terça-feira, 23 de abril de 2019

Foi para Ti que Criei as Rosas - Poema de Eugénio de Andrade





Foi para ti que criei as rosas.
Foi para ti que lhes dei perfume.
Para ti rasguei ribeiros
e dei ás romãs a cor do lume.


Eugénio de Andrade

10 comentários:

  1. Uma belíssima quadra de amor.
    Do mais real e profundo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Que lindo Maria, para inicio de semana.
    Belíssima escolha.
    Feliz Páscoa para voce e os seus.
    Uma boa semana de paz e luz amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. İnteresting poem 😊 thanks for your sharing 😊

    ResponderEliminar
  4. É engraçado como o sujeito poético deste texto se assume tão demiurgo!
    Adoro este poema!
    Boa terça-feira!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  5. Belas imagens emoldurando linda poesia.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
  6. Grande Eugénio de Andrade, belas as suas palavras................Maria adoro flores e também tenho lindas no meu jardim da aldeia. Desejo que estejas bem, um grande beijinho.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo