segunda-feira, 15 de maio de 2017

Pardais




Os pardais são uma das aves mais comuns no mundo.





Pardal, é o nome popular dado a um grupo de aves pertence ao género da família Passeridae. Este género incluí o pardal-doméstico (Passer domesticus) e o pardal-montês (Passer montanus), que se assemelha ao pardal-doméstico, sendo contudo um pouco menor. Distingue-o o barrete castanho e a mancha auricular preta.






Nativo do Velho Mundo, encontram-se dispersos por todos os continentes com exceção da Antártida.






São pássaros pequenos com bicos grossos para comer sementes. Vivem em bandos, havendo apenas um macho dominante por bando. As fémeas colocam geralmente 4 ou 5 ovos sendo os ninhos feitos pelos machos. A incubação dos ovos dura cerca 14 dias e os filhotes abandonam o ninho três semanas após terem nascido.





Texto explicativo: Wikipedia
Fotos: Pessoais


11 comentários:

  1. Adoro pássaros!
    Mas prefiro-os longe das gaiolas...

    ResponderEliminar
  2. Que postagem maravilhosa! Amei

    Beijinhos e uma excelente semana

    ResponderEliminar
  3. Um pássaro que tantas vezes vejo na quinta dos meus pais,maravilhosa semana querida amiga beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar
  4. Eles são muito fofinhos Maria Rodrigues!
    Aqui no Brasil temos muitos Pardais.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Gosto de pardais. o Tempo de agora é um mundo deles. Mas são tão rápidos a voar que não os consigo fotografar.

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Existem por todo o lado, os pardais... É bom vê-los... Belíssimas fotografias!
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Os pardais são muito lindos!
    Estas fotografias estão o máximo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Tenho algumas árvores em casa e são muito visitadas por belos pardais.

    Beijos,

    Furtado

    ResponderEliminar
  9. Maria
    Ia dizer que os pardais são como, se fossem aves endémicas, se isso se o nome lhes pudessemos aplicar. Sei porque constactei que foram o terror dos seareiros, por limparem bastante as sementeiras de trigo, vindo depois a ser bons fregueses quando o mesmo amadurecia.
    Beijos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.