segunda-feira, 26 de abril de 2010

Jardim Oriental Buddha Éden - Quinta dos Loridos

A Quinta dos Loridos, está situada na freguesia do Carvalhal, concelho do Bombarral.

Foto: Wikipedia_Carlos Luis M C da Cruz

Outrora, estas terras foram pertença do Mosteiro de Alcobaça, que as doou a João Annes Lourido, em 1430. No século XVI a família Sanches de Baena reconstruiu este Solar que é hoje um belo exemplo da nobre arquitectura rural do século XVIII, ostentando o orgulhoso brasão da família Sanches de Baena. A quinta pertenceu mais tarde à família portuguesa Sepúlveda e foi comprada pela JP em 1989, que tem como accionista maioritário o empresário Joe Berardo.

Foto: Wikipedia_Carlos Luis M C da Cruz


A Quinta dos Loridos é um lugar especial, onde a tranquilidade e o contacto com a natureza assumem um papel especial. Hoje é uma unidade hoteleira de luxo e também uma afamada produtora de vinhos, nomeadamente de espumantes.


Foto: Wikipedia_Carlos Luis M C da Cruz


O jardim “Jardim Buda Eden” - O Jardim da paz - foi idealizado e concebido pelo Comendador José Berardo, em resposta à destruição dos Budas Gigantes de Bamyan, naquele que foi um dos maiores actos de barbárie cultural, apagando da memória obras-primas do período tardio da Arte de Gandhara.


Foto:www.jf-carvalhal.pt


O jardim está a ser construído numa área de 35 hectares, pretendendo-se que seja um espaço de calma e paz de espírito. Entre budas, pagodes, estátuas de terracota e várias esculturas cuidadosamente colocadas entre a vegetação, estima-se que foram usadas mais de 6 mil toneladas de mármore e granito para edificar esta obra monumental.


Foto: wikipedia_Reino Baptista


O Jardim do Oriente fica no meio dos vinhedos do Bombarral, em local discreto, nas imediações na Quinta dos Loridos. Ao longe, emergindo das copas das árvores, avistam-se pagodes chineses.


Foto: www.geocaching.com


Um leão de pedra guarda a sua entrada, numa rampa que dá acesso a um moinho recuperado e a um fontanário de pedra branca, importado da China, tal como todas as estátuas. O Oriente começa uns metros mais abaixo, num passeio que pode ter início junto a um lago artificial ladeado de árvores e de estátuas, onde pontificam as do Buda, grandes e quase omnipresentes por se avistarem de vários ângulos.


Foto: Wikipedia_Carlos Luis M C da Cruz


Para Joe Berardo, comendador e filantropo, coleccionador de arte, a quinta dos Loridos “é um local onde as pessoas podem ir para meditar e reflectir sobre si próprias sem qualquer responsabilidade religiosa”. A área do projecto terá vários níveis de estatuária, desde as maiores, que serão “as grandes referências”, até ao nível mais pequeno, com esculturas de meio metro espalhadas por entre os caminhos que se situam no meio das flores e das árvores.


Foto: www.trekearth.com_Magui


A escadaria central é o ponto focal do jardim, onde os buddhas dourados dão calmamente as boas-vindas.


Foto: www.trekearth.com_Aires dos Santos


Os 700 soldados de terracota são pintados à mão e cada um deles é único, encontrando-se alguns enterrados como há 2.200 anos atrás.


Foto: www.geocaching.com


O arquitecto José Cornélio diz que o jardim não será um santuário budista, mas sim “uma evocação do Oriente feita por ocidentais” e que representará também “a presença portuguesa no Oriente e a interpenetração de culturas”.


Foto: Wikipedia_Carlos Luis M C da Cruz


O “Jardim Buda Eden” é um espaço de meditação e onde se consegue encontrar a paz interior que tanto necessitamos. Vale sem sombra de dúvida uma visita.

Fontes e Fotos : Wikipedia; www.bacalhoa.com/; www.guiadacidade.pt; www.geocaching.com; www.trekearth.com; outros net

6 comentários:

  1. Bom dia
    É verdade que é um jardim formoso, bem idealizado e muito sossegado.
    Gostei de o visitar e penso ainda voltar.
    Além das estátuas, preservaram as árvores que embelezam todo o conjunto.

    ResponderEliminar
  2. Maria querida, vir aqui é ter certeza de encontrar paisagens que nos encantam a visão, nos aquece o coração... lindo demais...
    Tenha uma ótima semana!
    Beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  3. Olá Maria!
    Prabéns por este magnífico trabalho.
    Deve ser um recanto maravilhoso de harmonia e bem estar, convidativo à reflexão.
    Proponho-me, na primeira oportunidade, a visitá-lo.
    Saudações luminosas

    ResponderEliminar
  4. Belo jardim, digno de ser visitado.A sensação que tive aquando a visita era que estava fora do país....Amei e quero voltar.

    ResponderEliminar
  5. NASCI NO BOMBARRAL À 59 ANOS E NÃO CONHECIA ESTA MARAVILHA

    ResponderEliminar
  6. NASCI NO BOMBARRAL À 59 ANOS E NAO CONHECIA ESTA MARAVILHA

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.