quinta-feira, 7 de junho de 2018

De além das Montanhas - Fernando Pessoa




De além das montanhas,
De além do luar,
Vêm formas estranhas.
São gémeas do vento,
São só pensamento.
Mudam as entranhas
De as ouvir passar.

Cavalgada rindo
Seu curso do além,
Vem vindo, vem vindo,
E tremem janelas,
Velam-se as estrelas,
(E) os ramos, rugindo,
Falam como alguém.

Mas, súbito, aragem
Que perdeu o som,
Cessou a passagem
Do que tirou calma
Aos ramos e à alma.
Só se ouve a folhagem
Num sussurro bom.

E, abrindo a janela,
Contemplo, a mal ver,
Ao luar uma estrela
Tão vaga, tão vaga,
Que quase se apaga
Quem sabe se ela
Vai também levada,
Qual tanta faltada,
Nessa cavalgada
Que passou sem ser? 


Fernando Pessoa


20 comentários:

  1. Este homem era um espírito permanentemente inquieto e um génio.

    ResponderEliminar
  2. That is really a lovely poem...it translates to English rather well, at least for me it does :)

    ResponderEliminar
  3. Beautiful view in the picture. I like mountains and the moon. When you look at the picture, you can almost hear the whispering of the leaves.
    Hugs!
    Have a lovely day!

    ResponderEliminar
  4. What a lovely image. I especially like the white birds (doves?) that flitter about the young woman.

    ResponderEliminar
  5. ** ♥♥ ¡Poético! ♥♥**
    Saludos, Maria

    ResponderEliminar
  6. O nosso Fernando Pessoa!!!! Excelente escolha poética.

    Beijinhos
    Fanny Costa

    ResponderEliminar
  7. Maria Rodrigues
    Maravilhoso poema de Fernando Pessoa, embora possua muito do poeta, como este, vou achando bastantes poemas que não li.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Hello dear Maria!
    A wonderful poem and very beautiful lyrics!
    Have a lovely day!
    Dimi...

    ResponderEliminar
  9. Está lindo aqui, novo visual, a escolha do poema é lindo demais, Fernando Pessoa, amo ler tudo o que ele deixou, riquíssimo legado!
    Abraços querida amiga Maria!

    ResponderEliminar
  10. Un poema muy emotivo. Me ha gustado!
    Un abrazo, Maria.

    ResponderEliminar
  11. Hasta mi ventana ha llegado el susurro del viento, con las palabras de ese hermoso poema.

    Besos

    ResponderEliminar
  12. The woman in the picture could be Tarja Turunen. Ex Nightwish singer.

    ResponderEliminar
  13. Bonitas palavras desse enorme poeta.
    Bjs

    Hoje em Caminhos Percorridos - VIVE A VIDA

    ResponderEliminar
  14. Un poema que habla de esa naturaleza
    que nos acompaña y se siente viva
    trayendo motivos para dejar a la reflexión
    de lo que es la vida...

    ResponderEliminar
  15. Um poema belíssimo de um poeta grandioso em sensibilidade e inspiração!
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.