quarta-feira, 14 de abril de 2010

Algarve na Primavera




O Algarve tem muito para oferecer em qualquer altura do ano.

Eu pessoalmente adoro visitar o Algarve fora do rebuliço do Verão, é uma forma de recarregar as minhas baterias, tenho pena é de não o poder fazer com a frequência que gostaria.



O Algarve não é só praias, falésias e sensacionais baías, ele tem muito para oferecer a quem o quer visitar, desde Patrimónios históricos cujas origens remontam às culturas romana e árabe de Portugal...




até uma paisagem interior serrano com as suas colinas, sarapintadas por oliveiras, alfarrobeiras, amendoeiras, figueiras e laranjeiras, árvores e flores que conferem um colorido magnifico à paisagem.




O Algarve subdivide-se em três faixas principais, todas elas de grande beleza paisagística:

- O barrocal é uma zona de transição entre o litoral e a serra, sendo constituído por rochas calcárias e xistosas. Também conhecida por beira-serra, esta zona é, tradicionalmente, a principal fornecedora de produtos agrícolas do Algarve.


- A serra, que ocupa 50% do território, é formada, essencialmente, por rochas xistosas e algumas graníticas (neste último caso em Monchique, onde existe um maciço de sienito nefelínico). Os principais conjuntos montanhosos são a Serra de Espinhaço de Cão, a Serra de Monchique (onde se localiza a Foia que tem a maior altitude do Algarve: 900 metros) e a serra do Caldeirão ou Mú. 

- O litoral concentra a maior parte da actividade económica regional. A costa algarvia é, em termos paisagísticos, muito diversificada, variando entre costas abruptas, areais extensos, lagunas recortadas, sapais e outras formações dunares. As rochas predominantes são essencialmente do tipo sedimentar (como é o caso dos arenitos e dos conglomerados).



A melhor altura para ver a beleza do Algarve em flor é entre Fevereiro e Maio, em que a serra algarvia se cobre de mantos verdes pintalgados das mais diversas cores, são as flores que o brindam com a sua beleza e odor.






Os matos florescem e as estevas parecem formar um lençol branco pelos montes. Desde pequena que adoro ver as serras cobertas de estevas em flor, havia imensas junto à casa do meu avô no Alentejo, só não as apanhava pois as folhas eram pegajosas. 




A esteva, é característica de solos xistosos, a sua folhagem é envernizada e pegajosa. Esta planta viscosa tem potencialidades para a indústria cosmética, fornece uma óptima lenha para os fornos, é matéria prima para tingir tecidos.




Entre Fevereiro e Março as amendoeiras em flor cobrem o Algarve de branco, num espectáculo absolutamente delumbrante. Segundo a lenda, no tempo em que o Al-Gharb pertencia aos árabes, reinava em Silves o jovem Ibn-Almundim, que viria a apaixonar-se por Gilda, e com ela casar, filha de um grande senhor dos povos do Norte, derrotado em combate pelo rei mouro. O casamento foi uma grande festa, mas a bela princesa, sempre triste, não partilhava da alegria do príncipe. Vieram físicos de todo o mundo, mas ninguém conseguia encontrar cura para aquela dor. Até que um velho nórdico disse ao rei que Gilda tinha saudades da brancura dos campos cobertos de neve, existentes no seu país. Ibn-Almundim mandou então plantar milhares de amendoeiras pela província, que, quando florissem, cobririam as terras do sul com pétalas brancas, iludindo a saudade da princesa e devolvendo-lhe a alegria. Assim se fez e, desde essa longínqua Primavera, todos os anos o Algarve vive a magia das amendoeiras em flor.
 



O Algarve é, realmente um destino de férias ou descanso para todo o ano. Esta, é uma excelente altura do ano, para passear, conhecer e explorar os muitos outros encantos que o Algarve tem para lhe oferecer, com a vantagem de se poder encontrar alojamento a preços bem mais acessíveis.

Fonte e Fotos: wikipedia, vários net e fotos pessoais

 

"A felicidade não está em viver, mas em saber viver. Não vive mais o que mais vive, mas o que melhor vive, porque a vida não mede o tempo, mas o emprego que dela fazemos. " ( Autor Desconhecido )

7 comentários:

  1. Concordo plenamente que todo o ano o Algarve é bonito e que não é só pelas praias.
    Conheço muito pouco porque por vezes é cara a estadia. Preço elevados comparativamente com outros pontos do país

    ResponderEliminar
  2. Oi, tudo bem? Ah que maravilha,Maria. Não posso deixar de visitar esta terra bonita. Vou me organizar para avistá-la bem de pertinho, e vou te pedir umas dicas, ok?
    Beijos
    Glória

    ResponderEliminar
  3. Olá Maria,
    Obrigada pelos elogias que faz ao Algarve,eu também gosto muito, mas eu nasci aqui é a minha terra.As pessoas vêm mais é no mês de Agosto é precisamente o mês que eu vou para outras partes do país.

    um beijinho,
    José.

    ResponderEliminar
  4. Lindas imagens e eu também gosto dos lugares fora da temporada de visitação em massa.beijos,chica

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria! Hoje é quarta-feira, uma correria. Não repare em minha visita relâmpago, mas venho lhe convidar para ler o novo capítulo de “O Diário de Bronson (O Chamado)” e deixar o seu comentário.

    Retornarei com melhores modos e mais tempo. Tenha uma ótima semana. Abraço do

    ResponderEliminar
  6. Maria... que paraíso... deu vontade de estar caminhando por lá...
    Beijos...

    ResponderEliminar
  7. Bom dia! Que bonita viagem, lindas imagens, gostaria muito de conhecer Portugal, terra dos meus ascendentes.
    Um grande abraço, obrigada por partilhar um pouco da sua terra.
    Um abraço!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.