sexta-feira, 8 de abril de 2016

Prece





Senhor, a noite veio e a alma é vil.
Tanta foi a tormenta e a vontade!
Restam-nos hoje, no silêncio hostil,
O mar universal e a saudade.

Mas a chama, que a vida em nós criou,
Se ainda há vida ainda não é finda.
O frio morto em cinzas a ocultou:
A mão do vento pode erguê-la ainda.

Dá o sopro, a aragem — ou desgraça ou ânsia —
Com que a chama do esforço se remoça,
E outra vez conquistaremos a Distância —
Do mar ou outra, mas que seja nossa!



Fernando Pessoa



11 comentários:

  1. Uma prece que envolve um mundo de esperança, uma "Mensagem".
    Fernando Pessoa no seu melhor.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  2. Olá Amiga gostei muito dessa sua escolha com este poema de Fernando Pessoa.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  3. Um belo poema de Fernando Pessoa.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. sempre bom reler Fernando Pessoa...
    imagem muito bonita.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  5. Muito lindo poema e prece!" Vim avisar que acabou de entrar um céu teu por lá! bjs, obrigadão,chica Podes ver aqui:

    http://ceuepalavras.blogspot.com.br/2016/04/ceu-da-maria.html

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde, Maria
    Excelente escolha, a sua. Parabéns.

    Beijo, bom fim de semana.

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  7. É sempre um privilégio ler Fernando Pessoa.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Essa prece reconforta a alma!
    Beijão, Maria Rodrigues!

    ResponderEliminar
  9. Que lindas y profundas palabras, la imagen muy hermosa.

    Besitos amiga que tengas un feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  10. Que linda mensagem amiguinha, profunda. Fernando Pessoa e sua grande riqueza. Bom dia e beijinhos meus.

    ResponderEliminar
  11. Uma prece... e um agradecimento aos deuses, por mais esta oportunidade de apreciar Pessoa, por aqui...
    Mais uma publicação de excepção, por aqui, que é um privilégio apreciar...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo