quinta-feira, 22 de junho de 2017

Ser Pássaro




Quisera ser pássaro
Liberta de preocupações
E cruzando mares e terras
Abençoar as amplidões !

Levaria mensagens

A longínquos destinos:
... restos de saudades!

Em outras paragens

De redobrados caminhos
Eu cantaria meus hinos:
... horizontes de carinhos !

Na leveza da graça,

Rapidez do passo,
Plumagem da raça,
Que seria doçura
Desconhecendo a amargura ...

E traria o amanhecer

Entre as mãos
Como promessa de vida,
Ater cegar-me o entardecer!

Aos céus em oração,

Eu ensinaria aos homens:
“O VOO DA PERFEIÇÃO”!


Alvina Tzovenos, em "Sonhos e vivências".


8 comentários:

  1. Nossa maravilhoso, seria bom o saber do voo da perfeição!
    Perfeito! bjsss

    ResponderEliminar
  2. Um desejo comum a toda a humanidade.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Bom dia querida Maria Rodrigues.
    Que poema mas lindo. Também queria ser um pássaro rsrs. Um feliz dia. Enorme abraço.

    ResponderEliminar
  4. Um belo voo esvoaçando pela poesia!
    Gosto muito...bj

    ResponderEliminar
  5. A leveza das palavra num magnifico momento querida amiga ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  6. Poema incrível, o desejo de ser um pássaro e voar para qualquer lugar prevalece um pouco em cada um de nós, acredito.
    Beijos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.