quarta-feira, 16 de outubro de 2013

O Tempo Passa? Não Passa - Poema de Carlos Drummond de Andrade



O tempo passa?
Não passa no abismo do coração
lá dentro, perdura a graça
do amor, florindo em canção.

O tempo nos aproxima
cada vez mais, nos reduz
a um só verso e uma rima
de mãos e olhos, na luz.

O tempo é todo vestido
de amor e tempo de amar.
O meu tempo e o teu
transcedem qualquer medida.

Além do amor, não ha nada,
amar é o sumo da vida.
Pois só quem ama escutou
o apelo da eternidade".

Carlos Drummond de Andrade 




8 comentários:

  1. Maria, poema lindíssimo!...
    O Tempo e o Amor, essenciais e decisivos para nossa jornada!!!

    Um abraço carinhoso... Boa Noite... Ótima 5ª Feira!

    ResponderEliminar
  2. BOA NOITE MINHA FLOR !!!!!!!!!!!!!!!!!
    LINDA ESCOLHA ...BELO POEMA ...
    BJSSSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar
  3. oi minha amiga,

    esse tal tempo,
    implacável,
    não perdoa nada,
    passa para todos,
    de uma forma idêntica...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. O tempo passa, tudo passa amiga, resta as recordações de cada momento desse tempo.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  5. Bom dia querida amiguinha, é o tempo passa e como passa. Desejo para você um lindo dia beijinhos querida.

    ResponderEliminar

  6. O tempo passa e de tempo nem o próprio tempo passa.

    Beijo e bom fim de semana, Maria.

    Laura

    ResponderEliminar
  7. Muito belo este poema, Maria.
    Não conhecia. Fala na linguagem dos poetas: a do coração.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Oi querida, que lindo!
    O tempo passa, só nós que não percebemos...
    Tenha uma ótima semana, beijos!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo