quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Welwitschia mirabilis - Uma Planta que é Um fóssil vivo

A Welwitschia mirabilis é uma espécie que só existe no deserto do Namibe, na Namíbia e em Angola. O seu nome foi dado em homenagem ao Dr. Friedrich Welwitsch, que muito contribuiu para o seu conhecimento.


Foto: wikipedia_Hans_Hillewaert


É uma planta rasteira, formada por um caule lenhoso que não cresce, uma enorme raiz aprumada e duas folhas apenas, provenientes dos cotilédones da semente; as folhas, em forma de fita larga, continuam a crescer durante toda a vida da planta, uma vez que possuem meristemas basais. A Welwitschia mirabilis é uma planta dióica, ou seja, os cones masculinos e femininos nascem em plantas diferentes.


Foto: wikipedia_Michael_O'Brien_cones femininos

Foto: wikipedia_Michael_O'Brien cones masculinos


Com o tempo, as folhas podem atingir mais de dois metros de comprimento e tornam-se esfarrapadas nas extremidades.


Foto: wikipedia_Hans+Hillewaer


Apesar do clima em que vive, a Welwitschia consegue absorver a água do orvalho através das folhas. Esta espécie tem ainda uma característica fisiológica em comum com as crassuláceas (as plantas com folhas carnudas ou suculentas, como os cactos): o metabolismo ácido – assim, durante o dia, as folhas mantêm os estomas fechados, para impedir a transpiração, mas à noite elas abrem-se, deixando entrar o dióxido de carbono necessário à fotossíntese.


Foto: wikipedia_Amada44

Foto: wikipedia_Guido+Gerding_XN


É difícil avaliar a idade que estas plantas atingem, mas pensa-se que possam viver mais de 1000 anos. Devido às suas características únicas, incluindo o seu lento crescimento, a Welwitschia é considerada uma espécie ameaçada.

Fontes e Fotos: Wikipedia; photo.net; outros net


Foto: photo.net_By+Dionys+Moser

A natureza é simplesmente surpreendente.

9 comentários:

  1. A natureza é um presente de Deus!!

    Beijoss

    ResponderEliminar
  2. Podemos ou podíamos encontrá-la no deserto da linda Moçâmedes (deserto do Namibe)!
    A propósito José Galvão Balsa no seu livro Feitiço do Namibe começa um poema assim : "Mora a velvítchia no emo solitário,
    A flor de Angola, dum areal do Sul,
    Braços coleantes, sob céu azul,
    Á flo da sede, em prece, num calvário..."
    Beijo Maria
    anacosta

    ResponderEliminar
  3. oi Maria,

    fiquei impressionada,
    mas não sei muito bem se gosto...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Welwitschia é sem dúvida uma maravilha da natureza!
    Já a conhecia e hoje fiquei a saber um pouco mais!
    Bj amigo!

    ResponderEliminar
  5. Que interessante, não imaginava uma planta assim,
    a natureza sempre surperendendo.
    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Ao surpreender, creio de alguma forma todos nós ficamos cativados, seja no campo, nos animais ou humanamente...

    Beijos;

    Leandro Ruiz

    ResponderEliminar
  7. Belíssimos Registros mostrando coisas belas!

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia. Nunca ouvira falar.
    E foi... surpreendente.
    Adorei, Maria.
    Beijinho.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.