quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Sinto-me como uma semente no meio do inverno ...





Sinto-me como uma semente no meio do inverno, sabendo que a primavera se aproxima. O broto romperá a casca e a vida que ainda dorme em mim haverá de subir para a superfície, quando for chamada. 

O silêncio é doloroso, mas é no silêncio que as coisas tomam forma, e existem momentos nas nossas vidas em que tudo o que devemos fazer é esperar. 
Dentro de cada um, no mais profundo do ser, está uma força que vê e escuta aquilo que não podemos ainda perceber. 

Tudo o que somos hoje nasceu daquele silêncio de ontem. Somos muito mais capazes do que pensamos. 

Há momentos em que a única maneira de aprender é não tomar qualquer iniciativa, não fazer nada. Porque, mesmo nos momentos de total inação, esta nossa parte secreta está trabalhando e aprendendo. 

Quando o conhecimento oculto na alma se manifesta, ficamos surpresos connosco mesmos, e os nossos pensamentos de inverno se transformam em flores, que cantam canções nunca antes sonhadas. 

A vida sempre nos dará mais do que achamos que merecemos.

Khalil Gibran



5 comentários:

  1. Simplesmente lindo!
    Amei.

    Beijo
    Continuação de boas festas.

    ResponderEliminar
  2. Ainda falta um tempinho para chegar a Primavera.
    .
    Passando a fim de deixar a minha mensagem de Ano Novo
    .
    Tema: -- FELIZ ANO NOVO DE 2018 --
    .
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Um texto muito bonito que me deu tranquilidade. Adorei

    Hoje:-"Chuva, onde desejo tréguas."

    Bjos
    Resto de uma feliz tarde.

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida querida amiga ,um momento muito belo querida amiga ,beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar
  5. De fato. Eu tenho em mim um pouco
    de você que certamente também tem
    algo meu. Saudade, por exemplo, a
    que eu tenho é de você e essa ausência
    que você sente de alguém, quem sabe não
    é de mim?

    Um beijo, feliz ano novo e continuo te
    seguindo, querida.

    silvioafonso

    .

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo