segunda-feira, 17 de junho de 2013

Cai chuva do céu cinzento – Poema de Fernando Pessoa



Cai chuva do céu cinzento

Cai chuva do céu cinzento
Que não tem razão de ser.
Até o meu pensamento
Tem chuva nele a escorrer.

Tenho uma grande tristeza
Acrescentada à que sinto.
Quero dizer-ma mas pesa
O quanto comigo minto.

Porque verdadeiramente
Não sei se estou triste ou não.
E a chuva cai levemente
(Porque Verlaine consente)
Dentro do meu coração.

Fernando Pessoa




“Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol. Ambos existem; cada um como é.”(Fernando Pessoa)

3 comentários:

  1. Um poema muito a propósito.
    Lá fora, chove...
    Maria, minha querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. Dia chuvoso tens seus encantos.Belo poema de Fernando Pessoa.
    "Cai chuva do céu cinzento
    Que não tem razão de ser.
    Até o meu pensamento
    Tem chuva nele a escorrer."
    Precioso.Parabéns! Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  3. Boa noite Maria,
    Todos os dias são belos. A sua beleza renova-se a cada momento. Temos que nos adaptar á mudança do tempo em vez de esperar que ele seja como nós queremos.
    Bjis
    J

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.