempre é fácil.


7 comentários:

  1. Que bela reportagem sobre as janelas... Roma é uma cidade fantástica.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Um belo conjunto de imagens!
    Adoro janelas e Portugal tem-nas para todos os gostos e feitios!
    Adorei sua reflexão! BJ

    ResponderEliminar
  3. Gostei tanto de Roma!
    Excelentes fotos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olá querida amiga, como vai? Estou meio afastada do blog em virtude da gravidez da minha filhota, agora que minha netinha nasceu estou voltando. Postei uma fotinho linda da Maria Julia, gostaria muito de receber sua visita. Beijokas

    ResponderEliminar
  5. Lindas janelas, Maria!!!
    Já conheci algumas delas!!!
    Meu marido adora os postes dessas cidades!!! Quer que eu mostre!!!
    Bjos!!!

    ResponderEliminar
  6. 。·..✿✿°
    Amei o texto e as fotos também!!!

    Boa semana!
    Beijinhos.
    °º。♡♡彡

    ResponderEliminar
  7. Janelas abertas para o mundo!
    Lindas fotos!
    Bjs

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.