sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Cântigo de Esperança





Não peça eu nunca,
para me ver livre de perigos,
mas coragem para afrontá-los.

Não queira eu,
que se apaguem as minhas dores,
mas que saiba dominá-las
no meu coração.

Não procure eu amigos ,
no campo da batalha da vida,
mas ter forças dentro de mim.

Não deseje eu ansiosamente
ser salvo,
mas ter esperança
para conquistar pacientemente
a minha liberdade.

Não seja eu tão cobarde, Senhor,
que deseje a tua misericórdia
no meu triunfo,
mas apertar a tua mão
no meu fracasso!


Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"

Tradução de Manuel Simões




11 comentários:

  1. Tenha um excelente fim-de-semana.
    Em paz e harmonia.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia querida amiga ,nada mais a propósito que esta partilha para este mês que se inicia,muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  3. Bom dia. Àmen

    .
    Deixo cumprimentos e votos de um dia muito feliz
    .

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela escolha! Amei

    Beijos e um bom fim de semana.
    Bom feriado

    ResponderEliminar
  5. Uma bênção de cântico!
    Lindo Maria Rodrigues.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Una bella poesía de este gran poeta indio.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  7. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Olá querida Maria, Mais um belo poema, para juntar à fotografia e à arte,
    como muito bem sabe fazer.
    Gostei.
    Beijinho carinhoso.
    Tenha um ótimo fim de semana.
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar
  8. Excelente escolha. Não conhecia.

    Bom fim de semana Maria e um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria:
    Tagore sempre me emociona .Sua sabedoria é divina !!
    maravilhoso, maravilhoso poema.
    :o)

    ResponderEliminar
  10. Uma partilha excelente e propícia para esse período no qual o amor, a paz e a magia do natal está bem mais palpitante.
    Beijos cheios de ternura!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo