quarta-feira, 3 de junho de 2020

Amar por Amar - Poema de Pedro Homem de Mello





Amar por amar não posso.
Amar por amar não sei.
Amar por amar não posso.
Amo aquilo só que é nosso
Amando à margem da lei.


Amar por amar não posso
Amar por amar não sei.

Ninguém me faça perguntas!
Trago o coração já frio…
Ninguém me faça perguntas,
Que as minhas lágrimas juntas
Davam para encher um rio!


As minhas lágrimas juntas
Davam para encher um rio!



Pedro Homem de Mello

13 comentários:

  1. Bonito e reflexivo... O amor verdadeiro é lindo!
    Um grande abraço pra você, querida Maria...

    ResponderEliminar
  2. Poema muito doce, maravilhoso de ler
    .
    Tenha um dia de Paz e bem

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde, Amiga!
    Que poema tão bonito! Obrigada pela partilha!
    -
    Areia molhada, e um silêncio no coração.

    Beijos e uma excelente tarde!!

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde de paz, querida amiga Maria!
    Amar por amar nunca devo.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderEliminar
  5. Bonito poema aunque me parece un poco lioso, quizás sea el traductor.

    Saludo.

    ResponderEliminar
  6. Para amar tem que amar por inteiro, Belo poema e partilha. Obrigada pela prazerosa leitura querida Maria.

    Boa noite de paz e boa semana.

    https://apariabaesuasbelezas.blogspot.com.br
    Bjss

    ResponderEliminar
  7. Um poema belo e tocante, de um grande autor!...
    Gostei imenso! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo