quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Pintura - Poema de Albano Martins





Onde se diz espiga
leia-se narciso.
Ou leia-se jacinto.
Ou leia-se outra flor.
Que pode ser a mesma.

As flores
são formas
de que a pintura se serve
para disfarçar
a natureza. Por isso
é que
no perfil
duma flor
está também pintado
o seu perfume.


Albano Martins



3 comentários:

  1. Simples e encantador!!! bj

    Conhece este poema?
    http://mgpl1957.blogspot.pt/2016/10/charles-chaplin.html

    ResponderEliminar
  2. Magnifica partilha querida amiga ,muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Estamos no tempo dos crisantemos, que adoro.
    Muito belo, MR.
    Beijinho.
    ~~~~

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.