quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

Claude Monet - Um dos maiores Pintores representantes do Impressionismo


Claude Óscar Monet (Paris, 14 de Novembro de 1840 — Giverny, 5 de Dezembro de 1926)


Monet nasceu na França, no ano de 1840. Tornou-se um dos mais célebres e um dos mais importantes pintores representantes do impressionismo. Foi uma das suas pinturas, “Impressão: Nascer do Sol”, que deu nome ao movimento artístico impressionista.
Impression Sunrise

O seu pai, Claude-Auguste, tinha uma mercearia modesta. Aos cinco anos, a sua família mudou-se para Havre, na Normandia. O pai desejava que ele continuasse no comércio da família, mas ele desejava pintar. Foi a sua tia Marie-Jeanne Lecadre que o apoiou a seguir a carreira artística, pois ela fora também pintora.

Tulip Fields in Holland

Em 1851, Monet entrou para a escola secundária de artes e acabou tornando-se conhecido na cidade pelas caricaturas que fazia. Nas praias da Normandia, Monet conheceu, por volta de 1856, Eugène Boudin, um artista que trabalhava extensivamente com pintura ao ar livre nessas mesmas praias, e que lhe ensinou algumas técnicas ao ar livre.

Corner garden Montgeron

Em 28 de Janeiro de 1857, a sua mãe morreu e, aos 16 anos, Monet abandonou a escola e foi morar com a sua tia Marie-Jeanne Lecadre.

Em 1859, Monet foi para Paris estudar pintura, e foi aí que conheceu a sua primeira mulher, Camille. Monet retratou-a muitas vezes, em quadros onde ela aparecia mais do que uma vez na mesma pintura.

Camille Monet

Em 1861, foi obrigado a servir no Exército na Argélia. A sua tia Lecadre concordou em conseguir a sua dispensa do serviço caso Monet se comprometesse a cursar Artes na universidade. Ele deixou o exército, mas não lhe agradou o tradicionalismo da pintura académica.

Clifftop Walk at Pourville

Em 1865 - Monet realiza ''Almoço na Relva''.

Picnic - Luncheon on the Grass

Decepcionado com o ensino da pintura académica na Universidade, em 1862 ele foi estudar artes com Charles Gleyer em Paris, onde conheceu Pierre-Auguste Renoir, Frédéric Bazille e Alfred Sisley. Juntos desenvolveram a técnica de pintar o efeito das luzes com rápidas pinceladas, o que mais tarde seria conhecido como impressionismo.

View of le Havre

Em 1870, Camille e Monet casaram-se três anos após o nascimento do primeiro filho do casal.

Camille Money and Child in Garden

No mesmo ano, com o início da guerra franco-prussiana, Monet e a sua família refugiaram-se em Londres.

Blanche Monet

De volta à França, vai para Argenteuil, onde passou a receber os seus amigos impressionistas (Manet, Renoir, Sisley e outros). Na cidade, o rio Sena e as belas paisagens serviram de inspiração para numerosos quadros de Monet e os seus amigos que puderam pintar ao ar livre.
Amsterdam

Em 1872 ele Monet pintou Impressão, nascer do sol (Impression: Soleil Levant (actualmente no Museu Marmottan de Paris), uma paisagem do Havre, exibida na primeira exposição impressionista de 1874. O quadro deu origem ao nome usado para definir o movimento impressionista.

Em 1876 pinta "Pond at Montgeron"

Pond at Montgeron

Em 1878, Monet mudou-se para Paris com a família devido à crise financeira. No mesmo ano, nasceria o seu segundo filho, Michel. Em férias com o casal Hoschédé, Monet acabou apaixonando-se pela mulher do Sr. Hoschédé, Alice. Um ano depois, Camille Doncieux morreu de cancro aos trinta e dois anos de idade.

Woman with a Parasol

Em 1883, Monet mudou-se para Giverny, na Normandia. Monet trocava correspondência com Alice até a morte do seu marido em 1891. No ano seguinte ele e Alice Hoschédé casaram-se.

Poppies Blooming

Monet entrou numa fase feliz e produtiva da sua vida. Os seus trabalhos foram aceitos pelo Salão Oficial e não lhe faltava dinheiro. Viajava para a Noruega, Veneza, Londres, mas seu lar, tanto doméstico quanto artístico, era em Giverny.

Monet's Garden, the Irises

Na década após o seu casamento, Monet pintou uma série de imagens da Catedral de Rouen em vários horários e pontos de vista diferentes. Vinte pinturas da catedral foram exibidas na galeria Durand-Ruel em 1895. Ele também fez uma série de pinturas de pilhas de feno. Em 1899, Monet pintou em Giverny a famosa série de quadros chamadas "Nenúfares".

Water lilies

Monet ao pintar Nenúfares baseou-se no lago e na pequena ponte japonesa da sua própria casa, no Outono, porque era nessa época do ano em que as flores caiam sobre o lago criando uma linda visão na qual Monet resolveu pintar. Estas obras quando foram expostas fizeram grande sucesso. Era o reconhecimento tardio de um génio da pintura.

Bridge over a Pond of Water Lilies

A técnica de Monet para pintar quadros era bastante peculiar para as pessoas e outros artistas que o viam pintando. Contudo, a técnica de Monet desenvolvida na época, foi considerada mais tarde como umas das belas do mundo- o impressionismo,. À primeira vista e vendo de perto, aparenta ser apenas borrões. Mas ao distanciar-se a visão, o quadro forma-se muito nitidamente.

Fishing Boats Leaving the Port of Le Havre

Monet teve uma catarata no fim da sua vida. A doença atacou-o por causa das muitas horas que passava com os seus olhos expostos ao sol, pois gostava de pintar ao ar livre, em diferentes horários do dia e em várias épocas do ano, o que foi outra característica do Impressionismo. Durante a sua doença Monet não parou de pintar. Usou nessa época da sua vida, cores mais fortes como o vermelho-carne e vermelho goiaba, cor de tijolo, entre outros tipos de vermelhos e cores mais fortes.

Venice Twilight

Em 1911, com o falecimento de Alice e o seu problema de visão, Monet perdeu um pouco a vontade de viver e pintar. A sua vontade só seria animada com a amizade de Georges Clémenceau, que lhe escrevia cartas de apoio.
Woman in a Garden

Monet morreu a 6 de Dezembro de 1926. Está enterrado no Cemitério da Igreja de Giverny, Eure, na Haute-Normandia.

Fontes: Wikipedia; Enciclopedia Larousse;  outros artigos net.

The Garden in Flower

"Toda a obra de arte é uma personalidade. O artista vive nela, depois dela ter vivido longo tempo dentro dele." (Vargas Vila)

20 comentários:

  1. Não tenho cadernos.
    Tudo o que escrevo,
    escrevo nas paredes do meu quarto.
    Se é para estar presa,
    que seja entre quatro poemas...

    ¬ Rita Apoena ¬

    Bom dia.......Beijos de coração prá coração..........M@ria

    ResponderEliminar
  2. Um pintor muito famoso pelos seus quadros.
    Agradeço mais esta aula de pintura impressionista pelos quadros expostos e pela historia de Claude Monet e das suas técnicas.

    Desejo para toda a família PAZ e BEM

    ResponderEliminar
  3. Aqui estou mais uma vez a 'beber' cultura,
    neste magnifico Post...
    Beijo...Festas Felizes

    ResponderEliminar
  4. Maria
    Muito boa esta postagem. Gostei do cuidado que teve na ilustração do que escreveu.
    Não sendo um pintor que aprecie, não há dúvida que Monet marcou a sua época.
    Beijinhos
    Lourdes

    ResponderEliminar
  5. Mais uma linda e maravilhosa escolha amiga, a verdadeira arte fica bem em todo o lado.
    Desde as parardes de uma casa às paredes de um museu, mas onde ela tem mais beleza é mesmo nos olhos com que as vemos.
    Beijos de luz e muita paz

    ResponderEliminar
  6. Adoro o impressionismo...maravilhosas as telas dele querida...
    Tenha um belo dia e beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  7. Oie!

    Adorei sua visita no meu blog!
    MTO obrigada!!! =)

    Aki também tdo é lindo!!!
    Adorei!!!

    Volte sempre viu?

    Beeeeijos

    ResponderEliminar
  8. As fontes nas quais você nos coloca para beber são uma espécie de tônico para os olhos e a alma, Maria! Lindíssimo este verdadeiro espetáculo artístico que você nos apresenta aqui. Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderEliminar
  9. Eu adoraria pintar como o pássaro canta.

    Cllaude monet.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Foi uma autentica viagem pela vida e pela vasta obra de Monet.

    ResponderEliminar
  11. Belo trabalho, Maria, como sempre suas postagens são magníficas! Suas escolhas: perfeitas.

    grande beijo
    tais luso

    ResponderEliminar
  12. Lindo! todas suas escritas são dignas de aplausos
    Tenhas um domingo abençoado...regado de paz, luz e muito amor....
    Tem um mimo em meu blog para ti...
    Meu blog só existe por conta de pessoas especiais igual a você
    Abraços carinhoso
    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  13. precisa por o nome das obras em baixo. Obrigada!!!

    ResponderEliminar
  14. nossa !! vc me ajudou bastante no trabalho

    ResponderEliminar
  15. Seu blog é LINDO. Amo Claude Monet e essa boa divulgação é um serviço à cultura. Parabéns!

    ResponderEliminar
  16. Maria...que prazer descobrir seu blog.Estou fazendo uma tarefa de um curso que faço e precisava pesquisar sobre Monet...foi assim que encontrei seu lindo blog.E como acredito que nada é por acaso...só tenho que agradecer.Muito obrigada! Paz, luz e sabedoria!!Um abraço.Helenice

    ResponderEliminar
  17. eu gosto ndo ipresioniusmo

    ResponderEliminar
  18. eu sempre fui um adepto do impressionismo,sou fiel a esse estilo de pintura na qual eu tambem pratico não tem pra mim pintura mais linda e poética do que o impressionismo.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.