quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

12 Remendando Cristais





Em quais vezes já morri?
Por quantas vezes já morri?

Que importa?
A quem importa?

O vento varre tudo.
A chuva vai e vem
vem e vai.
O sol também morre.
Coitado do sol.
Mas
enquanto houver
ainda horizontes meus
bordados pelas esperanças minhas.
Oh! essas ilusórias auroras.

E enquanto houver ainda
rosas e paisagens
em retinas minhas
minhas telas
fugazes ou mentirosas
então talvez
eu ainda, ainda ressuscite
podendo lutar
e comigo brigar
na ânsia louca de buscar
vozes, olhares e gestos
e como num carnaval brincar
dentro e abraçada ao calor
dos verbos: Voltar – Acreditar.

 Alvina Nunes Tzovenos 
In: Palavras ao Tempo


12 comentários:

  1. Hoje vem Sao Nicola visitar os crianças boas
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Bom dia. Enquanto houver na alma poesia. Toda a tristeza se esvai e a alegria de viver ressurge e fica.
    .
    Deixando cumprimentos
    .

    ResponderEliminar
  3. Que lindo poema, profundo, simples e forte...
    Um carinhoso abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  4. Belíssimo :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Que bonito!! Amei. Obrigada pela partilha.

    Beijo e um excelente dia.

    ResponderEliminar
  6. Que belo poema, repleto de profundidade e emoção, gostei muito!
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  7. Morrer e ressuscitar,
    de acreditar gostava eu
    esse poema dá que pensar
    parabéns a quem o escreveu!

    Tenha uma boa noite amiga Maria, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  8. Belíssimo querida amiga ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  9. muito interessante estes versos deste poema, gostei muito. Obrigada pela partilha.
    Abração e beijinhos,
    Léah

    ResponderEliminar
  10. * Estou aqui conhecendo este blogue e gostando muito !!!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.