terça-feira, 26 de agosto de 2014

JANELAS DE ITÁLIA (continuação)



Hoje vou continuar a mostrar as lindas JANELAS, que vi na minha visita a Itália. Já mostrei as janelas de MILÃO,  de VERONA e VENEZA, e neste post vamos poder apreciar as janelas que vi em FLORENÇA, SIENA e ASSIS.







Por detrás de uma janela,  histórias de vida se vão construíndo...







Alegrias e tristezas,  dor e felicidade, risos e lágrimas, inundam cada casa e estão presentes por detrás de cada janela.




 


Mas as janelas também podem ter grades e aprisionar até os sonhos. Ao longo da vida os sonhos vão sendo construídos, alguns ganham asas e tornam-se realidades, outros, ficam para sempre presos nas grades da ilusão.





Quando abertas, permitem "arejar" a alma e o olhar. Fechadas, as janelas ajudam o silêncio interior a envolver-nos, permitindo os nossos pensamentos divagar perscutando o passado e imaginando o futuro.  E, quando o céu se reflete nelas, é  um convite para aproveitarmos o melhor possível o nosso dia.





Para terminar a minha "reportagem" fotográfica das JANELAS de Itália, irei num post futuro mostrar as JANELAS de ROMA.



2 comentários:

  1. Amiga Maria!
    São simples as janelas desses lugares da Itália. Gostei muito da última.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Maria, tens muita sensibilidade e alegria e isso transparece em tuas postagens... consegues tirar o máximo dos pequenos detalhes de forma muito poética. "As janelas" de tua alma se revelam em tuas palavras. Fico encantada...
    Beijo
    Luciane

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo