terça-feira, 4 de outubro de 2016

Poupa-eurasiática (Upupa epops)




Quando estive de férias na Praia da Rocha, encontrei num dos meus passeios, esta linda ave:

Poupa-eurasiática




Ordem: Bucerotiforme
Família: Upupidae




Um pardalito também andava por ali e fazia-lhe companhia na hora da refeição...




A distribuição geográfica das poupas é bastante vasta, sendo o seu habitat preferencial a savana africana e zonas de vegetação rasteira na Europa e Ásia. É relativamente comum em zonas agrícolas.

A poupa-eurasiática possui cerca de 27 cm de comprimento, a sua plumagem é acastanhada, sendo as asas e a cauda pintalgadas de negro e branco. A poupa pontiaguda que lhe dá o nome, é alaranjada, com extremidades negras, por vezes ela abre-a em leque. O bico é longo e recurvado e as patas são acinzentadas e curtas. O seu canto é um característico hoop-hoop-hoop que pode ser repetido ao longo de vários minutos.




Alimenta-se de larvas, vermes e pequenos lagartos. Embora prefira alimentar-se no solo, é também capaz de caçar insectos em voo.

A época de reprodução decorre entre Agosto e Outubro, dependendo da distribuição geográfica. Cada postura contém 2 a 6 ovos de cor azul-esverdeada. Os juvenis chocam ao fim de cerca de 17 dias de incubação, da responsabilidade exclusiva da fêmea, e permanecem no ninho durante cerca de um mês, recebendo os cuidados parentais de ambos os progenitores.




A principal característica dos ninhos das poupas, construídos em cavidades de árvore, é talvez o seu cheiro fétido, extremamente desagradável. O mau cheiro não se deve a falta de higiene no ninho, pois é sabido que a fêmea o limpa cuidadosamente de todos os detritos, mas representa uma estratégia contra predadores. A fêmea e os juvenis desta espécie possuem uma glândula uropigial, capaz de segregar o líquido responsável pelo mau cheiro, que é expelido em caso de ameaça.

O estado de conservação da poupa é seguro, mas a espécie encontra-se em regressão na Europa. No último século desapareceu da Suécia, Holanda, Bélgica e grande parte da Alemanha, sobretudo devido à alteração das práticas agrícolas e à introdução do uso de insecticidas.




Texto explicativo: wikipedia
Fotos: Pessoais

11 comentários:

  1. Que ave linda, imagino seus ovos azuis-esverdeados,
    e tem um topete charmoso! bjs

    ResponderEliminar
  2. Que belas imagens não conhecia, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  3. Hello Maria,
    Funny pictures of this wonderful bird. Great.

    Kind regards,
    Marco

    ResponderEliminar
  4. Olá Maria
    Realmente é uma linda ave, goste de conhecer. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  5. Uma ave muito bonita e como a natureza é sábia deu-lhe uma glândula com elemento de defesa.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
  6. Adoro aves, esta é muito linda,tem uma bela poupa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. ... Era uma ave muito comum cá na Terra, mas já há alguns anos que não vejo nenhuma. Mas que é uma ave linda, lá isso é.
    Obrigado por trazeres-me á memória a espécie, aqui tão bem documentada. Parabéns, Maria.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria! Eis que mais uma vez me proporcionas um belo passeio turístico, com direito de conhecer esta beleza de ave.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde amiga!
    Belas fotos e que linda ave,não conhecia.
    Beijos... Fátima.

    ResponderEliminar
  10. Muito linda ,beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.