quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Humildade - Poema de Francisco Bugalho




As águas beijei,
As nuvens olhei,
Às árvores cantei,
Na sua beleza.

Os bichos amei,
Na sua bruteza,
Na sua pureza,
De forças sem lei.

E porque os amei
E os acompanhei,
Não me senti rei
Na Mãe-Natureza.


Francisco Bugalho, in "Paisagem”




11 comentários:

  1. Que lindo, amei ler!
    Abraços amiga Maria!

    ResponderEliminar
  2. Oi Maria, que poema lindo...
    Parabéns pela escolha!
    Bjsssss amiga

    ResponderEliminar
  3. O poeta foi sábio ao observar e aprender que a natureza nos ensina a humildade.
    beijinhos, Léah.

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia...mas é bem simples na sua delicadeza!!! Bj amigo

    ResponderEliminar
  5. Doce e lindo poema. Também eu , amo os animais!
    Maria, beijos!!!

    ResponderEliminar
  6. Oi Maria

    Quem ama não sobrepõe-se ao ser amado. O amor iguala a tudo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Tudo de bom para vc , é com alegria que recebo os teus comentários e felicidades em respondelos, graças a Deus estou bem, desejo muita paz e que todos estejam com saúde, um grande abraço da amiga Celina

    ResponderEliminar
  8. Soberba construção poética! Um poema magnífico. Adorei ler
    Um ótimo final de semana
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Boa noite Maria, como vai amiga?
    Belíssimo poema bem revelador da enorme admiração do Autor pela natureza e da sua humildade em reconhecê-lo!
    Quem a ama jamais se pode sentir acima dela, porque acima só Deus o seu Criador!
    Desejo-lhe um bom fim de semana.
    Beijinhos com o meu carinho!
    (Não se sinta só, Deus está sempre a seu lado;))!
    Ailime

    ResponderEliminar
  10. Amiga Maria!
    Agradeço por partilhar um belo poema sobre humildade.
    Que você tenha um fim de semana agradável.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Cheguei aqui por uma pesquisa no Google sobre uma escritora.
    Gostei do seu cantinho.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo