21/06/2024

Saudade - Poema de Bernardina Vilar




Saudade é a imagem das recordações...
De luz acesa, crepitante chama
Que aquece a alma e gera evocações
E sem querer o desengano engana.

Saudade é um verso feito de emoções...
Acre perfume que a doçura emana
Torpor que entrando em nossos corações
Quanto mais embriaga, mais inflama...

Doce abandono... Ausência merencória...
De um passado distante a viva história
Que em nós conserva uma lembrança pura.

Saudade é o silvo agudo de um lamento
Que escutamos no perpassar do tempo
Como sendo delícia e amargura.


Bernardina Vilar



17 comentários:

  1. Boa noite de Paz, querida amiga Maria!
    Merencória saudade que dilacera nossa alma...
    Um belo poema a mais na sua criteriosa escolha.
    Gostei muito e senti forte cada palavra...
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Beautiful poem, good choice for today Maria, I enjoyed it! Have a nice day!!

    ResponderEliminar
  3. É um soneto muito belo...
    Bom fim de semana. Beijinhos
    ~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  4. Interesting...makes one think, Maria.

    ResponderEliminar
  5. Lindo poema e saudades sempre inspiradoras!
    beijos, lindo fds! chica

    ResponderEliminar
  6. Un bello poema a un sentimiento que parece algo con el que se nace los gallegos y portugueses "la saudade".

    Saludos.

    ResponderEliminar
  7. The pictures and poems in your blog are really wonderful. Thanks to you.

    ResponderEliminar
  8. Sentidos versos.
    Buen fin de semana María.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  9. Wonderful lines.
    Happy weekend

    ResponderEliminar
  10. Bonitos versos que emocionan, bella imagen. Un beso

    ResponderEliminar
  11. Me ha encantado María. Muchos besos.

    ResponderEliminar
  12. Um lindo poema! A saudade quando bem conduzida é saudável e traz felicidades renovadas...
    Beijinhos e um final de junho abençoado a você e família...

    ResponderEliminar

VOU DE FÉRIAS
Meus amigos, irei estar ausente de 15 de Julho e 15 de Agosto, deixo os meus posts agendados. Não sei se conseguirei retribuir as vossas visitas, pois vou estar fora de Portugal, mas logo que seja possível irei visitá-los.

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.

Topo